Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Libolo vence Cduan e lidera a classificao

Hlder Jeremias - 12 de Fevereiro, 2012

Estudantes foram apresas fceis para Libolo

Fotografia: Jornal dos Desportos

O Recreativo do Libolo mostrou-se muito coeso no jogo da 11ª Jornada da primeira volta do Bai Basket, disputada, ontem à tarde, no pavilhão anexo número II da Cidadela Desportiva, que venceu por 94-71 ao Clube Desportivo Universidade Agostinho Neto.A rapaziada de Calulo entrou para o jogo descontraída, por conta do historial do adversário, conhecido pelo desempenho razoável, mas foram surpreendidos pela bem delineada estrutura dos universitários, cuja excelente interpretação do esquema táctico esboçado pelo técnico Eugénio Amaral se reflectia nas dificuldades que o sector ofensivo libolense atravessou para transpor o último reduto do Cduan, obrigando Raul Duarte a utilizar os meios ao alcance para mudar o rumo dos acontecimentos.

A história do jogo resume-se na superioridade do plantel às ordens de Raul Duarte, até porque a qualidade de atletas que ostenta não pode ser comparada com a modesta formação que teve pela frente, embora ainda denunciando as debilidades que todavia existem, em termos físicos e técnicos. O Cduan fez pela vida e soube mostrar que dispõe de argumentos para esta época criar muitos calafrios aos adversários com os quais vai cruzar-se, quer na fase regular, quer na de grupos. Na parte inicial, o Recreativo de Libolo, na condição de visitante, tinha a sua armada virada para o ataque e descurou a componente defensiva, razão pela qual os universitários conseguiram, de soslaio, fazer finalizações e equilibrar a pontuação no período que terminou com a diferença de sete pontos a favor do Libolo, no primeiro quarto (25-18), e de 10, no segundo (49-39).

Muito embora o Cduan se tenha batido até aos derradeiros minutos com muita determinação, Raul Duarte conseguiu inverter o cenário, na medida em que tinha ao seu dispor várias alternativas, contrariamente a Eugénio Amaral, cuja equipa era possuída pelo desgaste físico, permitindo o paulatino afastamento na fase complementar, em que saíram a perder os dois quartos por 66-57 e 94-71.

Petro versus Sporting 
Ainda ontem, o Atlético Petróleos de Luanda cilindrou o Sporting de Luanda por 96-45, numa partida em que os comandados de Alberto Babo não precisaram de fazer esforços adicionais, tal era a fragilidade do adversário, em que predominam atletas nos primeiros passos na maior competição doméstica. Os leões da capital, tecnicamente orientados por Gabriel António, souberam dignificar as cores do clube ao perderem pelos parciais de 31-16, 61-23, 79-35 e 96-45.

Ficha técnica 

Pavilhão anexo número II da Cidadela Desportiva, Jogo da XI jornada da fase regular da 34ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior masculino entre o Clube Desportivo Universidade Agostinho Neto (Cduan) e o Clube Desportivo e Recreativo do Libolo, sob arbitragem de António Bernardo, Clésio Francisco e Francisco Tandu. As equipas alinharam:CDUAN-Kiaru Silva(9), Garrido Petence(0), Gerson Santos(4), Gaspar Bango(7), Martinho Lubabi(23), José António(8), Augusto Sungunga(6), Manuel Tandala(2), Ivo Luango(10), Amesi Masudi(2), Osvaldo Bazar(0)
Técnico- Eugénio Amaral

CRD. Libolo- José Salvador(7), Olímpio Cipriano(11), Luís Costa(14), Francisco Sousa(3), Edson Ndoniema(16), Mayzer Alexandre(5), Vladmir Gerónimo(7), Abdel Moussa(5), Tommie Eddie(11), Idelfonso Kiteculo(0), Edson Nilukilwa(0)
Técnico- Raul Duarte      

>> Taça Compal 
Petro defronta CAB
no dia dos namorados

O dia de namorados vai ser especial para o Petro de Luanda. A equipa do Eixo-Viário defronta dia 14 o CAB Madeira de Portugal, na primeira jornada da Supertaça Compal em basquetebol sénior masculino, no pavilhão Acácias Rubras, na cidade de Benguela. O condimento da partida é especial para os petrolíferos, campeão nacional, que voltam à competição um ano depois. Na sua estreia, ocuparam a terceira posição e, em 2011, na segunda edição da competição, disputada em Lisboa (Portugal), não se qualificaram.

Alberto Babo e pupilos entram para a prova com o objectivo de conquistar o troféu e oferecerem às cara-metades um troféu muito especial. Do outro lado, vai estar a equipa portuguesa, que se estreia na prova. Os tugas vão competir com a mesma meta e o embate vai ter sabores diferentes no final. No mesmo dia, duas horas antes, às 17h00, para o grupo B, FC Porto defronta o Maxaquene de Moçambique. A vitória tem o pendor virado para a equipa azul e branca de Portugal. Dia 18, em Luanda, os terceiros classificados de cada grupo defrontam-se na disputa do quinto a sexto lugares, ao passo que os segundos confrontam-se, para o terceiro e quarto posto. Dia 19, os primeiros jogam a final.

Calendário da taça compal

Grupo A

Petro de Luanda (Angola)
Libolo (Angola)
CAB (Portugal)

Grupo B
FC Porto (Portugal)
Maxaquene (Moçambique)
1º de Agosto (Angola)
14 de Fevereiro
FC Porto - Maxaquene (17h)
CAB Madeira - Petro Luanda (19h)
15 de Fevereiro
Petro Luanda - Libolo (17h)      
FC Porto - 1º de Agosto (19h)       
16 de Fevereiro
Libolo - CAB Madeira (17h)                  
Maxaquene - 1º de Agosto (19h)