Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube est em adaptao

15 de Novembro, 2018

Fase final da Taa dos Clubes Campees Africanos em seniores feminino arranca amanh

Fotografia: VIGAS DA PURIFICAO | EDIES NOVEMBRO

A menos de 24 horas, para o arranque da fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores feminino, a formação do Grupo Desportivo Interclube procura adaptar-se ao máximo ao clima da capital moçambicana, Maputo, cidade que acolhe, a partir de amanhã, sexta-feira, a festa do basquetebol continental, a nível das senhoras.
A delegação da equipa adstrita a Polícia Nacional, chefiada por António Miguel \"Camulogi\", vice-presidente para o basquetebol do Grupo Desportivo Interclube, deixou nas primeiras horas da manhã de ontem, a capital do país, Luanda, com destino ao palco da final da Taça dos Clubes Campeões Africanos da \"bola ao cesto\".
Depois de terem assegurado, de forma brilhante, o passe de acesso à fase final da aludida competição, ao conquistarem o primeiro lugar do torneio de apuramento de Bulawayo, Zaimbabwe, as comandadas de Apolinário Paquete partiram ontem confiantes numa boa prestação, que passa pela reconquista do título africano, em posse do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto), que incompreensivelmente, vai falhar a defesa da coroa africana, por ter declinado o zonal VI.
Com cinco troféus arrebatados até aqui, a formação do Grupo Desportivo Interclube se apresenta como uma das candidatas a conquista do anel continental, a par do Ferroviário de Maputo, finalista vencido da edição passada, competição disputada no Pavilhão Arena do Kilamba, em Luanda, e vencida pelo Clube Central das Forças Armadas Angolanas. Em declarações ao Jornal dos Desportos, momentos antes de deixar a capital do país, Luanda, António Miguel \"Camulogi\", homem forte para o basquetebol da equipa adstrita a Polícia Nacional, não escondeu o desejo de conquistar o hexa.
\"Temos consciência das dificuldades que vamos encontrar na competição, em função da qualidade das nossas adversários, mas, ainda assim, a equipa técnica e jogadores partem para esta missão, no sentido de conquistarem o título africano\", augurou o vice-presidente para o basquetebol do Grupo Desportivo Interclube, conjunto mais titulado do continente africano.
Apolinário Paquete, técnico principal do grémio da Polícia Nacional, levou consigo as suas principais unidades, com realce para Italle Lucas, Felizarda Jorge, Nguendula Filipe, Rosimira Daniel, todas internacionais angolanas.
Hoje, quinta-feira, a representante angolana vai efectuar o treino de adaptação ao piso que vai acolher a partir de amanhã, sexta-feira, à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de basquetebol em seniores feminino, competição que terá a participação de dez formações.
Entretanto, face da crise mundial que ainda assola o país, como resultado da queda do preço do barril de petróleo no mercado internacional, o Grupo Desportivo Interclube efectuou toda a sua preparação na capital do país, Luanda.
Sem a poste, Akonga Pauline, internacional da República Democrática do Congo, que por razões familiares abandonou a equipa da Polícia, a direcção presidida por Alves Simões, contratou  uma norte-americana, para colmatar a saída da poste congolesa.
O Comité Organizador tem criadas todas as condições técnicas e administrativas, para o êxito da competição.
Hoje, quinta-feira, desembarcam a capital moçambicana, Maputo, a maior parte das delegações participantes do evento.