Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Libolenses vergam militares

Melo Clemente - 19 de Março, 2014

Militares continuam a liderarem o Grupo A agora com cinco pontos apesar da derrota

Fotografia: José Soares

Com Olímpio Cipriano em grande plano (24 pontos), a formação do Recreativo do Libolo recebeu e venceu, ontem, no Complexo do Dream Space, em Viana, o 1º de Agosto por 78-69, em partida de maior cartaz do Grupo A da 36ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol em seniores masculinos.

Com esta vitória, o Libolo encurtou a vantagem do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, somando agora quatro pontos, contra cinco pontos dos militares e petrolíferos da capital, no primeiro posto.

Fruto da apatia defensiva demonstrada, fundamentalmente, no primeiro período, a equipa do Recreativo do Libolo, que continua desprovido do extremo-base Carlos Morais, entrou melhor no desafio, conseguindo um parcial de 9-2, quando estavam jogados quatro minutos e 45 segundos.
Paulo Macedo, sentindo a apatia dos seus jogadores, solicitou um "time out", desconto de tempo que surtiu o efeito, tendo a formação militar fixado o placar em 17-19.

Com o internacional angolano Olímpio Cipriano em noite de grande inspiração, os libolenses conseguiram um parcial de 20-14, o que perfez 37-33, a favor do representante da vila de Calulo.
Contra toda as expectativas, as duas colectividades guardaram o espectáculo para fim, com a formação do Libolo a sobrepor-se ante um 1º de Agosto que se mostrou preso nos movimentos.

Nesta etapa de jogo houve nada mais, nada menos do que quatro igualdades (58-58, 63-63, 65-65 e 67-67), facto que atesta perfeitamente o equilíbrio na partida. Na ponta final, o Libolo superiorizou-se ante um 1º de Agosto que teve de se render as evidências do seu opositor.

Cedric Ison, com 24 pontos, e Reggie Moore, com dez pontos, destacaram-se na formação militar, ao contrário dos demais colegas que estiveram em sob rendimento. Francisco Pacheco, na ponta final, quase que comprometeu o excelente trabalho do trio de arbitragem, ao oferecer um passe de bola ao 1º de Agosto, quando o resultado final já estava definido.

1º de Agosto e Petro de Luanda tém cada cinco pontos, contra quatro do Libolo, no terceiro lugar. Interclube ocupa a cauda da tabela, com dois pontos.

FICHA TÉCNICA

Complexo do Dream Space:
Com pouca assistência
Comissário: Manuel Cristôvão
Arbitragem: Fernando Pacheco "Baganha", Francisco Pacheco e David Manuel
Libolo: Francisco Sousa (2), Olímpio Cipriano (24), Luís Costa (8), José Miguel (0), Edson Ferreira (0) Braúlio Morais (12), António Monteiro (0), Moses Sonko (6 ), Abdel Bouckar (3), Eric Coleman (15), Filipe Abraão (0), Eduardo Mingas (8).
Treinador: Norberto Alves

1º DE AGOSTO:
Edson Ndoniema (3), Armando Costa (6), Adilson Baza(0), Mário Correia (9), Reggie Moore (10), Felizardo Ambrósio "Miller" (9), Joaquim Gomes "Kikas" (6), Mutu Fonseca (2), Cedric Ison (24), Carlos Almeida (0), Agostinho Coelho (0), Edmir Lucas (0).
Treinador: Paulo Macedo
Marcha do marcador: 17-19, 37-33, 58-52, 78-69

BAI BASKET
Petro de Luanda
aplica chapa cem


Os petrolíferos da capital regressaram as vitórias ao derrotarem ontem, no Pavilhão 28 de Fevereiro, o Clube Universidade Lusíada, por expressivos 100-79, em partida a contar para a terceira jornada do Grupo A da 36ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol em seniores masculinos.

Depois de ter baqueado frente ao arqui-rival, 1º de Agosto, na ronda anterior, a turma do Eixo-viário não facilitou e cilindrou ontem a modesta formação da Universidade Lusíada, equipa sensação da fase regular da edição 36 do BAI Basket.

O resultado volumoso atesta perfeitamente a superioridade do Atlético Petróleos da Luanda que acabou por somar o seu quinto ponto no Grupo A.
Sem Miguel Kiala e Hermenegildo Mbunga, ambos lesionados, os petrolíferos da capital dominaram praticamente os 48 minutos de jogo, apesar da Lusíada ter resistido em algumas etapas do jogo.

Ainda ontem, para o Grupo B, o Atlético Sport Aviação (ASA) que na ronda anterior baqueou frente ao Vila, por 80-70, cilindrou a já debilitada equipa do Clube Amigos de Viana, por expressivos 123-46.
M.C

NBA
Thunder verga Bulls


Os Oklahoma City Thunder não foram à festa dos Chicagos Bulls, vestidos de verde para comemorar o dia de São Patrício (17 de Março), e deixaram o United Center com um triunfo por 97-85 debaixo do braço.

Uma vez mais o destaque da equipa da capital do estado de Oklahoma foi Kevin Durant, que anotou 35 pontos (aumentou para 32 jogos seguidos com 25 ou mais pontos)  - mais 12 ressaltos para o duplo-duplo - e levou os companheiros a uma vantagem que chegou a ser colocada em perigo no último período do jogo, quando os Bulls reagiram,  reduziram a distância para apenas quatro pontos a oito minutos do final.

Nada que impedisse os Thunder de ribombar na casa do adversário, com Russel Westbrook - impedido de actuar frente aos Dallas Mavericks (madrugada de segunda-feira) - a dar uma preciosa ajuda, a ficar bem perto do triplo-duplo: 17 pontos, nove ressaltos e nove assistências. Na 37.ª vitória dos Thunder em 67 jogos, merecem ainda destaque Serge Ibaka (15 pontos), Caron Butler (12) e Nick Collison (11). 

Nos Chicago Bulls, Taj Gibson foi o melhor marcador, com 16 pontos, com Carlos Boozer a somar um duplo-duplo de 12 pontos e 11 ressaltos. Jimmy Butler acrescentou 13 pontos e Mike Dunleavy 11, enquanto Joakim Noah, que agarrou 12 ressaltos e ofereceu nove  assistências ficou-se pelos nove pontos.