Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Libolo e Petro jogam no Dream Space

Helder Jeremias - 27 de Janeiro, 2017

Líder da competição testa a invencibilidade na competição diante dos petrolíferos

Fotografia: Jornal dos Desportos

Um prato recheado de bons condimentos. É a proposta do jogo entre o Recreativo de Libolo e o Petro de Luanda, hoje, às 18h00, no pavilhão do Dream Space, em Viana. O líder da competição recebe em casa o terceiro classificado, ávido de se manter no ciclo de vitórias, depois de dar uma "cabazada" ao 1º de Agosto  em pleno Rio Seco. O jogo de grande emoção agita  a partida da décima primeira jornada do BIC Basket'2016-2017.

Recreativo de Libolo e Petro de Luanda protagonizam sempre jogos equilibrados. As duas equipas estão recheadas de executantes excelentes. A equipa de Calulo, às ordens da dupla Hugo Lopes e Miguel Trovoada "Mané", tem a seu favor a residência e o público muito fiel. Em todos os jogos, a claque oferece apoio necessário que torna o Dream Space em "ambiente hostil" aos visitantes.

Para lograr a vitória em casa do adversário, o Petro de Luanda vai ter muita serenidade. O "sexto" jogador do Recreativo de Libolo é "não prestável". Incomoda durante o tempo todo de jogo.

A equipa de Lazaré Andigono mostra-se temerária, mercê da sangria de algumas unidades influentes na manobra ofensiva e defensiva. Contudo, cumpre à risca um programa de treinos com vista a tornar mais funcional os diagramas tácticos assentes na sua filosofia de jogo. O espírito colectivo incutido aos discípulos permite obter a celeridade na transição defesa-ataque e noutras anuances.

No comando da tabela classificativa, com 18 pontos, a equipa de Calulo não pretende quebrar a invencibilidade diante dos petrolíferos que ocupam a terceira posição com menos três pontos (15). Hugo Lopes e Miguel Trovoada "Mané querem evitar "o sofrimento" por que viveu o 1º de Agosto na jornada anterior em pleno pavilhão Vitorino Cunha, quando viu a equipa do Eixo Viário se mostrar superior.

Hugo Lopes e Miguel Trovoada sabem que a irreverência do técnico Andigono, coadjuvado pelo ex-base da selecção nacional, Beijamim Avó, representa um factor que não se pode negligenciar, sob pena de ver gorada a manutenção do estatuto de equipa invicta na primeira fase da maior competição doméstica. Os petrolíferos já fazem as contas para tomar de assalto a liderança da prova. Na partida de amanhã, defrontam o Interclube de Alberto Babo. 

A 11ª jornada do Bic Basket é uma mão cheia de outras opções. Reserva também as aliciantes partidas entre o Interclube - Vila Clotilde, no pavilhão 28 de Fevereiro; a Marinha de Guerra e o Atlético Sport Aviação medem forças no pavilhão Vitorino Cunha e o Progresso Sambizanga recebe a Universidade Lusíada no anexo II da Cidadela Desportiva.

Está marcada para amanhã, a décima segunda jornada, o seja, a quarta jornada da segunda volta do Bic Basket'2016-2017. O 1º de Agosto joga diante da modesta Universidade Lusíada, às 16h00, no pavilhão 28 de Fevereiro, à mesma hora que o ASA e Progresso Sambizanga defrontam-se no anexo II da Cidadela Desportiva, Vila Clotilde e a Marinha travam duelo às 18h00 no pavilhão 28 de Fevereiro e Interclube cruza com o Petro de Luanda no pavilhão anexo da Cidadela.

Na tabela de classificação geral, o Recreativo do Libolo lidera com 18 pontos, à frente do 1º de Agosto (16), Atlético Petróleos de Luanda (15), Interclube (14), Marinha de Guerra (13), Progresso Sambizanga (12), Vila Clotilde (9), Atlético Sport Aviação (8) e Universidade Lusíada (8).