Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Libolo desfalcado no jogo com o Petro

Melo Clemente - 28 de Janeiro, 2014

Libolenses perdem a liderança do Campeonato Nacional mas tencionam recuperar o primeiro lugar frente ao Petro de Luanda

Fotografia: Jornal dos Desportos

Braúlio Morais, base, e António Monteiro, extremo base, desfalcam a equipa do Recreativo do Libolo do Cuanza Sul que esta quinta-feira recebe no Complexo do Dream Space, em Viana, o Petro de Luanda, em desafio de acerto para a  VIII jornada da primeira volta da fase regular da XXXVI edição do BAI Basket.Os atletas encontram -se ao serviço da Selecção Nacional de sub-23 em Goa, que de 23 a 27 do mês em curso, participaram nos III Jogos da Lusofonia.

Depois de falhar o desafio da última sexta-feira, frente ao Grupo Desportivo Interclube, em que os libolenses venceram, por 101-87, em partida acerto de calendário, os dois influentes jogadores podem voltar a desfalcar o Recreativo do Libolo que perdeu a liderança da edição 36 do BAI Basket para o 1º de Agosto, que comanda a prova, agora com 19 pontos, contra 18 dos actuais vice-camepões nacionais. Apesar do valor dos atletas, Norberto Alves, tem soluções para colmatar a ausência das duas unidades.

Assim, a condução do jogo ofensivo dos libolenses pode ser da responsabilidade do jovem Francisco Sousa, ao passo que na posição de extremo, Norberto Alves não vai encontrar grandes dificuldades, já que é a área do jogo onde o Libolo provavelmente está melhor dotada, com os internacionais angolanos Carlos Morais e Olímpio Cipriano.Mesmo «desfalcado», no seio da equipa do Libolo não se fala noutra coisa senão no reassumir da liderança da XXXVI edição do Campeonato Nacional, competição que se mantém invictos a uma partida para à conclusão da primeira volta da fase regular da referida prova.

Em nove partidas disputadas na presente edição do BAI Basket, o representante da vila de Calulo somou igual número de vitórias.Hoje, a formação do Recreativo do Libolo realiza mais uma sessão de treino, no Complexo do Dream Space, sede dos libolenses que estão fortemente engajados na conquista do BAI Basket, troféu que se encontra em posse do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.Entretanto, o Petro de Luanda regressou na madrugada de ontem ao país, depois de um curto estágio em Houston, Estados Unidos, começa a projectar o desafio desta quinta-feira, diante do Recreativo do Libolo.

NACIONAL DE SUB-18
Paulo Madeira satisfeito com os resultados


O presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Paulo Madeira, manifestou-se satisfeito pelos resultados alcançados durante a disputa dos campeonatos nacionais de basquetebol de sub-18, em feminino e masculino, realizados na cidade do Lubango.“Estamos muitos satisfeitos. Foi uma festa para os jovens. Conseguimos ter aqui os melhores jovens de Angola nessa categoria. Por isso, estamos muitos satisfeitos com o resultado final desse campeonato”, reconheceu.  Paulo Madeira referiu que o futuro da modalidade está garantido pois é importante “valorizar o trabalho feito pelos técnicos e clubes de formação”.  

O responsável assegurou que a Federação está a fazer um esforço muito grande para regularizar a questão das inscrições, controlo das idades para garantir desta forma a verdade desportiva e  acabar com os esquemas das idades falsas. Paulo Madeira avançou que o órgão que dirige está atento aos atletas que jogam com idades falsas e criam expectativas incorrectas.

“Criando expectativas sobre atletas por vezes não nos podem dar nada no futuro, porque jogam em categorias com as idades que não são as suas. Então, estamos atentos a isso e não há outro caminho”, defendeu Paulo Madeira. Recorda-se que o campeonato nacional masculino consagrou o 1º de Agosto, como bi-campeão nacional, seguido pelo Petro de Luanda. A Casa Pessoal do Porto do Lobito posicionou-se em terceiro e o Sporting do Bié em, quarto lugar.O atleta Carlos Cabral, do 1º de Agosto, foi considerado o MVP (Jogador Mais valioso) da prova, enquanto o troféu de melhor cestinha coube a Sílvio Sousa, também do 1º de Agosto, com 170 pontos.
GAUDÊNCIO HAMELAY - LUBANGO


Macedo elogia
trabalho de Mané


O treinador do 1º de Agosto, Paulo Macedo, enalteceu sábado último o trabalho que o seu homólogo, Emanuel Trovado «Mané» está a desenvolver na formação do Sporting de Benguela, equipa que ascendeu esta temporada ao escalão maior da «bola ao cesto».Paulo Macedo teceu estas considerações na vitória da sua colectividade, na dupla jornada do fim-de-semana, frente ao Sporting local, por 87-57 e 98-37 respectivamente.

«Trata-se de uma equipa jovem bem treinada e com bons jogadores, mas é preciso dar tempo, ajuda e deixar o treinador Mané continuar o trabalho por si iniciado, isto por causa da necessidade de o seu plantel ganhar experiência à altura da competição. Espero que esse projecto não morra por este ano», salientou Paulo Macedo, que apelou aos empresários que dêem uma ajuda porque o Sporting é uma boa equipa», ressaltou.No seu entender, com mais incentivos à volta do trabalho que se está a fazer deve ser possível ter no futuro uma equipa muito competitiva.Paulo Macedo acredita que, pelo bom nível de basquetebol apresentado, quem esteve no Pavilhão Joaquim Araújo não saiu defraudado.

BASQUETEBOL
Sporting é campeão nacional


A equipa feminina do Sporting Clube de Benguela em sub-18 é o novo campeão nacional de basquetebol ao derrotar o 1º de Agosto por 67-62 na partida da final, disputada no domingo, no pavilhão gimnodesportivo do Benfica do Lubango. Num verdadeiro espectáculo da bola ao cesto e impróprio para cardíacos, a  equipa do 1º de Agosto assumiu as rédeas do jogo e venceu os dois primeiros quartos por 18-11 e 33-24. Mas as comandadas de Agostinho Figueiredo estavam determinadas, inverteram o resultado no terceiro quarto ao triunfar por 49-46.

No último quarto, a partida ganhou outra motivação. A equipa do Sporting de Benguela, mais ousada, confiante e concretizadora, ampliou o resultado até fixar no último quarto em 67-62. Com esse resultado, a formação de Benguela destronou as militares do Rio Seco.No final da partida, o treinador da equipa vencedora, Agostinho Figueiredo, era um homem feliz por ter conseguido levar o troféu à galeria da agremiação. O técnico revelou que o clube ambicionou o troféu desde o campeonato realizado na província do Bié, onde havia saído como vice-campeã.

“Respeitamos a equipa do 1º de Agosto com humildade, é uma equipa muito forte, mas desde a primeira fase melhorámos os sectores três e um, o que permitiu ultrapassar os adversários. Está de parabéns o Sporting de Benguela. As atletas lutaram muito; houve luta e dinâmica. Por isso, estão de parabéns as minhas atletas”, disse Agostinho Figueiredo.Conformado com a derrota, o treinador do 1º de Agosto, Gaspar Neto, reconheceu que as suas atletas não souberam dar a volta ao resultado nos momentos decisivos.“Temos de aceitar que a equipa de Benguela é campeã nacional; ganhou, é e a justa vencedora. O 1º de Agosto não soube dar a volta ao resultado em momentos decisivos. Faltou a atitude defensiva e quando se defende mal nesses jogos equilibrados, é prejudicial. Vamos esperar o próximo ano”, afirmou.

Para o terceiro lugar, o Maculusso derrotou o Interclube por 68-58.Na classificação final, o Sporting Clube de Benguela é líder, seguido pelo 1º de Agosto, Maculusso, Interclube de Luanda, Benfica do Lubango e Sporting Petróleos do Bié.A atleta Madalena da Silva, do Sporting Clube de Benguela, com 158 pontos, foi considerada a melhor cestinha da competição, assim como levou otroféu de MVP (Jogadora Mais Valiosa).Os campeonatos nacionais de basquetebol de Sub-18, em feminino e masculino, decorreram na cidade do Lubango, de 18 a  28 deste mês, com a participaçao de seis formações.
GAUDÊNCIO HAMELAY, NO LUBANGO

MASCULINO
1º de Agosto revalida título 

A equipa de basquetebol do 1º de Agosto masculinos em sub-18 conquistou pela segunda vez consecutiva o título de campeão nacional ao triunfar na final diante do Petro de Luanda por expressivos 73-69.Os militares perdiam nos três primeiros quartos por 13-14, 24-31 e 53-50. No último quarto, a partida ganhou outra motivação, com destaque aos triplos, arremessos a meia-distância, smaches e bons pormenores técnicos que coloriram o espectáculo. Todavia, a equipa orientada tecnicamente por Jaime Covilhã cometeu menos erros e derrotou dificilmente o Petro de Luanda por 79-69.

No final da partida, Jaime Covilhã, treinador do 1º de Agosto, referiu que graças à solidariedade nas tarefas defensivas, o conjunto do Rio Seco ganhou o jogo. Reconheceu ter sido muito difícil defender os jogadores talentosos do Petro de Luanda.Devido a essa postura, atitude durante toda a fase de jogo, foi-nos permitido ser campeões. O 1º de Agosto recusa-se a perder e é uma equipa vencedora. E os vencedores nunca desistem. Só por isso é que vamos até ao final. Temos uma capacidade mental que nos permite em momentos mais decisivos de jogo estar concentrados e com alguma sorte chegar à posição de vencedor”, destacou o técnico.

O técnico-adjunto do Petro de Luanda, Dário Vigário, considerou a derrota de “inesperada” pelo facto de a equipa ter pecado nas acções ofensivas e no lançamento exterior. “Falhámos muito no nosso forte que é o lançamento exterior. Quase não marcámos e o 1º de Agosto esteve bem; soube defender-se bem e foi mais inteligente e ganhou o jogo por dez pontos”, argumentou.
GAUDÊNCIO HAMELAY, NO LUBANGO

NBA
Miami Heat vence
San Antonio Spurs


Os Miami Heat receberam e venceram os San Antonio Spurs por 113-101, na reedição da final da última temporada, que também terminou com o triunfo do conjunto da Flórida. Contudo, ao contrário do sucedido no verão passado, os bicampeões não tiveram problemas para vencer e chegaram mesmo a estar na frente por mais de 20 pontos no terceiro período.Desta forma, o quarto período acabou por constituir uma formalidade, onde os texanos limitaram-se a controlar os estragos, e reduzir a desvantagem.

Chris Bosh (24 pontos com 9 em 10 em lançamentos de campo) e LeBron James (18 pontos, sete ressaltos e seis assistências) foram os obreiros do triunfo de Miami. Do lado contrário, o veterano Tim Duncan destacou-se com 23 pontos.Entretanto, o Brooklyn Nets venceu pelo placar de 85-79 o Boston Celtics, do poste novato brasileiro Vitor Faverani, em partida da temporada regular da NBA.

Faverani marcou dois pontos em cinco minutos de acção ao converter um arremesso de quadra, além de ter conseguido um ressalto.O destaque dos Nets foi o pposte Andray Blatche com 17 pontos na quinta vitória seguida da franquia, que se mantém em segundo lugar na Divisão do Atlântico.Os Celtics (15-31), com oito derrotas nos últimos dez jogos, tiveram como destaque o extremo Brandon Bass, com 17 pontos e oito ressaltos.