Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Inter assume estatuto de candidatura

Hélder Jeremias - 07 de Abril, 2014

Polícias tiveram safra positiva na dupla ronda do final de semana na qual surpreenderam os petrolíferos e os libolenses

Fotografia: Santos Pedro

O Interclube mostrou no final de semana que é uma autêntica ameaça ao pódio do campeonato nacional de basquetebol (Bai basket). A primeira e a segunda jornada da segunda volta do grupo A foram disputadas na sexta e sábado em Luanda. Na sexta-feira, o Interclube recebeu e venceu o Petro de Luanda por 101-71 e para fechar a dupla jornada “bateu” o forte candidato ao título Recretaivo do Libolo por 104-90.

Com esta safra, os polícias, às ordens do técnico Alberto Babo, deixaram o quarto lugar e ascenderam ao terceiro agora com nove pontos, superando um dos mais prestigiados clubes do mosaico basquetebolístico angolano, o Petro de Luanda, quarto com oito pontos. Depois de ter sido a equipa mais surpreendente da jornada, a turma da polícia regressa hoje às oficinas com grande motivação para ultrapassar os adversários das próximas jornadas, com os olhos postos na liderança do Grupo A, que tem como líder o 1º de Agosto com 11 pontos.

A formação militar enfrentou algumas dificuldades para vencer sábado o arqui-rival o Petro de Luanda por 83-82. O Libolo, devido à derrota com o Interclube perdeu a oportunidade de regressar à liderança, ocupa agora o segundo lugar com nove pontos. Por seu turno, o técnico do Atlético Petróleos de Luanda, Lazare Andigono, não tenciona atirar a toalha ao tapete e faz um discurso optimista, segundo o qual “o Petro tem equipa para vencer o Bai Basket”, porém, factores subjectivos parecem colocar em causa o bom desempenho do conjunto, tais como algumas mazelas que colocaram jogadores influentes sob cuidados do departamento médico.

A equipa de Calulo considera o desaire diante do Interclube como fazendo já parte do passado e procura corrigir as falhas cometidas para manter intactos os objectivos da direcção. Já a Universidade Lusíada, que na sexta-feira perdeu com o 1º de Agosto, (51-75) continua a evidenciar melhorias na abordagem táctica do seu jogo, com em vista os próximos desafios. No Grupo B, o Sporting de Luanda ganhou sábado o Progresso Sambizanga por 66-61, ao passo que o ASA venceu o Vila Clotilde por 78-60.