Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jogo de roer as unhas

Melo Clemente - 01 de Abril, 2016

A entrada da segunda jornada as duas agremiações partilham o segundo lugar da prova com dois pontos cada

Fotografia: Jornal dos Desportos

Igualados na tabela classificativa, ambas com dois pontos, as formações do Recreativo do Libolo e do Atlético Petróleos de Luanda defrontam-se hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão do Dream Space, em Viana, desafio que centraliza às atenções da segunda jornada do Grupo A da 38ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino (BIC Basket). O vencedor da partida de mais logo vai assumir de forma isolada, o segundo lugar da tabela classificativa do Grupo A, pelo que, as duas colectividades vão bater-se pela conquista da vitória.

Com um plantel mais recheado em termos de valores individuais, com realce para Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Eduardo Mingas, Valdelício Joaquim, Milton Barros, Roberto Fortes, Braúlio Morais, todos internacionais angolanos, para além dos norte-americanos Jonathan e Roderick Nealy, a equipa do Recreativo do Libolo se apresenta a priori com um ligeiro favoritismo, ante um Atlético Petróleos de Luanda ainda muito "dependente" do quinteto constituído por Emanuel Quezada, Jason Cain, Leonel Paulo, Reggie Moore e Domingos Bonifácio.

A formação da vila de Calulo que conta nesta altura com o ataque mais concretizar na fase de grupos, com 104 pontos, vai seguramente aproveitar o factor casa para conquistar o seu segundo triunfo na competição, a fim de manter a perseguição ao líder do Grupo A, 1º de Agosto, equipa que contabiliza três pontos a entrada da segunda jornada.

Ontem, na sessão derradeira de treinos, Norberto Alves, técnico português ao serviço do Recreativo do Libolo ensaiou ao pormenor às estratégias para contrapor o jogo ofensivo dos petrolíferos da capital que estão dispostos em arrancar no Pavilhão do Dream Space, em Viana, os dois pontos em discussão.

Se do ponto de vista ofensivo a equipa continua impecável, o mesmo já não se pode dizer no capítulo defensivo, onde tem sofrido muitos pontos, facto que tem preocupado o técnico Norberto Alves. Em face do elevado grau de dificuldades que vai encontrar na partida de mais logo, a julgar pelo potencial do seu opositor, que é tão somente o campeão nacional e africano em título, Norberto Alves vai apostar numa equipa que privilegia o jogo interior, sem no entanto, descurar os lançamentos a longa distância, uma das principais armas do Recreativo do Libolo.

Eduardo Mingas e Valdelício Joaquim, por banda do Libolo, Reggie Moore e Leonel Paulo, Petro, vão travar um duelo interessante debaixo das tabelas.
Por seu lado, a equipa do Eixo-viário vai ao reduto dos libolenses com o único propósito de conquistar os dois pontos, apesar de reconhecer as qualidades do seu opositor. Lazare Adingono, camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda, vai poder contar com todas suas melhores unidades.

O base norte-americano, Emanuel Quezada, constitui a única preocupação, em face da queda de rendimento nos últimos encontros. Aliás, Quezada e Jason Cain, dois atletas que falharam a pré-época têm estado em sob rendimento na competição.

Apesar disso, no seio dos jogadores e da equipa técnica reina a crença na conquista dos dois pontos em disputa.    
 
O base Domingos Bonifácio poderá assumir a titularidade, em detrimento do Emanuel Quezada. O internacional angolano está a atravessar um bom momento de forma desportiva, a semelhança do jovem Gerson Gonçalves, uma das principais jóias da equipa tricolor.

A partida desta noite é de difícil prognóstico, a julgar pela qualidade dos dois planteis. A entrada da segunda jornada do Grupo A, o 1º de Agosto ocupa o primeiro lugar, com três pontos, seguido do Recreativo do Libolo e Atlético Petróleos de Luanda, ambos com dois pontos cada. Atlético Sport Aviação (ASA), Grupo Desportivo Interclube e Clube Desportivo Marinha de Guerra ocupam as posições imediatas, todos com um ponto cada.


No 28 de Fevereiro
Aviadores testam esta noite os polícias


A capacidade competitiva da formação do Grupo Desportivo Interclube volta a ser testada hoje, a partir das 18h00, quando receber no Pavilhão 28 de Fevereiro, o Atlético Sport Aviação (ASA), em partida referente a segunda jornada do Grupo A da 38ª edição do campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BIC Basket.

Depois de pregar um susto ao Atlético Petróleos de Luanda na ronda inaugural, em que perdeu por 76-85, a equipa adstrita a Polícia Nacional vai aproveitar o factor casa para alcançar a primeira vitória. Alberto Babo, técnico português que este ano apostou no rejuvenescimento da sua agremiação, tem preparado o seu arsenal para bombardear a aeronave pilotado por Carlos António Dinis.

As duas colectividades têm como um dos pontos fortes a defesa, pelo que, se antevê uma partida bastante equilibrada. Gerson Domingos, campeão africano de sub-16, em 2013, assumiu de forma competente a posição um do Grupo Desportivo Interclube, onde também tem sido muito bem acompanhado pelo "veterano" Rominig Sambo. Paulo Márcio Barros, Alexandre Jongo, Fidel Cabito, Abdel Domingos, André Miguel e Tomie Edy são outras das unidades que têm estado em grande destaque no Interclube.

Entretanto, a equipa aviadora que na  ronda inaugural perdeu por escassos sete pontos de diferente (67-60), com a forte equipa do 1º de Agosto, parte motivado para o embate de logo mais. Carlos António Dinis conta no seu plantel com jogadores experientes, tais como Mayzer Alexandre e Vladimiro Ricardino que vão tentar liderar a primeira vitória da sua colectividade.

Entretanto, o líder do Grupo A, 1º de Agosto recebe às 18h00, no Pavilhão Victorino Cunha, o Clube Desportivo Marinha de Guerra. Com maior ou menor dificuldade, os pupilos de Ricard Casas vão seguramente garantir os dois pontos em disputa.
M.C