Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kobe Bryant com regresso frustrante nos Lakers

10 de Dezembro, 2013

Durante o tempo em que jogou o base anotou apenas nove pontos pelos Lakers

Fotografia: AFP

Kobe Bryant voltou a pisar o Staples Center, em Los Angeles, e a jogar quase oito meses depois do último jogo, mas os Lakers perderam diante dos Toronto Raptors (94-106).O veterano jogador de 35 anos, recuperou da grave lesão no tendão de Aquiles, contraída a 12 de Abril, somou nove pontos em pouco mais de 28 minutos, mas não conseguiu ajudar a sua equipa a bater a modesta equipa canadiana, como tinha feito em Março passado com um total de 41 pontos.

Foi um Robe Bryant ainda longe da sua melhor forma, sem elasticidade e explosão, a tentar ajustar-se a uma equipa, que já consentiu dez derrotas em dezanove jogos. Mesmo assim, a pouco mais de seis minutos do final, com o resultado em 81-89, o público do Staples chamou por Bryant: «We want Kobe (Queremos o Kobe)».

A estrela dos Lakers voltou a entrar, mas não conseguiu evitar o desaire diante de uma equipa de Toronto que se tinha apresentado desfalcada da sua maior estrela: Rudy Gay que assinou pelos Sacramento.Kobe Bryant foi duro na avaliação ao desempenho, após quase oito meses de paragem devido a lesão. “Nesta altura, a minha forma física é como m... de cavalo. Tenho de trabalhar muito mais”, começou por dizer Bryant depois de fazer nove pontos, oito ressaltos e 4 assistências nos 28 minutos em que esteve em campo.

Sobre o tempo em que esteve parado, o base também teve uma tirada inspirada: “Foi estranho, pois a última vez em que estive oito meses sem jogar ainda estava na barriga da minha mãe. O regresso à competição sim, soube-me mesmo muito bem.”“Mas foi um completo fracasso. Não me sinto nada bem com isso. Vou para casa e vou ver o jogo”, insistiu com uma promessa: “Trabalhei no duro no verão para chegar a este momento, mas senti-me estranho na altura de lançar, pelo que tenho de ganhar pernas para aguentar o jogo.”

NBA
Boston supera New York Knicks


Em partida realizada na tarde de domingo pela NBA, o Boston Celtics venceu o New York Knicks por 114-73.Pelo lado do Boston, os destaques foram J. Crawford (23 pontos e cestinha da partida) e J. Sullinger (21 pontos). Nos Knicks, Carmelo Anthony foi o principal marcador, com 19 pontos, seguido de Stoudemire, com 17.O brasileiro Vitor Faverani actuou pouco mais de sete minutos e não marcou nenhum ponto.Com a vitória, o Boston Celtics chegou à quarta posição da Conferência Leste (dez vitórias e 12 derrotas). O New York Knicks ocupa a penúltima posição (cinco vitórias e 14 derrotas).

Transferências
Brooklyn mais reforçado


O Brooklyn Nets, do multimilionário russo Mikhail Prokhorov, mostrou-se a equipa mais activa no mercado de transferências na tentativa de armar um conjunto capaz de vencer o Miami Heat, actual bicampeão da NBA, na conferência Leste.O Boston Celtics, a equipa mais vencedora da Liga, com 17 títulos, começou uma etapa de reconstrução total, deixando Kevin Garnett e Paul Pierce, dois futuros membros do Hall da Fama, mudarem-se para o

Brooklyn e contratar o jovem Brad Stevens, de apenas 36 anos, como novo treinador.Eis as principais transferências da pré-temporada da NBA: Dwight Howard (poste): do Los Angeles Lakers para o Houston Rockets; Kevin Garnett (extremo poste): do Boston Celtics para o Brooklyn Nets; Paul Pierce (base): do Boston Celtics para o Brooklyn Nets; Andrei Kirilenko (extremo): do Minnesota Timberwolves para o Brooklyn Nets; Jason Terry (base): do Boston Celtics para o Brooklyn Nets; Andrew Bynum (poste): do Philadelphia 76ers para o Cleveland Cavaliers; Metta World Peace (extremo): do Los Angeles Lakers para o New York Knicks; Luis Scola (extremo poste): do Phoenix Suns para o Indiana Pacers; Andre Iguodala (extremo): do Denver Nuggets para o Golden State Warriors; Brandon Jennings (base): do Milwaukee Bucks para o Detroit Pistons; Gerald Wallace (extremo): do Brooklyn Nets para o Boston Celtics; José Calderón (base): do Detroit Pistons para o Dallas Mavericks; Marco Belinelli (extremo base): do Chicago Bulls para o San Antonio Spurs; Eric Bledsoe (extremo base): do Los Angeles Clippers para o Phoenix Suns; Andrea Bargnani (extremo poste): do Toronto Raptors para o New York Knicks; Doc Rivers: do Boston Celtics para o Los Angeles Clippers; Mike Brown: sem clube para o Cleveland Cavaliers; Brad Stevens: da Universidade de Butler (Indianapolis) para o Boston Celtics; Jason Kidd: de jogador do New York Knicks para treinador do Brooklyn Nets.