Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube e Formigas aquecem final

Gaud?ncio Hamelay , no Lubango - 13 de Janeiro, 2017

Emoções fortes contagiam adeptos no pavilhão da Nossa Senhora do Monte

Fotografia: Junilson António

O Interclube de Luanda e as Formigas do Cazenga disputam hoje, a partir das 14h00, no Pavilhão Multiuso da Nossa Senhora do Monte, na cidade do Lubango, o troféu de campeão nacional de basquetebol de sub-16 feminino. A partida é aguardada com grande expectativa pela qualidade dos níveis técnicos e tácticos proporcionados pelas duas formações ao longo da competição.

Ontem, nas meias-finais, o Interclube de Luanda ganhou à confrade de Benguela por 62-57 e as Formigas do Cazenga cilindraram o 1º de Agosto por 86-63, numa partida com campo inclinado à equipa do Rio Seco.

Se o Interclube de Luanda possui um plantel mais homogéneo, com um certo equilíbrio em termos de atletas, das Formigas do Cazenga de Luanda espera-se a surpresa, por ter perdido na terceira jornada diante das "polícias" por 49-55. Apesar da baixa estatura das suas atletas, é uma equipa rápida no ataque e contra-ataque. Sabe o que quer, quando está em posse da bola na quadra.

A irreverência das suas atletas fez da equipa um "arrasta multidão" aos pavilhões de Lubango. O público ganhou forte simpatia às meninas do Cazenga e considera o grupo "sensação" da competição. Com apoio da claque de Lubango, espera-se por uma final muito dura.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o técnico principal do Interclube de Luanda, João Manuel, lembrou que chegou a Lubango com objectivo de melhorar o terceiro lugar alcançado na edição anterior. Cumprida a meta, no jogo da final a conquista do troféu é a última missão.

"Temos equipa para tal. Quem chega a final, luta para erguer o troféu. Não seria diferente com a nossa equipa. Lutamos para chegar a final. Por isso, vamos recuperar as energias para realizar o sonho da equipa nesse nacional", disse com audácia.

João Manuel realçou que aprenderam com os erros do passado e vão procurar evitar a repetição na partida com as Formigas. Na edição anterior, fizeram uma campanha brilhante na fase regular, mas perderam o campeonato. Hoje, a paciência, tranquilidade e vontade de vencer são virtudes a adoptar para obter o triunfo. Reiterou que a final "é um derbie" de Luanda e "não é brincadeira".

"Vamos trabalhar para que as miúdas possam fazer uma boa final. A equipa é jovem e espero que consigam superar determinadas situações anómalas ao longo do jogo", disse.

Sobre as meias-finais, João Manuel felicitou o Interclube de Benguela "por serem dignos vencidos" na partida disputada ontem. A equipa benguelense perdeu por 57-62. Justificou que a chave da vitória residiu na calma durante as execuções das jogadas.

"Vimos que temos a possibilidade de erguer o troféu e procuramos controlar o nervosismo das atletas com muita conversa no dia anterior. Esse mal podia destruir o nosso jogo nos minutos iniciais, mas graças a Deus a calma veio de cima. As meninas conseguiram cumprir a nossa estratégia", esclareceu.

Para o jogo de hoje, João Manuel volta a pedir a calma às jogadoras. A estratégia vai passar pelo jogo colectivo e numa defesa "mais sólida" em todo o momento.

O técnico das Formigas do Cazenga afirmou que o campeonato está a ser muito disputado e equilibrado e nenhuma equipa ofereceu pontos. As equipas bateram-se em pé de igualdade.

"A experiência de algumas equipas veio de cima, mas foi um campeonato muito renhido”, reconheceu.  

CLASSIFICATIVAS
Para o terceiro lugar, às 9h00, o Interclube de Benguela joga com o 1º de Agosto, no pavilhão do Benfica do Lubango. Às 10h00, no mesmo recinto, defrontam-se o Benfica do Lubango e Sporting de Benguela para o quinto lugar.

Ontem para as classificativas do 9º lugar, o Heja Sports Clube do Lubango perdeu para o Petro do Huambo por 44-64 e para a 7ª posição, o Desportivo do Kuanza de Luanda ganhou ao Clube Desportivo da Huíla por 70-56.