Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Matamba abandona presidncia da Mesa da Assembleia-Geral

Juscelino da Silva - 14 de Fevereiro, 2019

Fotografia: DR

O presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Agostinho José Matamba, abandonou o cargo alegadamente por inerência de funções.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o antigo médico dos hendecacampeões africanos, afirmou que, nos últimos tempos, estava a ser difícil conciliar o cargo federativo com o de director do Hospital Américo Boavida.

Em face desta saída, Matos Cardoso, então vice-presidente da Mesa da Assembleia-Geral, passa doravante a assumir o cargo de presidente do referido órgão.

Agostinho José Mutamba recordou que, em 2016, aceitou o convite para integrar a direcção liderada por Hélder Martins da Cruz \"Maneda\", à última hora, depois de ter feito parte do elenco de Gustavo da Conceição. 

Após a nomeação para assumir as funções de director geral do Hospital Américo Boavida, a 14 de Novembro de 2017, pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, começou a ficar sem tempo para responder as preocupações da Mesa da Assembleia-Geral da FAB.

\"Desde a nomeação para o cargo de director do Hospital Américo Boavida, não consigo fazer mais nada. A minha vida é feita no hospital e em minha casa. Saio de casa à madrugada  e  volto de noite. Portanto, não tenho mais tempo para fazer nada, nem responder as preocupações da Mesa da Assembleia-Geral da FAB. Por este motivo, não tenho como continuar a desempenhar o cargo de presidente da Mesa da Assembleia-Geral da FAB. Conversei com o vice-presidente Matos Cardoso para me substituir e aceitou o convite. Doravante, responde pela Mesa da Assembleia-Geral\", esclareceu.

Agostinho Matamba reuniu com os membros de direcção, para os comunicar sobre a sua  indisponibilidade. Durante o mandato, apenas foi à FAB por duas vezes por falta de tempo. 

O antigo presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) assegurou, por outro lado, que nunca recebeu nenhuma carta de pedido de demissão de Hélder Martins da Cruz \"Maneda\".

\"Até o dia oito do corrente, altura em que escrevi para a Federação Angolana de Basquetebol, não recebi nenhuma carta de pedido de demissão do actual presidente de direcção da FAB e nunca me disse que colocaria o seu cargo à disposição\", frisou.