Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Lusíada aposta no feminino

Melo Clemente - 25 de Fevereiro, 2014

Meninas da extinta equipa do Juventude de Viana vão doravante representar as cores da formação da Universidade Lusíada de Angola

Fotografia: AFP

A formação da Universidade Lusíada vai contar doravante com uma equipa sénior feminina de basquetebol, depois de ter absorvido a formação do Juventude de Viana, grémio extinto recentemente do panorama desportivo nacional, de acordo com António Luvualo, responsável para o basquetebol da equipa universitária.

António Luvualo assegurou por outro lado, que a direcção da Universidade Lusíada está a fazer tudo no sentido de legalizar as 14 basquetebolistas, que anteriormente representavam as cores do Juventude de Viana, junto da Associação Provincial de Basquetebol de Luanda e do órgão reitor da modalidade do país. A apresentação oficial da equipa deve acontecer em princípio no decorrer desta semana.

«De facto a Universidade Lusíada vai absorver a equipa sénior feminina de basquetebol do Juventude de Viana, agremiação que como é do domínio público foi extinta muito recentemente. Por iniciativa do doutor Rui Mingas decidimos integrar estas senhoras porque pretendemos também contribuir para o engrandecimento do desporto e particularmente o basquetebol», afirmou António Luvualo.

Para além das 14 atletas que doravante vão representar as cores da Universidade Lusíada nas competições sob a égide da Associação Provincial de Basquetebol de Luanda (APBL) e da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), a direcção do clube vai reintegrar a equipa técnica. António Luvualo anunciou que a sua agremiação vai disputar o campeonato provincial sénior feminino da «bola ao cesto» cujo arranque está aprazado para a primeira quinzena do mês de Março.

«Estamos a fazer tudo para que administrativamente o clube esteja organizado porque queremos começar a competir já. A primeira prova é já o campeonato provincial de Luanda cujo arranque está previsto para o dia 10 de Março próximo», asseverou o responsável para o basquetebol da Universidade Lusíada.

Entretanto, as atletas vão ainda beneficiar de bolsas de estudo à semelhança do que acontece com a equipa sénior masculino que este ano está a realizar uma época irrepreensível na 36ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol, vulgo BAI Basket. «É uma política que o clube tem apostado, aliar a actividade desportiva à actividade académica e vai acontecer o mesmo à nossa equipa sénior feminino de basquetebol», finalizou António Luvualo.

Depois de ter falhado a Taça de Angola e o Campeonato Nacional, a direcção do Juventude de Viana decidiu extinguir a equipa sénior feminino de basquetebol, grémio que tinha a Mecanagro, como principal patrocinadora.

BAI Basket
Recreativo do Libolo conserva liderança


A formação do Recreativo do Libolo manteve a liderança da edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, apesar de ter perdido a invencibilidade na prova, fruto da derrota que sofreu sábado último diante do Atlético Petróleos de Luanda, por 83-102. Apesar do desaire, o primeiro da época desportiva 2013/2014, os libolenses partilham o primeiro lugar da tabela classificativa do BAI Basket, com 31 pontos.

O facto de ter vencido o Clube Central das Forças Armadas Angolanas, o grémio da vila de Calulo mantém o primeiro lugar.Depois de 720 minutos sem consentir qualquer desaire, os comandados de Norberto Alves, consentiram finalmente a sua primeira derrota na competição.Em 16 partidas disputadas até aqui, o Recreativo do Libolo conseguiu 15 vitórias, tendo averbado apenas uma derrota.

A formação do Libolo traçou como meta na presente época desportiva a conquista da edição do Campeonato Nacional da «bola ao cesto» vai decidir o primeiro lugar da fase regular frente ao 1º de Agosto. Já o Atlético Petróleos de Luanda, equipa que quebrou o ciclo vitorioso dos actuais vice-campeões nacionais ascendeu ao terceiro posto, agora com 25 pontos.                              
M.C

NBA
Durant em grande
na derrota do Thunder

Por vezes, nem mesmo Kevin Durant em grande forma chega para garantir vitórias. Exemplo disso mesmo foi o triunfo dos LA Clippers na visita a Oklahoma, num embate muito equilibrado e que só ficou decidido dentro do último minuto e meio (125-117). Durant, a maior estrela dos Thunder, anotou 42 pontos e distribuiu dez assistências - a primeira vez que ultrapassou os 40+10 -, mas esse esforço tornou-se insuficiente perante a mão quente de Jamal Crawford. Os 36 pontos do atirador foram a cara de um cinco iniciais dos Clippers em grande forma, que viu apenas nove pontos «saltar» do banco.

O momento decisivo do encontro chegou a 1.40 m do fim, quando Kevin Durant teve à disposição dois lances livres para passar para a frente do marcador, quando este registava 116-115 para os californianos. O extremo falhou e Crawford, no outro lado, não perdoou com um dos cinco triplos que concretizou. No lado dos Clippers, nota ainda para as exibições de Chris Paul (18 pontos e 12 assistências), bem como de DeAndre Jordan (18 pontos e 12 ressaltos), que empurraram a equipa de Los Angeles para a 38ª vitória da época.

NBA
Poste Jason Collins
assina pelo Brooklyn


O veterano poste Jason Collins  de 35 anos, primeiro jogador da NBA a  declarar-se abertamente homossexual, assinou domingo um contrato de dez dias com o Brooklyn Nets. A assinatura de contrato de Collins, que não jogava desde a última época, quando terminou sem vínculo com o Washington Wizards, voltou a ter uma grande repercussão na comunicação social.

Ele, que treinou por conta própria durante todo o tempo em que esteve fora da liga, na sua residência em Los Angeles, tem médias de 1,1 ponto e 1,6 ressaltpto em 713 partidas disputadas em 14 anos na NBA, sete deles nos Nets quando a franquia tinha sede em Nova Jersey.O gerente geral dos Nets, Billy King, disse através de um comunicado que a decisão de assinar com Collins «é uma medida de basquetebol».

«A equipa precisa melhorar a profundidade nos ataques e, com a experiência e estatura de Collins, acreditamos que vamos  conseguir», acrescentou.Collins conhece bem o técnico dos Nets, Jason Kidd, com quem jogou durante  muitos anos na equipa, e actuou com o extremo base Joe Johnson durante três épocas no Atlanta Hawks. Além disso, o poste passou meia temporada no Boston Celtics na época  2012-13 ao lado de Paul Pierce e Kevin Garnett antes de ser transferido aos Wizards.

Sobre a orientação sexual de Collins, Garnett declarou que «ele não  vai encontrar nenhum problema dentro da equipa» e que «é importante que qualquer pessoa que tenha a capacidade (de jogar no nível de Collins).