Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Joana Balanga eleita MVP do nacional feminino

04 de Fevereiro, 2015

O campeonato envolveu 12 árbitros, entre os de primeira e segunda categoria nacional.

Fotografia: José Soares

A atleta Joana Balanga, do 1º de Agosto, foi eleita na última segunda-feira, a jogadora mais valiosa (MVP) da 25ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol de juniores, disputado de 23 de Janeiro a 2 de Fevereiro, na cidade de Benguela.

Para além disso, Rosa Gala, também ao serviço do 1º de Agosto, arrebatou o troféu de melhor cestinha do campeonato. Já a distinção de equipa fair-play da prova coube ao Inter de Benguela, como  anunciou a organização. Entretanto, a equipa do 1º de Agosto conquistou o título nacional de basquetebol em juniores, no sector feminino, ao vencer o Interclube no Pavilhão Joaquim Araújo, por 54-44, em encontro da final.

Num jogo dominado pela formação rubro-negra, as “polícias” ainda  equilibraram  durante a primeira parte, chegaram   ao intervalo a perder por apenas sete pontos de diferença (27-20). Nos quartos subsequentes, as novas campeãs nacionais não deixaram os créditos em mãos alheias e reconquistaram  o título perdido para o Sporting de Benguela, na época passada na cidade do Lubango.

Classificação final: primeiro o  1º de Agosto, segundo o Interclube, terceiro o Benfica do Lubango, quarto o  Sporting Club de Benguela, quinto o  Inter de Benguela, sexto o Grupo Desportivo do Maculusso e sétimo o Sporting Petroléo do Bié. Já em  masculino, o Petro de Luanda venceu domingo o 1º de Agosto, por 78-49, e garantiu a conquista do título nacional de basquetebol, neste escalão.

Os nacionais de basquetebol de sub-18 em masculino (tratou-se da 26ª edição) e feminino (25ª edição), enquadrados na época 2014-2015, contaram com a presença de 16 equipas em representação de cinco das 18 províncias e tiveram como palco os pavilhões Acácias Rubras, Joaquim Araújo e Estrela 1º de Maio, na cidade de Benguela.

A Casa do Pessoal do Porto do Lobito (CPPL), Sporting Petroléo do Bié (SPB), Vila Clotilde, Formigas do Cazenga, Atlético do Huambo, 1º de Agosto, Petro de Luanda, Sporting de Benguela e 1º de Maio são as formações que disputaram a prova em masculino, enquanto no sector feminino evoluíram o Interclube, Inter de Benguela, Benfica da Huíla, 1º de Agosto, Sporting do Bié, Grupo Desportivo do Maculusso e Sporting de Benguela. O campeonato envolveu 12 árbitros, entre os  de primeira e segunda categoria nacional.