Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Macedo substitui Zé Carlos

Melo Clemente - 30 de Maio, 2013

Técnico militar torna-se no sexto comandante dos decacampeões Africanos da “bola ao cesto”

Fotografia: Kindala Manuel

A direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) vai apresentar hoje, às 10h00, nas suas instalações, sita no Complexo da Cidadela Desportiva, o técnico Paulo Macedo, como o novo seleccionador dos decacampeões africanos, em substituição de José Carlos Guimarães, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte federativa.

Depois de ter rescindido o contrato de trabalho com o técnico José Carlos Guimarães, no final da manhã de ontem, Paulo Madeira e os seus colaboradores reuniram-se de emergência no seu gabinete, no período da tarde, para se encontrar o substitudo então seleccionador nacional.

Dois nomes estavam sobre a mesa, designadamente, Alberto de Carvalho “Ginguba”, técnico que conduziu o cinco nacional ao nono título africano, isto em 2007, prova disputada em Angola, e Paulo Macedo, tendo a escolha recaido para este último.

De acordo com a nossa fonte, a excelente campanha realizada pela equipa do 1º de Agosto na temporada 2012/2013, onde a formação militar conquistou nada mais, nada menos, do que cinco troféus, dos seis que disputou, isto a nível doméstico e além fronteiras, pesou de que maneira na hora da decisão.

O internacional angolano vai dirigir a Selecção Nacional no Campeonato Africano das Nações de Basquetebol em seniores masculinos, vulgo Afrobasket, com palco na Costa do Marfim, de 20 a 31 de Agosto próximo, competição selectiva ao Campeonato do Mundo de Espanhã, prova a decorrer em 2014.

Depois de ter sido indigitado como técnico principal da equipa militar, no princípio da época recém terminada, Paulo Macedo conquistou cinco títulos, designadamente, Supertaça Wladimiro Romero, Taça Victorino Cunha, Campeonato Nacional (BAI Basket), Taça dos Clubes Campeões Africanos e o Zonal de Maputo.

O técnico angolano vai ter a  missão de resgatar o título perdido em 2011, em Antananarivo, capital do Madagáscar, a favor da selecção da Tunísia.
Paulo Macedo torna-se deste modo, no sexto técnico dos decacampeões africanos, depois do professor Victorino Cunha, Mário Palma (luso-guineense), Luís Magalhães (português), Alberto de Carvalho “Ginguba” e José Carlos Guimarães.

 O combinado nacional segue viagem a 16 de Junho próximo, para a província do Bié, a fim de dar início a sua preparação, antecedido dos indispensáveis exames médicos, que serão realizados em princípio no Centro de Medina Desportiva.

Posteriormente, o grupo, agora às ordens de Paulo Macedo segue para a província de Benguela. De acordo com o plano de preparação apresentado recentemente pela direcção da Federação Angolana de Basquetebol, liderada por Paulo Alexandre

Madeira, o combinado nacional segue na primeira quinzena do mês de Julho, para o Reino de Espanha, palco do estágio pré-competitivo, antes de rumar para o local da competição, isto a 17 de Agosto, três dias antes do início do Campeonato Africano das Nações. Entretanto, Angola figura no Grupo C, juntamente com as selecções de Cabo Verde, Moçambique e República Centro Africana.

DECISÃO
Federação rescinde com José Carlos


A direcção da Federação Angolana de Basquetebol, presidida por Paulo Madeira, rescindiu unilateralmente ontem o vínculo contratual com o técnico José Carlos Guimarães, que devia conduzir os destinos da Selecção Nacional no Campeonato Africano das Nações, Afrobasket, a decorrer de 20 a 31 de Agosto próximo, na Costa do Marfim, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte próxima do ex-seleccionador nacional.

O técnico assinou um contrato válido por duas épocas, com a direcção cessante do órgão reitor da modalidade, liderada na altura por Gustavo da Conceição e viu ontem o seu “casamento” desfeito pelo actual presidente da FAB, Paulo Madeira.

As duas partes estiveram reunidas no fim da manhã de ontem, nas instalações da FAB, e José Carlos Guimarães ficou a saber que não orientava o cinco nacional no Campeonato Africano das Nações, prova selectiva para o Campeonato do Mundo de 2014, a disputar-se em Espanha.

Para minimizar eventuais encargos financeiros para o órgão reitor da modalidade, em face do rompimento unilateral do contrato que devia terminar logo após o Afrobasket da Costa do Marfim, Paulo Madeira convidou o ex-seleccionador nacional dos decacampeões africanos para assessorá-lo até ao fim do Campeonato Africano.

Esta proposta não foi bem acolhida por José Carlos Guimarães que já tinha apresentado a lista dos pré-seleccionados para a “operação” Costa do Marfim, abandonando de imediato as instalações da FAB. O rompimento entre José Carlos Guimarães e a direcção da FAB há muito que era anunciada por Paulo Madeira nos seus pronunciamentos públicos.
M.C


Convocatória
Extremo Edmir Lucas
entre os selecionados

Edmir Lucas, Islando Manuel, ambos extremos, e Hermenegildo Santos, base, todos do 1º de Agosto, constituem as principais novidades da lista da pré-selecção nacional que é divulgada hoje nas instalações da FAB pelo novo seleccionador nacional.

Se a integração de Islando Manuel e Hermenegildo Santos não constituem espanto, em função da brilhante campanha que tiveram ao longo da temporad

Proveniente da Inglaterra, Edmir Lucas vai marcar a sua estreia na pré-selecção nacional, tal como Hermenegildo Santos e Islando Manuel. Além destes atletas, a equipa militar fornece Armando Costa, base, Joaquim Gomes “Kikas” e Felizardo Ambrósio, ambos extremos poste.

Carlos Almeida, extremo base do 1º de Agosto, fazia parte do leque das opções de José Carlos Guimarães para o Afrobasket da Costa do Marfim, apesar de o atleta ter renunciado publicamente à pré-selecção.

O Interclube fornece dois atletas, Eduardo Mingas, poste, e Milton Barros, base. Edson Ndoniema, Domingos Bonifácio, Olímpio Cipriano e Vladimir Ricardino constam igualmente da lista.

Do Petro de Luanda foram chamados Paulo Santana, base, Carlos Morais, extremo, e Miguel Kiala, poste. Dos Estados Unidos foram convocados Yanick Moreira e Valdilício Joaquim, ambos postes.
M.C



NBA
Indiana Pacers
repõem empate


Os Indiana Pacers voltaram a empatar na final da Conferência Este depois de vencerem terça-feira os Miami Heat, actuais campeões, por 99-92. Apenas dois dias depois de terem regressado a casa com o pé esquerdo, perdendo por claros 114-96 no primeiro jogo em Indianápolis, os Pacers recompuseram-se e igualaram o confronto a 2-2.

Enquanto do "lado" Oeste os Spurs garantiram a vaga na final absoluta, depois de aplicarem um "correctivo" de 4-0 aos Memphis Grizzlies, Pacers e Heat voltaram a empatar, confirmando uma final de conferência bem mais equilibrada.



NBA
Hornacek comanda Phoenix Suns


Jeff Hornacek confirmado na passada terça-feira como o novo técnico dos Phoenix Suns, substituindo Lindsey Hunter no cargo. Aos 50 anos, esta é a primeira vez que Hornacek tem entre mãos a responsabilidade de ser o treinador principal de uma equipa da NBA e logo na formação onde debutou no campeonato profissional norte-americano, em 1986.

O técnico norte-americano era treinador assistente do Utah Jazz em 2011. Spurs estão na final Os San Antonio Spurs foram mais uma vez até Memphis para jogarem frente aos Grizzlies.

Em vantagem por 3-0 na final da Conferência Oeste, a equipa texana só precisava de mais uma vitória para chegar à discussão do título na NBA.
Tony Parker foi a figura da noite e colocou os spurs mais perto do título, com uma vitória por 93-86, terminou esta final de conferência com quatro vitórias (4-0).