Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Inter aprimora estratégia

Melo Clemente - 21 de Março, 2016

Pupilos de Alberto Babo recebem amanhã os comandados de Azare Adingono para a segunda mão dos quartos-de-final

Fotografia: Paulo Mulaza

A formação do Grupo Desportivo Interclube efectua hoje, no Pavilhão 28 de Fevereiro, a sessão derradeira, onde serão revistos as estratégias a serem colocadas em prática amanhã, quando receber no seu reduto, o Atlético Petróleos de Luanda, para a segunda mão dos quartos-de-final da 32ª edição da Taça de Angola de basquetebol em seniores masculino.

Para carimbar o passe para as meias-finais da edição 32 de Taça de Angola, os pupilos de Alberto Babo terão que vencer os petrolíferos da capital amanhã, por mais de 29 pontos, depois de terem perdido no desafio da primeira mão, por 94-65.

Com uma missão aparentemente impossível de se concretizar, dado a larga vantagem (29 pontos), o técnico português ao serviço da formação do Grupo Desportivo Interclube vai seguramente montar uma estratégia, no sentido de dificultar ao máximo os intentos da equipa do "Eixo-viário", que tem praticamente a qualificação "assegurada" para as meias-finais da segunda maior competição do país, a nível da "bola ao cesto".

 Com o plantel a respirar saúde, Alberto Babo vai procurar hoje ensaiar as inúmeras variantes, quer defensivas, quer ofensivas, para contrapor  o potencial do seu adversário.

A defesa vai seguramente merecer a atenção especial do técnico português, sem  colocar de parte como é evidente, os aspectos de ordem ofensiva.
Apesar de reconheceram o potencial do Atlético Petróleos de Luanda, actual campeã nacional, os polícias pretendem no máximo evitar a segunda cabazada.Entretanto, as transições rápidas defesa ataque, aliado a circulação da bola em todas as áreas de jogo também vão marcar a sessão derradeira de treino de hoje.

Já o técnico Lazare Adingono que tem praticamente à passagem assegurada para as meias-finais da referida competição, vai "poupar" as suas principais unidades, tendo em vista ao arranca da segunda fase do BIC Basket.

Tal como os polícias, os petrolíferos da capital efectuam igualmente hoje a sessão derradeira, antes da deslocação ao Pavilhão 28 de Fevereiro.
Das chamadas equipas grandes, o 1º de Agosto a que menos vantagem conseguiu no prélio da primeira mão dos quartos-de-final (15 pontos).

O Clube Central das Forças Armadas Angolanas bateu a Marinha de Guerra, por 83-68, ao passo que o Recreativo do Libolo cilindrou a modesta equipa do Futebol Clube Vila Clotilde, por 99-64, 35 pontos de diferença.O Atlético Sport Aviação (ASA) foi a primeira equipa a conseguir o passe para as meias-finais da 32ª edição da Taça de Angola, depois de vencer o Heja Sport Clube do Lubando, por 98-44 e 91-42 respectivamente.