Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jogador morre aps tiroteio

11 de Julho, 2018

Em 2014, chegou a ser trocado com o Houston Rockets, mas optou por actuar no basquetebol europeu.

Fotografia: AFP

O jogador americano de basquetebol, Tyler Honeycutt, que actuava no Khimki, da Rússia, morreu no sábado em Los Angeles, durante uma troca de tiros com a polícia, que ocorreu durante a noite.
De acordo com as autoridades locais, o atleta deve ter- se suicidado durante a ocorrência policial. Honeycutt actuava como extremo e chegou a ser indicado para jogar na NBA, pelo Sacramento Kings, em 2011, foi abordado em casa de familiares, no bairro de Sherman Oaks, depois que a mãe telefonou para a polícia caom a alegação de que o filho estava a comportar-se de “maneira errática”, segundo aponta o jornal  desportivo “Deadspin”.
De acordo com a mesma publicação, no momento em que os agentes chegaram, o jogador disparou contra os agentes, que também abriram fogo. Depois dos tiros, uma equipa da SWAT entrou no imóvel e encontrou o corpo.
“Em relação ao tiroteio, parece que o suspeito não foi alvejado por disparo de nenhum agente. O suspeito parece mostrar-se ferido de disparo contra si\", informou a Polícia de Los Angeles, através das redes sociais.
Apesar da corporação não divulgar a identidade da vítima, e não haver confirmação oficial da morte do jogador, diversos atletas  manifestaram-se, enviaram mensagens sobre o falecimento do ala.
\"Dolorido com a notícia. Triste por ter de dizer \"descanse em paz\" ao meu irmão de basquetebol Tyler Honeycutt”, escreveu o extremo Solomon Hill, do New Orleans Pelicans.
Formado na Universidade da Califórnia (UCLA), o jogador do Khimki desde o ano passado, fez 24 partidas pelos Kings na NBA. Em 2014, chegou a ser trocado com o Houston Rockets, mas optou por actuar no basquetebol europeu.