Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Macedo com difíceis escolhas

Melo Clemente - 15 de Agosto, 2013

Expectativa tem marcado os últimos dias dos decacampeões africanos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O seleccionador nacional, Paulo Macedo, define este sábado, os 12 embaixadores que vão representar o país na fase final da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações de Basquetebol, vulgo Afrobasket, prova a decorrer de 20 a 31 do mês em curso em Abidjan, capital da Costa do Marfim.O comandante dos decacampeões africanos vai excluir os três atletas 24 horas antes do embarque, via Casablanca, Marrocos, para o palco da competição, segundo apurou o Jornal dos Desportos.

A expectativa tem marcado o grupo liderado por Paulo Macedo, que na última segunda-feira encerrou a fase de jogos de controlo, vencendo a Universidade de Portland, por 83-78, conquistando o torneio internacional.Em face da performance alcançada pelos 15 atletas durante a etapa derradeira do estágio pré-competitivo efectuado em Pinto, arredores de Madrid, o seleccionador nacional assumiu publicamente que vai encontrar imensas dificuldades para definir os 12 embaixadores para o Afrobasket da Costa do Marfim, prova selectiva ao Campeonato do Mundo de 2014, a disputar-se em Espanha.

“Tivemos uma preparação muito boa e, neste particular, temos que destacar o empenho demonstrando pelos 15 jogadores durante o nosso estágio, fundamentalmente, na fase dos jogos de controlo”, disse Paulo Macedo, técnico que tem a espinhosa missão de recuperar o título perdido em 2011, a favor da Tunísia.Armando Costa, Milton Barros, Carlos Almeida, Carlos Morais, Olímpio Cipriano, Joaquim Gomes “Kikas”, Eduardo Mingas, Reggie Moore, Felizardo Ambrósio e Valdelício Joaquim têm os lugares assegurados, ao contrário de Roberto Fortes, Divaldo Mbunga, Hermenegildo Santos, Edmir Lucas e Leonel Paulo que vão disputar as últimas duas vagas, a fim de marcarem presença na fase final do Campeonato Africano.

Ao contrário do que tinha sido anunciado pela direcção da Federação Angolana de Basquetebol, a Selecção Nacional não embarca no dia 17 para o local da competição, mas no dia 18.Os decacampeões defrontam na próxima terça-feira a selecção de Cabo verde, na jornada inaugural da fase preliminar do Grupo C do Afrobasket. Moçambique e República Centro Africana completam o grupo. Até à data do embarque a Selecção Nacional vai realizar sessões de treino viradas essencialmente para aspectos de recreação.A Tunísia, campeã africana em título, está inserida no Grupo B, ao lado das selecções do Ruanda, Burkina Faso e Marrocos. Nigéria, Camarões, Congo e Mali fazem parte do Grupo D, ao passo que no Grupo A estão as selecções da Costa do Marfim, país anfitrião, Egipto, Senegal e Argélia.

CLASSIFICAÇÃO

GRUPO A
                     J   V  D  + P – P


1 C. Martin -----------------
2 Egipto     ------------------
3 Senegal  ------------------
4 Argélia   ------------------

GRUPO B
                   J   V  D  + P – P

1 Tunísia    ------------------
2 Rwanda   ------------------
3 B. Faso      ----------------
4 Marrocos --------------

GRUPO C
                    J   V  D  + P – P

1 Angola    ------------------
2 RCA   -----------------------
3 Moçambique ------------
4 Cabo Verde --------------


GRUPO D
                     J   V  D  + P – P

 1 Nigéria        ------------------
2 Camarões   -------------------
3 Mali  ------------------
4 Congo            -----------------


Jogos Dia 20     1º Jornada
RCA – Moçambique
Egipto – Senegal
Costa do Marfim – Argélia
Angola – Cabo Verde

Jogos Dia 21     1º Jornada
Rwanda – Burkina Faso
Camarões – Congo
Nigéria – Mali
Tunísia – Marrocos

Jogos Dia 22     2º Jornada
Cabo Verde – RCA
Argélia – Egipto
Senegal – Costa do Marfim
Moçambique – Angola

Jogos Dia 23     2º Jornada
Marrocos – Rwanda
Burkina Faso – Tunísia
Congo – Nigéria
Mali – Camarões

Jogos Dia 24     3º Jornada
Moçambique – Cabo Verde
Senegal – Argélia
Costa do Marfim – Egipto
Angola – RCA


AFROBASKET
Costa do Marfim organiza torneio


A Federação de Basquetebol da Costa do Marfim realiza desde o passado dia 13 em Abidjan um torneio internacional da modalidade, na antecâmara da fase final do Campeonato Africano das Nações da “bola ao cesto”.A selecção de Cabo Verde, integrante do Grupo C, a selecção B da Costa do Marfim, o Ruanda e um Misto de jogadores norte-americanos participam no certame.

O quadrangular é disputado no sistema de todos contra todos a uma volta, sagrando-se vencedora a equipa que somar o maior número de pontos.Hoje, a competição regista uma pausa, reatando amanhã, com a selecção do Ruanda a defrontar, às 16h00, o Misto de jogadores norte-americanos.Sexta-feira, a equipa B da Costa do Marfim mede forças, a partir das 10h00, com o Ruanda e duas horas mais tarde, o Misto de jogadores norte-americanos defronta a selecção de Cabo Verde. O torneio internacional termina no sábado. As selecções de Cabo Verde e do Ruanda foram as primeiras formações a pisar o solo costa-marfinense.

AFROBASKET
Cabo Verde contra “espionagem”

O presidente da Federação Cabo-Verdiana de Basquetebol (FCB), Kitana Cabral, denunciou na última terça-feira, na cidade da Praia, uma alegada prática de “espionagem” interna à volta da selecção nacional da modalidade para favorecer os seus adversários no Afrobasket 2013 de Abidjan, apurou a PANA de fonte federativa.Em declarações à Rádio de Cabo Verde, Kitana Cabral escusou-se a revelar o nome ou os nomes das pessoas que estão a “espiar” os treinos e os jogos de preparação da selecção cabo-verdiana, mas assegurou que a FCB “já tem informações concretas”  sobre o assunto e que “na altura própria” vai esclarecer o caso.

“Trata-se de um caso de espionagem”, assegurou, precisando que as pessoas (cabo-verdianas) que alegadamente estão a proceder à recolha de informações para fornecer ao(s) adversário(s) devem ser “um bocado mais patriotas”. "Os jogadores estão a trabalhar para defender o interesse de Cabo Verde e fazer isto é no mínimo feio”, lamentou Cabral, insistindo que existem pessoas no país a passar informações sobre a selecção de basquetebol às equipas adversárias.

Angola, Moçambique e República Centro-Africana são os adversários de Cabo Verde na fase de grupos deste torneio continental.A selecção cabo-verdiana de basquetebol traçou como meta no Afrobasket’2013 a conquista da Medalha de Bronze com vista à sua qualificação para o Campeonato do Mundo, a ser disputado no próximo ano em Espanha.