Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Jogo de titãs

Melo Clemente - 04 de Novembro, 2016

Petrolíferos e libolenses vão protagonizar a segunda partida da época desportiva 2016/2017

Fotografia: José Cola

Desprovido de duas das suas principais unidades, designadamente, Emanuel Quezada, base, e Jason Cain, extremo poste, a formação do Atlético Petróleos de Luanda defronta hoje, a partir das 19h00, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, a similar do Recreativo do Libolo, em partida a contar para a primeira jornada do torneio de apuramento à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano de basquetebol em seniores masculino, a decorrer no Cairo, Egipto, na primeira quinzena de Dezembro próximo. A partida de mais logo, será o reeditar da final do ano transacto, prova disputa no Pavilhão Arena do Kilamba.

O base dominicano naturalizado norte-americano chegou ontem a capital do país, Luanda (ver peça a parte), a fim de reforçar o arqui-rival, 1º de Agosto, ao passo que Jason Cain continua com a sua situação indefinida na formação do Eixo-viário.

Apesar destas contristardes, a equipa petrolífera, por sinal, detentora do ceptro africano, feito conseguido o ano passado em Luanda, vai em busca do passe de apuramento à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano da "bola ao cesto".

Sem ainda os reforços anunciados para a presente época desportiva, os pupilos de Lazare Adingono vão aproveitar a partida de mais logo para alcançarem a tão almejada desforra, depois de terem perdido há sensivelmente um mês frente aos libolenses, por 80-92, durante a disputa da oitava edição do prestigiado torneio Victorino Cunha, prova que visa homenagear a figura do antigo seleccionador nacional e um dos precursores do desenvolvimento da modalidade no país.

Com a ausência de Emanuel Quezada, a condução do jogo ofensivo dos petrolíferos da capital vai ser assumida pelo internacional angolano, Domingos Bonifácio, que doravante, passará a titular indiscutível na posição um (base).

Leonel Paulo, extremo poste, Teotónio Dó, Domingos Bonifácio, base,  Pedro Bastos, extremo base, Reggie Moore, extremo poste, e Gerson Goncalves, extremo base, serão seguramente as principais figuras que terão a missão de liderar as acções ofensivas da turma do Eixo-viário, sem desprimor pelos demais atletas.Conscientes do valor indiscutível da formação da  vila de Calulo, no seio do grupo liderado pelo camaronês, Lazare Adingono, não se fala noutro coisa, senão no triunfo na partida desta noite, onde o equilíbrio será a tónica da partida, a julgar pelo valor dos dois plantéis.

Entretanto, moralizado com a conquista da oitava edição do torneio Victorino Cunha, a formação do Recreativo do Libolo, agora sob a batuta do técnico espanhol, Hugo López, vai procurar surpreender novamente o seu adversário, a fim de alcançar o segundo triunfo consecutivo na presente época desportiva.

Depois de ter sofrido uma "sangria", com as saídas dos internacionais angolanos, Carlos Morais e Bráulio Morais, atletas que se transferiram para o Sport Lisboa e Benfica e 1º de Agosto respectivamente, o novo timoneiro conseguiu formar um grupo coeso. Aliás, a classe evidenciada durante o torneio Victorino Cunha atesta perfeitamente o poderio da formação do Recreativo do Libolo, que conta no seu palmarés com apenas um troféu a nível da Taça dos Clubes Campeões Africano, feito conseguido pelo técnico português, Norberto Alves, contra os dois troféus do Atlético Petróleos de Luanda.

Olímpio Cipriano, Eduardo Mingas, Roberto Fortes, Valdelício Joaquim e Milton Barros, todos internacionais angolanos, constituem os principais rostos do represente da província do Cuanza Sul.

Já o 1º de Agosto folga hoje por imperativo de calendário, devendo entrar em cena amanhã, sábado, para defrontar o Recreativo do Libolo, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, encerrando o torneio zonal no domingo, quando enfrentar o arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda para o encerramento da competição.

A prova será disputada no sistema de todos contra todos a uma volta, apurando-se para a fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano, com palco no Cairo, Egipto, os dois primeiros classificados.

A competição ficou reduzida a três equipas, devido à desistência dos representantes dos países que compõem a zona VI, nomeadamente, Moçambique, África do Sul, Zimbabwe, Zâmbia, Lesotho, Swazilândia, República Democrática do Congo, Congo Brazzaville, entre outros.




Qualificação
Gildo Santos
está optimista


O base do 1º de Agosto, Hermenegildo Santos, mostrou-se esta terça-feira, em Luanda, optimista na qualificação da equipa à Taça de África dos Clubes Campeões em basquetebol, a ter lugar em Dezembro, no Egipto, face à qualidade do plantel.

Na antevisão à Angop do zonal VI de apuramento, a decorrer de 4 a 6 deste mês, em Luanda, o atleta referiu que os níveis psicológico e competitivo da equipa estão bons, tendo o grupo estado a trabalhar no sentido de garantir uma das duas vagas da região austral, neste torneio a ser disputado com as equipas do Petro de Luanda (campeão africano em título) e Recreativo do Libolo.

O jogador mais valioso (MVP) do campeonato nacional transacto reconheceu que será uma missão difícil, em função das qualidades dos adversários, mas adiantou que a equipa está focada no objectivo e tudo fará para contrapor os seus oponentes.

“Penso que qualquer uma das três equipas está dotada de qualidades suficientes para dignificar o país, em função do grau de competitividade que apresentamos a nível africano. Não será fácil, mas estamos crentes que vamos conseguir”, disse.


Conclave
Clubes reúnem
em assembleia


Destituir o elenco da Associação Provincial de Basquetebol de Luanda (ABL), liderada por Leonor Ceita José da Costa de Almeida, bem como a criação de uma Comissão de Gestão para gerir o basquetebol da capital nos próximos tempos, constituem entre outros, os principais temas a serem aflorados hoje, sexta-feira, a partir das 10h00, pelos clubes da capital na assembleia-geral extraordinária, acho a decorrer numa das salas de reuniões do órgão reitor da modalidade no país, sita no Complexo da Cidadela Desportiva.

O conclave vai igualmente elege a nova Comissão Eleitoral, que vai ter a missão de criar as condições necessárias para a realização do novo pleito eleitoral na Associação Provincial de Basquetebol de Luanda, para além de aprovar a proposta do calendário eleitoral.

Depois de ter sido derrotado nas urnas, pelo antigo árbitro internacional, Carlos Júlio, Leonor Ceita José da Costa de Almeida, presidente cessante, impugnou o acto, tendo a comissão eleitoral, presidida por Lizete Maria de Sousa A.F. e Silva, coadjuvado por Euclides Loureiro P. Bravo da Rosa, remarcado um nono pleito que contou apenas com a lista liderada pela presidente cessante.

O acto foi vivamente condenado pelos principais clubes da capital, designadamente, 1º de Agosto, Futebol Clube Vila Clotilde, Grupo Desportivo Interclube, Grupo Desportivo Marinha de Guerra, Grupo Desportivo da Banca, Atlético Petróleos de Luanda e Grupo Desportivo O Maculusso, que solicitaram uma assembleia-geral extraordinária para se solucionar a crise que se instalou na APBL. M. C