Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kobe Bryant "dobra" estrelas

02 de Abril, 2016

Kobe Bryant recebe um salário de 23,5 milhões de dólares norte-americanos no Los Angeles Lakers.

Fotografia: AFP

A disputar a última época da carreira pela NBA, Kobe Bryant recebe um salário de 23,5 milhões de dólares norte-americanos no Los Angeles Lakers. O valor assusta e é impressionante comparado com a remuneração dos astros da WWE, a luta encenada dos Estados Unidos, divulgada pela revista "Forbes".

O montante recebido por Bryant é maior do que os cinco maiores salários da WWE juntos. A maior estrela da organização, John Cena, recebe 9,5 milhões de dólares. Na sequência, vem o ex- UFC Brock Lesnar (USD 6 milhões), Triple H (USD 2,8 milhões), Randy Orton (USD 2,7 milhões) e Seth Rollins (USD 2,4 milhões). Todos juntos somam 23,4 milhões de dólares, 100 mil dólares a menos que o recebido pelo astro do basquetebol.

Aos 37 anos, Kobe Bryant colecciona cinco títulos da NBA pelo Los Angeles Lakers, único clube que defendeu na carreira. Além disso, o extremo -base conquistou duas medalhas de ouro com a selecção dos Estados Unidos, nos Jogos Olímpicos de Beijing'2008 e Londres'2012.


VÍDEO
D'Angelo Russell
pede desculpas


O novato do Los Angeles Lakers, D´Angelo Russell, envolveu-se numa polémica com os seus colegas de equipa após divulgar um vídeo em que Nick Young admite trair a namorada, a cantora rapper Iggy Azalea. Após ser criticado pela atitude, o atleta veio a público pedir desculpas.

"Sinto-me tão mal quanto seria possível. Já fui perguntado 110 vezes e todas as vezes a minha resposta e o meu sentimento foi o mesmo", explicou Russell.

No último jogo dos Lakers, a apertada vitória por 102 - 100 sobre o Miami Heat, o jogador foi amplamente vaiado pela claque ao ser anunciado na formação inicial, algo que Russell disse que já esperava.

"Não posso aparecer em nenhum lugar sem que as pessoas manifestem ódio contra mim neste momento. Vou lidar com essa questão do jeito certo e vou lembrar-me porque estou aqui para jogar basquetebol", declarou Russell.

O atleta disse que se arrependeu da situação e gostava de poder fazer as coisas da forma correcta, mas já não é possível. Russell ainda lamentou ter prejudicado o relacionamento do colega ao dizer que esta não era a sua intenção.

"Já me expliquei ao Young, pedi-lhe desculpas. Não sei se as aceitou. Mas não o culpo (caso não tenha aceitado)", finalizou Russell.

O astro da companhia, Kobe Bryant, comentou sobre a polémica e encarou com bom humor a situação ao dizer ter aconselhado Russell ao melhor estilo de "Mestre Yoda", o famoso instrutor de jedis do filme Star Wars. "Tive a oportunidade de falar com ele mais cedo. Tudo o que pude fazer foi incorporar a minha melhor personificação do Yoda e dar aqueles conselhos sábios. Um dia vai passar. As adversidades são sempre duras, especialmente, num grupo de jovens. Sempre vai haver luz, mesmo nos momentos mais escuros. Mesmo quando não se consegue ver isso", disse Kobe.