Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mafalda Barcelos falha Maputo

Melo Clemente - 20 de Junho, 2014

Operação Campeonato do Mundo da Turquia começa na capital moçambicana

Fotografia: José Soares

Mafalda Barcelos, atleta que milita no basquetebol português, vai falhar o Torneio Internacional de Maputo, por razões académicas, competição a decorrer de 20 a 25 do mês em curso, enquadrada nos festejos dos 39 anos de independência daquele país irmão do Índico, a comemorar-se no dia 25.

Em face desta ausência, o seleccionador nacional, Aníbal Moreira, viu-se obrigado a convocar a extremo Elsa Eduardo, da formação do Grupo Desportivo Interclube, para colmatar a "saída" da jovem Mafalda Barcelos que deveria marcar a sua estreia com as cores da Bandeira Nacional.

Das doze atletas inicialmente convocadas pela dupla técnica Aníbal Moreira e Elisa Pires e que curiosamente constam da lista para o Campeonato do Mundo da Turquia, apenas oito jogadoras estão disponíveis para a "operação Maputo".

Trata-se de Ana Gonçalves, Helena Zumo, Sónia Guadalupe, Letícia André, Rosa Gala, Mereciana Fernandes, Rosemira Daniel e Helena Viegas.
Nadir Manuel e Luísa Tomás, ambas bicampeãs africanas, foram "afastadas" do grupo devido a lesões, ao passo que Fineza Eusébio, a militar do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, e Mafalda Barcelos (Portugal) foram dispensadas por motivos académicos.

O seleccionador nacional chamou Ângelina Golombe, Cristina Matikiti e Elsa Eduardo, todas do Grupo Desportivo Interclube e Flora Bernardo, da formação da Universidade Lusíada.

Ontem, com o grupo completo, o seleccionador nacional voltou a trabalhar os aspectos técnicos e tácticos no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva.

Apesar destas contrariedades, designadamente as ausências de Nadir Manuel, Luísa Tomás, Fineza Eusébio e Mafalda Barcelos, a equipa técnica nacional vai aproveitar da melhor maneira possível o Torneio Internacional de Maputo para dar ritmo competitivo ao grupo de jogadoras que vão disputar o Campeonato do Mundo na Turquia.

A Selecção Nacional figura no Grupo D do Campeonato do Mundo da Turquia, ao lado das selecções dos Estados Unidos da América, actual campeã mundial, República Popular da China e Sérvia.

Já a selecção de Moçambique, que a par de Angola vai ser a representante do continente africano no mundial da Turquia, disputa a fase preliminar da competição no Grupo B, ao lado das similares da França, Turquia, país anfitrião, e Canadá.

A Espanha, República Checa, Brasil e Japão fazem parte do Grupo A, ao passo que a Austrália, Bielorrússia, Cuba e Coreia do Sul figuram no Grupo C.

Entretanto, a viagem para o país irmão do Índico acontece hoje, no período da tarde, sendo que no período matinal a dupla técnica Aníbal Moreira e Elisa Pires vai orientar a sessão derradeira do combinado nacional em solo pátio, segundo apurou o Jornal dos Desportos junto da Selecção Nacional.

Atletas que seguem hoje para Maputo: Ana Gonçalves, Helena Zumo, Sónia Guadalupe, Letícia André, Rosa Gala, Mereciana Fernandes, Rosemira Daniel, Helena Viegas, Ângelina Golombo, Flora Bernardo, Elsa Eduardo e Cristina Matikiti.


Torneio do Egipto
Selecção Nacional defronta Tunísia na estreia


A Selecção Nacional de basquetebol em seniores masculino defronta domingo, dia 22, a similar da Tunísia, em partida referente à primeira jornada do Torneio Internacional de Alexandria, Egipto, competição enquadrada no âmbito da preparação do combinado nacional que projecta a sua participação na fase final do Campeonato do Mundo em Espanha.

Desde as primeiras horas da tarde de ontem, naquele país do norte de África, os comandados de Paulo Macedo vão realizar hoje, duas sessões de treinos, na antecâmara ao desafio de estreia, frente à formação tunisina, carrasco do cinco nacional na final do Campeonato Africano das Nações, Afrobasket, prova disputada em Antananarivo, capital do Madagáscar, em 2011.

Depois de se terem defrontado na final de 2011, com vitória dos forasteiros, por 67-56, tunisinos e angolanos voltam a medir forças, desta para o Torneio Internacional de Alexandria.

Apesar de não estar na sua maior força, ao contrário do seu opositor, a Selecção Nacional vai em busca da tão almejada desforra,apesar de estar sem as suas principais unidades.

Sem Eduardo Mingas, Carlos Morais, Olímpio Cipriano e Armando Costa, atletas que constituem o núcleo duro da Selecção Nacional, Paulo Macedo está esperançado numa prestação positiva do seu grupo, que conta com três jogadores da selecção de sub-16, campeões africanos da categoria, nomeadamente, Bruno Fernandes, Alexandre Jungo e Sílvio Sousa."Temos um grupo bastante novo em função do processo de renovação que estamos a levar a cabo a nível da Selecção A. Independentemente disso, tudo faremos para representarmos condignamente o país no Torneio Internacional de Alexandria, asseverou o seleccionador nacional, antes da partida para o país do norte de África.

Para o Torneio Internacional de Alexandria, o técnico levou os seguintes atletas: Islando Manuel, Reggie Moore, Edmir Lucas, Hermenegildo Santos, Edson Ndoniema, Sílvio Sousa, Valdelício Joaquim, Alexandre Jungo, Adilson Ramos, Mutu Fonseca, Johne Pedro e Bruno Fernandes.   
M.C


Província do Bié
Associação defende
integração de atletas


O presidente da Associação Provincial de Basquetebol (APB) do Bié, Príncipe Paulo Rufino, defendeu a integração nos trabalhos da Selecção Nacional sénior feminina das atletas Nacissela Maurício e Catarina Camufal. As duas jogadoras foram capitã e vice-capitã do combinado angolano no último Campeonato Africano da categoria, disputado em Maputo, Moçambique.

Príncipe Paulo afirmou que mesmo que se esteja a apostar na renovação do conjunto, as duas atletas ainda têm muito para oferecer à Selecção Nacional e seria um estímulo para elas e as outras se fossem convocadas para os trabalhos de preparação para o Campeonato do Mundo na Turquia.

“Fala-se na renovação, mas eu ainda acho que a Nacissela Maurício e a Catarina Camufal deviam ainda fazer parte da Selecção Nacional que vai ao Campeonato do Mundo”, disse o responsável máximo do basquetebol no Bié.

O presidente da Associação e Basquetebol do Bié acrescentou que a convocação destas atletas seria para premiar tudo quanto elas fizeram, pelo sacrifício em campo e pelo quanto foram preponderantes nas conquista obtida pelo cinco nacional nos dois africanos.

“Pelo que elas fizeram na conquista do Campeonato Africano em Moçambique, eu acho que o seleccionador nacional devia olhar mais por elas, porque mesmo estando em fim de carreira, podem ser mais-valia para nossa selecção”, defendeu.

Principe Paulo disse, por outro lado, que o treinador nacional é soberano nas suas escolhas que faz.

“Pensamos que a ausência destas duas atletas não vai afectar o grupo de seleccionadas, visto que o treinador é o único que sabe como vai montar a sua equipa. E quero acreditar que o pensamento de renovação da Selecção Nacional vem trazer frutos positivos e que o nosso país vai fazer uma boa figura na fase final no Campeonato do Mundo na Turquia”, disse.
JOÃO CONSTANTINO | NO CUITO