Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Madeira nomeado na Fiba-Afrique

Melo Clemente - 17 de Novembro, 2016

Madeira, foi nomeado a 02 do mês em curso, pela Fiba-Afrique

Fotografia: Jornal dos Desportos

O presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Paulo Alexandre Madeira, foi nomeado a 02 do mês em curso, para coordenar a Comissão das Federações Nacionais da Zona VI, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte federativa.

A comissão ora criada pelo organismo que tutela a modalidade no continente africano, no caso a Fiba-Afrique, vai levar a cabo nos próximos anos uma forte reestruturação a nível do apoio às federações nacionais.

Melhorar as comunicações entre as federações nacionais da Zona VI com o organismo que comanda a modalidade no continente berço (Fiba-Africa), constitui igualmente outra das apostas da recém criada Comissão das Federações Nacionais, presidida pelo angolano, Paulo Alexandre Madeira.

Dado as debilidades administrativas que as mais distintas federações nacionais da Zona VI apresentam, "forçou" a Fiba-Afrique a criar a referida comissão que terá a missão de melhorar a capacidade de funcionamento das instituições desportivas.

De acordo com a nossa fonte, a África é tratada toda por igual pela FIBA-Mundo, mas, infelizmente verifica-se que o desnível entre as várias federações da África Negra, apresentava este tratamento como desigualitário, perante países como  Angola que está no top com Tunísia, Egipto Marrocos e Argélia. Entretanto, a Zona VI será escalonada em 3 níveis e a comissão irá levar a cabo essa nivelação.

Nos próximos anos Paulo Alexandre Madeira vai promover a capacidade de resposta das federações africanas às comunicações Fiba, à formação e outras situações que mostrem uma mais activa reacção.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Paulo Alexandre Madeira, traçou em linhas gerais os pontos a serem atacados nos próximos tempos.
"Temos necessariamente que usar países mais fortes para desenvolver os outros, isto passará por uma das nossas acções, tal como em Angola a associação provincial do Bié ajuda outras associações a crescer, ou Angola poderá ajudar a Namíbia”.