Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares desalojam petrolíferos do segundo lugar da "Final Four"

Melo Clemente - 30 de Abril, 2014

Clube Central das Forças Armadas Angolanas passeou ontem classe frente ao arqui-rival que se mostrou impotente durante o jogo

Fotografia: Paulo Mulaza

C Com 20 pontos do jovem base, Hermenegildo Santos, a equipa do 1º de Agosto recebeu e cilindrou ontem, no Pavilhão Victorino Cunha, o arqui-rival Atlético Petróleos de Luanda por 99-74, em partida de maior cartaz da terceira e última jornada da primeira volta da "Final Four". Com este triunfo, os militares desalojaram os petrolíferos da capital do segundo lugar da série A.

A equipa militar entrou determinada no desafio, ao contrário dos petrolíferos da capital, que se mostraram bastante apáticos, fundamentalmente, nos primeiros nove minutos. Liderados pelo Felizardo Ambrósio "Miller", Cedrick Ison, Edson Ndoniema, Hermenegildo Santos e Joaquim Gomes "Kikas", os militares superiorizaram-se principalmente no jogo exterior, onde o norte-americano fazia das suas, ante a passividade da defesa da equipa do eixo-viário.

Com Valdelicio Joaquim em sob rendimento, Lazare Adingono foi obrigado a efectuar mexidas, alterações essas que acabaram por surtir alguma efeito, mas o resultado já estava fixado em 30-21, a favor da equipa rubro e negra, ao cabo dos primeiros 12 minutos. Com um festival de lançamentos a longa distância, protagonizado pelo internacional cabo-verdiabo, Mário Correia, já no segundo quarto, o Clube Central das Forças Armadas Angolanas conseguiu uma vantagem de 21 pontos (54-33), quando restavam dois minutos e 53 segundos.

Nesta etapa, houve melhorias por banda do Atlético Petróleos de Luanda, quer do ponto de vista defensivo, quer no capítulo ofensivo, com Valdelicio Joaquim e Roderick Nealy a serem os principais responsáveis para a redução da vantagem dos militar de 21 pontos para 15. Nos primeiros 24 minutos, o poste Valdelicio tinha já anotado 12 pontos, contra 10 do seu companheiro de equipa, o norte- americano Nealy.

A formação rubro e negro manteve o domínio no terceiro quarto e quando restavam cinco minutos para o termo deste período, a equipa militar elevou para 24 pontos de vantagem (70-46). Ante a fragilidade da equipa do eixo-viário que não conseguiu suster as acções ofensivas do seu opositor, os militares limitaram-se a gerir a vantagem que traziam do terceiro período até ao apito final.

Hermenegildo Santos e Felizardo Ambrósio "Miller", foram os melhores marcadores da equipa militar, com 20 e 15 pontos, respectivamente. Valdelicio Joaquim e Roderick Nealy destacaram-se no Petro de Luanda, com 17 e 15 pontos. Com a vitória, mais do que merecida, estava consumada a grande desforra da final da Taça de Angola, em que a equipa militar foi batida pelo arqui-rival, por 96-89 e 88-82 respectivamente.

Ainda ontem, para a terceira e última jornada da primeira volta da série A, a formação do Recreativo do Libolo cilindrou o Grupo Desportivo Interclube, por 93-63. Com este triunfo, a equipa do Libolo terminou a primeira volta da "Final  Four" de forma invicta.

FAB RECEBE VISITA

A direção da Federação Angolana de Basquetebol recebe esta manhã, a partir das 11h00, nas suas instalações, sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda, uma delegação da sua congénere de Espanha, país que acolhe este ano o Campeonato do Mundo de basquetebol em seniores masculinos, prova a decorrer de 30 de Agosto a 14 de Setembro próximo.

A comitiva espanhola chefiada por Luís Padron Lopes, director geral da Casa África, organismo dependente do Ministério e Assuntos Exteriores e Cooperação do Reino de Espanha integra ainda Luís Ibarra, presidente da Autoridade Portuária das Palmas de Gran Canária, região onde o combinado nacional vai disputar a fase preliminar do Campeonato do Mundo da "bola ao cesto".

De acordo com Tony Sofrimento, director de Marketing e Relações Internacionais da federação angolana, os preparativos do Campeonato do Mundo vão dominar o encontro desta manhã.

REQUALIFICAÇÃO
Ministério remodela quadra do ASA

A quadra de basquetebol do Atlético Sport Aviação (ASA) vai beneficiar de trabalhos de recuperação, no âmbito do programa de apoio do Ministério da Juventude e Desportos aos diversos clubes da capital, do qual outros já beneficiaram da iniciativa, conforme apurou o Jornal dos Desportos de fonte do Minjud.

O Jornal dos Desportos procurou estabelecer contactos com o Minjud sem sucesso, para colher mais dados sobre esta empreitada, tal como os custos, mas o JD soube que a referida quadra vai ser transformada em Pavilhão Multiuso com melhores condições, em comparação com aquilo que era até aos últimos tempos, antes dessa empreitada.

As obras estão a cargo da empresa chinesa TSUN, Construction, Lda, e perspectiva-se que durem três meses, período em que o ASA vai ter de fazer os seus jogos das diversas competições fora do seu recinto, o que o obriga a recorrer ao arrendamento de um campo.

No local foi já montado o tapume à volta do edifício, com algumas demolições no interior da quadra, para a criação de espaços suficientes para a movimentação do pessoal e máquinas adstritos à empreiteira.Os trabalhos tiveram um considerável atraso, pois, o Minjud não queria dar prioridade ao assunto, visto que decorria sobre a direcção do ASA um processo no Tribunal, derivado do desentendimento entre elementos ligados a esse grémio desportivo.

Ultrapassado que foi o litígio, o Minjud entendeu liberar o projecto que até aqui estava arquivado, deu luz verde para remodelar e transformar-se a quadra do ASA num Pavilhão com melhores condições.
Augusto Panzo

FICHA TÉCNICA
Pavilhão: Victorino Cunha
Comissário: Domingos Simao
Arbitragem: Carlos Júlio, David Manuel e Deidi Figueira

1º  DE AGOSTO: Edson Ndoniema (8), Armando Costa (4), Adilson Baza (0 ), Mário Correia (10), Reggie Moore (14), Felizardo Ambrósio "Miller" (15), Joaquim Gomes "Kikas" (4), Mutu Fonseca (4), Cedrick Ison (11), Hermenegildo Santos (20), Edmir Lucas (0), Islando Manuel (9).
TREINADOR: Paulo Macedo

PETRO DE LUANDA: Pedro Bastas (7), Roberto Fortes (5), Justin Johson (9), Joaquim Pedro (0), Vladimir Ricardino (0), Paulo Santana (3), Eric Norman (0), Domingos Bonifácio (15), Valdelicio Joaquim (17), Hermenegildo Mbunga (0), Abdel Gomes (3), Roderick Nealy (15).

TREINADOR: Lazere Adingono

MARCHA DO MARCADOR: 30-21, 55-40, 78-55, 99-74

Segunda volta

Primeira jornda
1º de Agosto-Libolo
Petro-Interclube

BAI Basket
Grupo B fica
concluído em Maio


A primeira volta da séria B da 36ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BAI Basket, reservada às formações que vão disputar do quinto aos oitavos lugares, vai ser concluída apenas no próximo mês de Maio.A direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol remarcou para o mês de Maio duas partidas, referentes à primeira volta, que ontem agendou a última jornada.

O desafio entre as formações do Sporting de Benguela, de Emanuel Trovoada, e Futebol Clube Vila Clotilde, de Elvino Dias, referente a primeira jornada da séria B, vai ser jogado no dia 17 de Maio próximo, na província de Benguela.Já a partida entre as equipas do Atlético Sport Aviação (ASA) e do Sporting de Benguela, referente a terceira e última jornada da série B, vai ser jogada esta sexta-feira, dia 2 de Maio, na província de Benguela.

Entretanto, a primeira jornada da segunda volta, a quarta no geral da série B arranca a 6 de Maio, com a disputa de apenas uma partida, que envolve as equipas do Atlético Sport Aviação (ASA) e Clube Universidade Lusíada, encontro marcado para as 16h00, no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva.Ainda para a primeira jornada da segunda volta da série B quarta no geral, o Futebol Clube Vila Clotilde defronta o Sporting de Benguela no dia 18 de Maio, na província de Benguela. Recorde-se que a fase derradeira da 36ª edição do BAI Basket vai ser jogada no sistema de todos contra todos a quatro voltas.                                   
M.C

BAI - BASKET
CLASSICAÇÂO

                                                      J          V          D            PM           PS           Pts
1º Recreativo do Libolo .........    02         0          193         173                      04
2º Petro de Luanda................    02         01        01          194       172          03
3º 1º de Agosto.....................    02          01        01         186        175          03
4º Interclube.........................   02           0          02         154        207         02


NBA
Protesto silencioso
contra Don Sterling


Os jogadores da equipa de Los Angeles, em reacção aos insultos racistas proferidos pelo proprietário dos Clippers Donald Sterling, protestaram ao fazer o aquecimento do encontro com Golden State com camisolas lisas vermelhas e sem o símbolo da franquia. Apenas a esposa de Sterling esteve presente neste encontro, totalmente vestida de preto.

O site TMZ tornou pública uma gravação na qual o dono deve ter pedido a uma mulher para não voltar a levar jogadores negros ao Staples Center e acrescentou ainda que Magic Johnson não era bem-vindo. A NBA anunciou que está a investigar o caso, que já gerou comentários reprovadores até do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Dentro de campo, os LA Clippers perderam por 118-97 frente aos Warriors, um resultado que deixa a eliminatória igualada (2-2).