Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Interclube tenta desforra

Hélder Jeremias - 11 de Abril, 2014

Militares recebem os polícias do Rocha Pinto animados pela onda de vitórias conseguidas diante do Petro de Luanda e do Libolo

Fotografia: Santos Pedro

O Interclube passa por um teste de fogo, quando, a partir das 18h00 de hoje, visitar o anfitrião 1º de Agosto, no pavilhão Victorino Cunha, para a disputa da quarta jornada da segunda volta do grupo A da XXXVI edição do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior masculino, conhecida por Bai Basket.

Depois de esbanjar classe nas duas jornadas anteriores, em que bateu o Atlético Petróleos de Luanda por 101-71 e o Recreativo do Libolo por expressivos 104-90, no seio da equipa da Polícia Nacional, às ordens do técnico Alberto Babo, imperam grandes índices de motivação quanto à possibilidade de alcançar o terceiro triunfo diante dos detentores do título nacional.

A ocupar a quarta posição, com nove pontos, o Interclube precisa de encontrar forças no jogo colectivo para conseguir nova veleidade em casa do adversário, o 1º de Agosto, líder da competição com 13 pontos. A jogar diante do seu público, os militares do Rio Seco vão procurar travar a onda de vitórias dos polícias sobre os grandes do país para se manter na liderança de forma confortável.

Não obstante a equipa técnica do 1º de Agosto estar limitada em termos de opções, mercê das ausência de Cedrick Isom, dispensado para assistir ao nascimento do seu "rebento", e Joaquim Gomes "Kikas", sob cuidados do departamento médico, Paulo Macedo e companheiros dispõem de matéria-prima para travar a ousadia de Alberto Babo, cujo plantel faz do jogo colectivo a sua maior divisa, uma vez desprovido de alguns dos seus melhores executantes quer na manobra ofensiva quer defensiva.

Refeitos do orgulho, depois de terça-feira quebrar o enguiço com a vitória à tangente (88-86) frente ao Clube Recreativo do Libolo, Paulo Macedo está ávido por mais um triunfo para se reconciliar com a vasta legião de adeptos e voltar a fazer do seu reduto o "inferno" para os adversários, razão pela qual se espera por uma equipa coesa e capaz de interpretar à risca a filosofia de jogo esboçada para a empreitada.

Alberto Babo, que no jogo da primeira volta da fase de grupos perdeu em casa por 55-70, sabe que o volta-face no habitat do adversário é de difícil materialização, mas a sua experiência é um factor a ter em conta.

A partida tem desfecho imprevisível, pressuposto para um grande espectáculo que os amantes do basquetebol não vão perder.

Ainda hoje, para a quarta jornada do grupo A, o Clube Recreativo do Libolo recebe, a partir das 16h00, no Dream Space, a Universidade Lusíada.

No grupo B, o Futebol Clube Vila Clotilde mede forças com o Progresso do Sambizanga, às 18h00, no pavilhão anexo número II da Cidadela Desportiva, enquanto o Sporting de Benguela e o Clube Amigos de Viana jogam no mesmo local duas horas antes.

NBA
Wizard perde
para Bobacats


O Washington Wizards perdeu em casa por 88-94 com Charlotte Bobcats, após prolongamento.
O principal nome da equipa da capital americana foi o base John Wall, com um triple-double de 14 pontos, 12 ressaltos e 11 assistências. O poste Marcin Gortat foi o cestinha, com um double-double de 27 pontos e 14 ressaltos.

Pelos Bobcats, o poste Al Jefferson, com um double-double de 20 pontos e 18 ressaltos, e o base Kemba Walker, também com um double-double (17 tantos e 12 assistências) foram os destaques.

As duas equipas possuem campanhas idênticas na Conferência Leste (40 vitórias e 38 derrotas), mas, de acordo os critérios de desempate, a equipa de Charlotte passou para o sexto lugar da conferência, pois tem maior percentual de vitórias nos confrontos directos, deixando os Wizards em sétimo.
O Washington tem mais quatro jogos até o fim da época regular.

Hoje, a equipa vai até Orlando defrontar o Magic, depois joga em casa com Milwaukee Bucks, amanhã, e com Miami Heat, na segunda-feira. A última partida fora de casa realiza-se na quarta-feira diante do Boston Celtics.

Os Bobcats enfrentam os Celtics hoje em Boston, depois recebem o Philadelphia 76ers, amanhã, vão até Atlanta defrontar os Hawks na segunda-feira e encerram a época regular em casa diante do Chicago Bulls.

HAWKS OFUSCA
CLEVELAND


A vitória de Atlanta Hawks sobre Boston Celtics ofuscou a presença de Cleveland Cavaliers nos Play offs da NBA, que investiu no jogo diante de Detroit Pistons e venceu-a por 122 a 100. O oitavo classificado (35 vitórias e 43 derrotas) da Conferência Oeste cortou as possibilidades do décimo da Conferência Leste (32-47).

Com forte inspiração do extremo-base Dion Waiters, Cleveland Cavaliers viu contabilizar os 22 pontos e oito ressaltos nas contas finais do jovem craque, mas insuficientes para reverter a situação do conjunto que, agora, vai assistir à luta entre Atlanta Hawks e New York Knicks pela última vaga da Conferência Leste.

Os Detroit Pistons estão uma posição atrás do Cleveland Cavaliers na Conferência Leste, com a marca de 32-47, e também já estão eliminados dos playoffs.

Brandon Jennings e o suplente Jonas Jerebko, com 17 pontos cada um, foram os principais jogadores da equipa de Detroit.
O Cleveland Cavaliers ainda tem três partidas para disputar até o final da época regular. A primeira acontece hoje, contra o Milwaukee Bucks; a segunda contra o Boston Celtics, amanhã, e a última partida contra o Brooklyn Nets na próxima semana.

Já os Detroit Pistons encaram o Chicago Bulls hoje, o Toronto Raptors no domingo e fecham a fase regular contra a equipa do Oklahoma City Thunder na próxima semana.

NBA
Nowitzki e Nash entram
nos quadros de honra


 Dirk Nowitzki (Dallas Mavericks) e  Steve Nash (Los Angeles Lakers) entraram nos quadros de honra da NBA. O extremo da equipa texana entrou no grupo dos dez melhores marcadores da história da competição, enquanto o base da formação californiana passou a ser o terceiro jogador com mais assistências.

Com os 21 pontos na vitória dos Mavericks no recinto dos Utah Jazz, por 95-83, Nowitzki passou a somar um total de 26.714 pontos, desalojando do "top dez" Oscar Robertson (26.710), antiga estrela dos Cincinnati Royals e Milwaukee Bucks na década de 1960.

Neste ranking, liderado pelo já retirado Kareem Abdul-Jabbar (38.387), Kobe Bryant (Los Angeles Lakers) é o melhor colocado ainda no activo, seguindo na quarta posição, com 31.700 pontos, a 592 pontos do terceiro, Michael Jordan (32.292).
Steve Nash, antigo companheiro de Nowitzki nos Mavericks, subiu ao terceiro lugar da lista de assistências da NBA, uma posição conseguida na recepção dos Lakers aos Houston Rockets.

Apesar da derrota dos californianos, por 145-130, Nash anotou cinco assistências e passou a ocupar o último lugar do pódio dos melhores de sempre neste capítulo, com um total de 10.335 passes decisivos, mais um do que Mark Jackson, já retirado. Os dois primeiros lugares são ocupados por dois jogadores também já reformados, John Stockton (15.506 assistências) e Jason Kidd (12.091).