Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Italle Lucas pode falhar concentrao na capital

Melo Clemente - 19 de Julho, 2017

Norte-americana pode fazer a sua estreia ao servio da Seleco

Fotografia: Dombele Bernardo | Edies Novembro

A base norte-americana de nacionalidade angolana do Grupo Desportivo Interclube, Italle Lucas, convocada para os trabalhos da Pré-Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol, poderá falhar a concentração do grupo que projecta à fase final do Campeonato Africano das Nações de Bamako, Mali, em Luanda, devendo em princípio, juntar-se à Selecção Nacional durante o estágio pré-competitivo, previsto para a República Federativa do Brasil, devido a problemas pessoas, segundo apurou o Jornal dos Desportos de uma fonte federativa.

Italle Lucas que foi uma das atletas influentes da formação do Grupo Desportivo Interclube na conquista do título nacional, perdeu domingo último, nos Estados Unidos da América, a sua avô, razão pela qual, a sua vinda para Luanda a fim de integrar os trabalhos da Pré-Selecção Nacional pode estar condicionado.

Em face disso, a integração da base da equipa adstrita a Polícia Nacional aos trabalhos da Pré-Selecção Nacional que projecta o Afrobasket de Bamako, prova a decorreu de 18  a 27 de Agosto próximo, deve acontecer em princípio na República Federativa do Brasil, país onde as comandadas de Jaime Covilhã vão realizar o estágio pré-competitivo, antes de seguirem viagem para o palco da competição.

"A informação que temos é que a Italle Lucas perdeu a sua avô no último domingo, razão pela qual, ainda não se apresentou aos trabalhos da pré-selecção nacional. Portanto, mal terminou o campeonato nacional ela partiu logo em gozo de férias para a sua terra natal, Estados Unidos da América. Infelizmente, teve este infortúnio e provavelmente ela deve juntar-se ao grupo apenas durante o estágio no Brasil", asseverou a nossa fonte.

A base do Grupo Desportivo Interclube falhou à fase final do Campeonato Africano das Nações de 2015, devido a problemas administrativos, segundo alegou a Fiba-Afrique, organismo que tutela a modalidade no continente africano.

 Entretanto, o seleccionador nacional, Jaime Covilhã, está preocupado com o silêncio da atleta, já que desde que seguiu viagem para os Estados Unidos da América não tem dado sinais nem a equipa técnica nacional nem aos membros da direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB).

Clarisse Mpaka e Whitney Miguel, ambas a militarem no basquetebol francês, e Rudiane Afonso, do Adba de Espanha, já se juntaram ao grupo que projecta igualmente o Campeonato Africano das Nações no Pavilhão Arena do Kilamba, à semelhnaça dos seniores masculinos.

Artemis Afronso, jogadora que actua em Potugal deve integrar o grupo nas próximas horas.Angola vai disputar à fase final do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, inserida no Grupo A, juntamente com as similares do Mali, país antritriã, Tunísia, Costa do Marfim, Camarões, ao passo que a sexta selecção deverá ser conhecida nos próximos tempos, mediante a um convite a ser feito pela Fiba-Afrique.
No Grupo B, estão as selecções do Senegal, actual campeã africana em título, Guiné, Moçambique, Nigéria, República Democrática do Congo e Egipto.

Eis as atletas que trabalham às ordens de Jaime Covilhã: Finesa Eusébio, Rosa Gala, Elizabeth Mateus, Sónia Ndoniema, Cristina Matiquite, Ana Gonçalves, Luísa Tomás, Felizarda Jorge, Joana António, Ngiendula Filipe, Jéssica Malagi, Ruadiane Afonso, Whitney Miguel e Clarisse Mpaka.