Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Kobe refuta aposentao

22 de Fevereiro, 2015

Fs de Kobe Bryant podem ficar tranquilos jogador confessa estar longe da aposentao apesar de se encontrar lesionado

Fotografia: AFP

Os fãs de Kobe Bryant podem estar tranquilos. Em entrevista à TV NBA, o astro do Los Angeles Lakers, de 36 anos, afastou a possibilidade de se aposentar e citou o San Antonio Spurs como o efeito de comparação. Afastado pelo restante da época devido a uma lesão no ombro, o camisola 24 falou ainda sobre as críticas públicas ao actual elenco da sua equipa, além das comparações com Michael Jordan.

“Não posso dizer que é o fim. Eu pensei que os Spurs estavam acabados há 20 anos, e esses jogadores ainda estão a vencer (conquistaram o título da NBA da época 2013/2014). Então, para responder à pergunta, eu não posso dizer que este é o fim da minha era, porque eu pensava que a (era) deles (Spurs) já tinha acabado e eles ainda estão aí. Então, espero que eu possa ter o mesmo renascimento”, declarou Kobe.

Apelidado por ele mesmo de “Black Mamba”, Kobe sofre com seguidas lesões na  carreira. Na última época passou por uma cirurgia no tendão de Aquiles e depois fracturou o joelho esquerdo. Ambas as lesões na perna esquerda. No dia 26 de Janeiro deste ano, o jogador lesionou o ombro esquerdo e teve de abandonar a partida com o New Orleans Pelicans. Depois de realizar exames, o atleta ficou a saber que ia ficar nove meses afastado das quadras.

Dono de uma personalidade forte, Bryant continua com a língua afiada. Na actual época, as críticas do jogador às actuações dos seus companheiros foram notícias de importantes veículos que cobrem o desporto. Ele afirmou que um líder nem sempre diz o que os outros gostam de ouvir, mas está sempre a pensar na evolução da equipa. Os Lakers, hoje, ocupam a penúltima colocação da Conferência Oeste, com 40 derrotas e 13 vitórias.

“A liderança é solitária, mas está tudo bem. Eu não vou ter medo de confrontar alguém para nos levar onde precisamos de ir. O maior o erro de concepção é quando as pessoas pensam que o sucesso (de uma liderança) é quando todos se abraçam e gritam “Yeah”, uns dão palmadinhas nas costas dos outros. Esta não é a realidade. Se você vai ser um líder, você não vai agradar a todos. Eu ia comparar com isso. Você preferia sentar-se à mesa para jantar com uma pessoa que fica com medo de dizer que tem algo no seu dente e você fica a sorrir pelo restaurante, ou com alguém que não se importava de ter o momento desconfortável de dizer que tem algo nos dentes para você poder tirar e não parecer um idiota na frente dos outros? Eu vou dizer que você tem algo no dente, e é sua escolha se você  tira ou deixa”, explicou o polémico camisola 24 dos Lakers.

Kobe Bryant afirmou ainda que tem muito de espírito competitivo de Michael Jordan. Questionado se há algum jogador da nova safra com uma postura semelhante à sua, o jogador indicou Russell Westbrook, do Oklahoma City Thunder, eleito MVP do All Star Game 2015.