Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Liga anuncia um acordo com donos dos Clippers

01 de Junho, 2014

"A NBA, Shelly Sterling e a Sterling Family Trust resolveram hoje a disputa pela propriedade

A Liga norte-americana de basquetebol (NBA) anunciou na sexta-feira ter chegado a acordo com a família Sterling, proprietária dos Los Angeles Clippers, pondo assim fim a todos os processos em curso.

Este acordo abre a via formal para a transacção dos Clippers para a posse do antigo "patrão" da Microsoft Steve Ballmer por cerca de dois mil milhões de dólares.

Em comunicado, a NBA anunciou o cancelamento das diligências para destituir o co-proprietário da equipa Donald Sterling, dando sequência à negociação encetada pela sua mulher, Shelly Sterling, com Ballmer.

"A NBA, Shelly Sterling e a Sterling Family Trust resolveram hoje a disputa pela propriedade dos Los Angeles Clippers", lê-se no comunicado. "Com este acordo, os Clippers vão ser vendidos a Steve Ballmer, dependendo da aprovação do Comité de governadores da NBA", acrescenta o documento.

Apesar das objecções reveladas pelos advogados de Donald Sterling, Shelly negociou a venda, sublinhando em comunicado que o acordo foi estabelecido "sob a sua autoridade, como único curador da The Sterling Family Trust, que detém os Clippers". A NBA estava a forçar a família Sterling a vender a equipa devido a comentários racistas proferidos por Donald Sterling. O preço anunciado hoje, por uma equipa que nunca ganhou um título, constitui um recorde da NBA.

Também representa um lucro enorme para Donald Sterling, que comprou a equipa em 1981 por apenas 12 milhões de dólares. Ballmer - que foi presidente do conselho de administração da Microsoft desde 2000 até este ano - afirmou que adora basquetebol e que vai "fazer tudo ao seu alcance para garantir que os Clippers continuam a vencer - e a vencer em grande - em Los Angeles".

O acordo foi alcançado na noite de quinta-feira, após vários interessados no negócio terem feito ofertas, noticiou a imprensa norte-americana.

NBA
Heat "atropelam"
Pacers rumo à final


Os Miami Heat "atropelaram" os Indiana Pacers no jogo seis da final da Conferência Este ao vencerem por 117-92 e asseguraram a possibilidade de discutir o título da NBA pela quarta vez consecutiva, um feito que valeu a entrada num clube selecto onde só estavam Los Angeles Lakers e Boston Celtics. Os Heat somam três títulos de campeão em 2006, 2012 e 2013.

Os campeões da Conferência Este ficam agora à espera do desfecho da final do Oeste, entre Oklahoma City Thunder e San Antonio Spurs. Os texanos lideram os play- offs por 3-2.

Os Pacers não tiveram qualquer hipótese num jogo em que o desempenho da equipa foi o espelho da parte final da fase regular, com 13 derrotas nos últimos 23 jogos. A verdade também é que as estrelas dos Heat não estiveram pelos ajustes, sobretudo LeBron James, que tinha registado a pior marca da carreira na partida anterior.

Os Heat chegaram ao intervalo em vantagem por 60-34, com James "on fire" rumo ao cesto e na resposta às provocações dos adversários Lance Stephenson e Norris Cole, que levou mesmo um "correctivo".

O extremo terminou o jogo com 25 pontos, cinco ressaltos e seis assistências, com Chris Bosh a acrescentar outros 25 pontos e mais oito ressaltos. Dwyane Wade e Rashard Lewis contribuíram com 13 pontos cada. Estes números de James e Bosh só tiveram paralelo em Paul George, que fez 29 pontos e oito ressaltos, pois David West não passou dos 16 pontos e quatro ressaltos, enquanto Stephenson  ficou-se pelos 11 pontos e quatro ressaltos.