Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kobe quer estar nos Jogos Olímpicos

12 de Novembro, 2015

Kobe quer estar nos Jogos Olímpicos

Fotografia: AFP

O extremo baser Kobe Bryant, pode ser uma das estrelas a desembarcar no Rio de Janeiro em 2016, para a disputa dos Jogos Olímpicos. O astro do Los Angeles Lakers revelou o desejo de disputar a competição, pela equipa norte-americana de básquetebol e mostrou-se empolgado com a possibilidade de comandar a selecção: "seria divertido".Aos 37 anos e a pensar em aposentar-se da NBA no final da temporada, os Jogos podiam ser o último palco de Kobe Bryant."Significaria o mundo para mim estar ao lado desses caras", resumiu a estrela. Kobe já conquistou medalhas de ouro em 2008 (Pequim) e 2012 (Londres)."Acho que posso continuar a relação, que já tenho com a maior parte dos jogadores, para conversar e estar próximo para entender o que vier. Apenas, por estarmos juntos seria divertido", complementou o extremo base.


NBA
Warriors continuam   
imbatíveis na prova


Os campeões, Golden State Warriors, mantiveram na madrugada desta terça-feira o seu início de temporada imaculado, ao somar o oitavo triunfo em outros tantos encontros na NBA, ao vencerem os Detroit Pistons por 109-95.Apesar de Stephen Curry ter tido a  pior noite da temporada, com "apenas" 22 pontos, menos 12 do que a média que tinha nos anteriores sete jogos, o conjunto californiano conseguiu mais um triunfo, fica a apenas um do seu melhor início de temporada, quando, em 1960/61, começou a época com nove vitórias, numa altura em que ainda estava sediado em Filadélfia.

Klay Thompson, foi o melhor marcador dos Warriors, com 24 pontos, numa partida em que também estiveram em destaque os suplentes Andre Iguodala (13 pontos), Leandro Barbosa (10) e Andrew Bogut (8 pontos e 9 ressaltos), que regressou à competição após falhar seis encontros.Os Warriors podem igualar o seu melhor registo, no início de uma temporada, na quinta-feira (3h00) , se ganharem na visita aos Memphis Grizzlies, que somaram a quinta derrota em oito encontros, frente aos Los Angeles Clippers, por 94-92.