Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

James Harden brilha e força quinta partida dos play-off

27 de Maio, 2015

James Harden estabeleceu a sua melhor marca nos play-offs nesta segunda-feira ao conseguir 45 pontos

Fotografia: AFP

O extremo base James Harden estabeleceu a sua melhor marca nos play-offs nesta segunda-feira ao conseguir 45 pontos na vitória do Houston Rockets, por 128-115, sobre o Golden State Warriors, que evitou a eliminação da equipa texana na final da Conferência Oeste e forçou o quinto jogo da série, que a equipa de Oakland lidera por 3-1.

Harden, que no último jogo foi parado pela defesa adversária e só conseguiu anotar 17 pontos, desta vez não foi parado ao encestar 13 de 22 arremessos de quadra, com direito a sete bolas de três, além de 12 de 13 lances livres, nove ressaltos, cinco assistências, duas roubadas de bola e dois tampões.

Os Rockets também igualaram a marca de Los Angeles Lakers (1985) e Dallas Mavericks (1986) com 45 pontos anotados no primeiro quarto de uma partida dos play-offs. Com oito bolas de três convertidas em nove arremessos de fora do perímetro, os Rockets mostraram que estavam nesta noite com a pontaria afiada, muito diferente do último jogo, quando conseguiram apenas cinco cestas de três em 25 tentativas.

O domínio ofensivo dos Rockets na partida foi tamanho que a equipa texana conseguiu impor uma vantagem de 22 pontos no segundo quarto, momentos antes de o MVP da temporada regular, Stephen Curry, sofrer uma queda brusca num lance com Trevor Ariza e bater com a nuca no chão.

Com isso, o principal nome dos Warriors teve que deixar a quadra para ser avaliado pelos médicos, regressando somente no final do terceiro período.

Quando voltou à quadra, já recuperado e com os sintomas de uma provável concussão cerebral descartados, o seu primeiro chute foi uma bola de três que colocou os Warriors a apenas seis pontos de empatar o marcador, restando 8,5 minutos para serem jogados.

Mas, desta vez, o 'Barba' não permitiu que os Warriors saíssem de Houston com a vitória e assegurassem uma vaga nas finais da NBA pela primeira vez desde 1975, ao anotar 17 pontos apenas no último período para manter os Rockets ainda com chances na série de melhor de sete partidas.

Ao lado de Harden, outros cinco jogadores do quadro texano tiveram números de dois dígitos. O extremo Josh Smith foi o segundo cestinha da equipa com 20 pontos, seguido por Trevor Ariza, com 17, e o gigante Dwight Howard, com um double-double de 14 pontos e 12 ressaltos.

No entanto, Howard pode ficar de fora da próxima partida, já que cometeu uma falta flagrante de primeiro grau ao dar uma cotovelada intencional no australiano Andrew Bogut. A NBA vai rever a jogada e pode alterar a decisão da arbitragem para uma falta flagrante de segundo grau, o que impossibilitaria o poste de jogar o quinto jogo da série.

Pelos Warriors, o extremo baser Klay Thompson acabou sendo a referência da equipa durante a ausência temporária de Curry e terminou a partida com 24 pontos, com direito a seis bolas de três. Mesmo após o susto, Curry chegou a 23 pontos, 18 deles em bolas de três, e deu quatro assistências, enquanto o extremo Draymond Green foi jogador mais completo da equipa com um double-double de 21 pontos e 15 ressaltos, além de quatro assistências e cinco tampões. O próximo jogo da série acontece hoje, quarta-feira, na Oracle Arena de Oakland.