Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Iverson anuncia retirada

01 de Novembro, 2013

Allen Iverson foi seleccionado 11 vezes para o All Star Game e eleito uma vez melhor jogador da NBA

Fotografia: AFP

O base americano, que não joga na NBA desde 2010, anunciou oficialmente a sua retirada do basquetebol, depois de ser uma das grandes figuras dos Philadelphia 76ers no início deste século.

“Dei tudo ao basquetebol, amo este desporto, mas já não tenho a vontade necessária para continuar a jogar”, disse Iverson, primeira escolha do “draft” em 1996, seleccionado 11 vezes para o All Star Game e eleito melhor jogador da NBA em 2000/01, anos em que os Sixers disputaram a final com os Los Angeles Lakers.

Iverson, 38 anos, também jogou pelas equipas de Denver, Detroit e Memphis ao longo de 14 anos de carreira marcados por algumas controvérsias, nomeadamente desentendimentos com treinadores e dirigentes ou a sua alegada má atitude.

“A minha carreira teve altos e baixos, cometi erros, coisas de que não me orgulho, mas se pudesse não mudaria nada”, sublinhou Iverson, que terminou a carreira com médias de 26,7 pontos e 6,2 assistências por jogo na época regular (914 jogos), e de 29,7 pontos e 6 assistências nos “play-offs” (71 jogos).

INDIANA PACERS
Os Indiana Pacers venceram terça-feira o jogo inaugural da época 2013/2014 da Liga americana de basquetebol profissional (NBA), ao receberem os Orlando Magic por 97-87. No Bankers Life Fieldhouse, em Indianápolis, perante 18.165 espectadores, os Pacers ganharam graças a uma grande segunda parte (57-43) e à exibição de Paul George, autor de 24 pontos, seis ressaltos e cinco assistências.

Paul George liderou a equipa e indicou o caminho do triunfo com um espectacular “triplo” sobre a “buzina” para o final do terceiro período, colocando os anfitriões a vencer por cinco pontos (69-64).

Lance Stephenson, com 19 pontos, David West, com 13, e Roy Hibbert, com oito e 16 ressaltos, estiveram igualmente em destaque no “cinco” de Frank Vogel, enquanto o suplente Andre Nicholson foi o melhor dos visitantes, com 18 pontos.


Philadelphia
bate Miami


O excelente início de jogo dos Philadelphia 76'ers foi determinante para o triunfo da equipa do estado da Pensilvânia sobre os Miami Heat, por 114-110. Depois da vitória na abertura da época, sobre os Chicago Bulls, os campeões em título caíram no segundo jogo.

Sob o olhar do seu antigo líder Allen Iverson, que anunciou o fim de carreira em conferência de imprensa no Wells Fargo Center, os Sixers fizeram 17-0 no arranque e chegaram ao final do primeiro período a vencer por 33-14.

A prestação convenceu os jogadores dos Sixers de que poderiam bater o poderoso adversário, levando-os a aguentar a reacção liderada por LeBron James, que produziu mesmo a reviravolta no marcador.

A motivação dos donos da casa ficou bem patente no derradeiro quarto, no qual triunfaram por 29-16, assegurando o triunfo. Um trio merece ser destacado: Evan Turner (26 pontos, 4 ressaltos e 5 assistências), Spencer Hawes (24 pontos e 9 ressaltos) e Michael Carter-Williams (22 pontos e 12 assistências).

Do lado dos bicampeões, que actuaram sem Dwyane Wade, James foi  o melhor marcador, com 25 pontos, aos quais acrescentou 13 assistências para o duplo-duplo, no que foi imitado por Chris Bosh, com 22 e 10 ressaltos. Ray Allen fez 19 pontos.


Toronto Raptors
bate novo recorde


O Toronto Raptors quebrou a série de três derrotas nos jogos de abertura da época em casa. Com Rudy Gay inspirado, a equipa do Canadá derrotou o Boston Celtics por 93-87, no Arena Air Canada Centre. O encontro foi a sexta vitória dos canadianos sobre os Celtics em 26 jogos directos.

A vitória de Toronto Raptors foi construída com 19 pontos de Rudy Gay, que juntou no seu pecúlio oito ressaltos. Amir Johnson e DeMar DeRozan contribuíram com 13 pontos cada um no desaire do técnico estreante dos Celtics Brad Stevens.

O único estrangeiro da equipa, o lituano Jonas Valanciunas, teve oito pontos e 11 ressaltos, enquanto o colega Tyler Hansbrough obteve 12 ressaltos.

Do lado dos Celtics, o destaque vai para Jeff Green, com 25 pontos, Brandon Baixo, 17, e o estreante brasileiro Vítor Faverani, com 13 pontos.

Outro valor do recorde do jogo de abertura está na prestação de Kyle Lowry. O extremo do Toronto Raptors fez 11 pontos e oito assistências, contra oito pontos e nove ressaltos de Kris Humphries, do Celtics.

O jogo foi disputado com muito equilíbrio. O base Jordan Crawford deparou-se com a forte concorrência de Gay e DeRozan.