Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Libolo quer manter passada

Melo Clemente - 11 de Fevereiro, 2017

Pavilhão do Dream Space em Viana vai estar esta noite ao rubro

Fotografia: Kindala Manuel

Líder incontestável da XXXIX edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, com 26 pontos, a formação do Recreativo do Libolo recebe hoje, a partir das 18h00, no Pavilhão do Dream Space, em Viana, a similar do 1º de Agosto, em partida de maior cartaz da sexta jornada da segunda volta da fase regular do BIC Basket, décima sexta no geral.

Depois de ter ultrapassado ontem de forma natural a equipa do Progresso Associação Sambizanga, o Recreativo do Libolo, actual vice-campeão nacional, volta a ser testado esta noite, desta, diante dos actuais campeões nacionais.

Motivados com a excelente prestação que têm patenteado na fase regular da XXXIX edição do Campeonato Nacional da "bola ao cesto", onde em 13 partidas amealharam igual número de triunfos, os pupilos de Hugo Lopez vão procurar manter esta noite a senda de vitórias e, consequentemente, cimentar cada vez mais a liderança da tabela classificativa do BIC Basket.

Apesar de jogar no seu reduto, os libolenses estão conscientes das dificuldades que vão encontrar para superarem os actuais campeões nacionais, pelo que, o técnico espanhol ao serviço  do Recreativo do Libolo vai colocar uma equipa que seja capaz de neutralizar as acções ofensivas dos visitantes.
Sem o jovem base, Gerson Domingos, que poderá regressar ao Grupo Desportivo Interclube, o jogo ofensivo dos libolenses estará sob responsabilidade do norte-americano, Jakel Foster, para além do internacional angolano, Milton Barros.

Clinicamente a formação Libolo respira saúde, pelo que, Hugo Lopez vai poder contar com todas as suas principais unidades, com realce para Olímpio Cipriano, Eduardo Mingas, Valdelício Joaquim, Roberto Fortes, todos internacionais angolanos, entre outros.

Entretanto, a equipa militar que consentiu derrota no primeiro turno da competição, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, por 88-91, está disposta em travar o ciclo de vitórias do seu adversário.Os militares terão que se transfigurar hoje, se quiserem colocar termo ao ciclo de derrotas, em face do "desgaste" físico, já que defrontou ontem o arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda. O histórico na presente época desportiva é penoso para o Clube Central das Forças Armadas Angolanas. Em cinco partidas disputas com os libolenses, os militares somaram igual número de derrotas. 66-91, para a Supertaça Wlademiro Romero, 55-78, no Torneio Victorino Cunha, 68-69, no zonal de apuramento à Taça dos Clubes Campeões Africano, 78-83, na fase final da Taça dos Clubes Campeões Africano e 88-91, na primeira volta da fase regular da XXXIX edição do BIC Basket.

Apesar de reconhecer o potencial do Libolo, Ricard Casas, técnico principal do 1º de Agosto, quer quebrar hoje o enguiço.

Ainda hoje, para a décima sexta jornada, o Atlético Petróleos de Luanda recebe às 16h00, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva, a Universidade Lusíada, e a mesma hora, mas no Pavilhão 28 de Fevereiro, o Grupo Desportivo Interclube defronta o progresso Associação Sambizanga.
Já o Futebol Clube Vila Clotilde medirá forças com o Atlético Sport Aviação (ASA), às 18h30 minutos, no Pavilhão 28 de Fevereiro.


Solidariedade
Receitas do All Star Games beneficiam lares


As receitas que serão arrecadadas da venda dos bilhetes do jogo das estrelas, denominado "Pura ALL STAR GAMES", a ter lugar no dia 25 deste mês, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, em Luanda, vão beneficiar três lares de acolhimento de crianças carenciadas.   

A informação foi avançada na quarta-feira pelo coordenador da prova, João Santos, por ocasião da apresentação oficial do certame, sob a égide da Refriango, em parceria com a Federação Angolana de Basquetebol (FAB).

De acordo com o responsável, as receitas da segunda edição da “Pura All Star Games” irão reverter para os centros de acolhimento de crianças Arnaldo Janssen, Meninas Horizonte Azul e Pequena Semente.

Os ingressos da prova têm o custo de quinhentos kwanzas.

O evento vai juntar nomes sonantes do basquetebol da actualidade que actuam no “BIC Basket”, com destaque para Armando Costa, Emanuel Quezada (bases) do 1º de Agosto, Olímpio Cipriano e Roberto Fortes (extremos) do Recreativo do Libolo do Cuanza Sul, Reggie Moore e Pedro Bastos, ambos do Petro de Luanda.

Foram seleccionados para equipa técnica, Carlos Diniz (ASA), Lazare Adingono (Petro de Luanda), Ricardos Casas (1º de Agosto) e Paulo Macedo (Marinha de Guerra).

A primeira edição da Pura All Star Games realizou-se em 2015.