Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares e aviadores jogam hoje na Cidadela

Silva Cacuti - 15 de Janeiro, 2016

Os militares do 1º de Agosto estão embalados no principal campeonato com resultados animadores nesta primeira fase da prova

Fotografia: Jornal dos Desportos

O jogo entre o Atlético Sport Aviação (ASA) e o 1º de Agosto, na Cidadela, centraliza as atenções da terceira jornada do Campeonato Nacional de basquetebol, sénior masculino, a ser disputada hoje.

Trata-se de duas das equipas que já ergueram o título nacional, com jogadores que fazem parte da história do basquetebol angolano, conquistando títulos continental, tanto a nível de clubes tanto de selecção, como são os casos de Vlademiro Ricardino, Mayzer Alexandre (ASA), Kikas Gomes, Armando Costa (1º de Agosto) só para citar alguns.

Apesar do histórico, actualmente há um enorme desequilíbrio entre os dois planteis. Os “militares” têm uma equipa ao nível das melhores de África, constituída com objectivo de recuperar o título nacional, depois de ter falhado o continental.

O ASA, mesmo com algumas referências no plantel, não tem qualidade suficiente para contrariar os “rubro-negros”, muito fruto das limitações financeiras para contratação dos melhores da nossa “praça” e não só.

Esta temporada, os “aviadores” averbaram duas derrotas nas rondas anteriores e precisam rapidamente de resultados positivos para dar moral ao grupo, embora o seu técnico justifique a prestação com a entrada de novos jogadores que estão ainda em fase de adaptação, desvalorizando os resultados negativos.

O ASA, surpreendentemente, perdeu com o Vila Clotilde na ronda inaugural por 82-101, num jogo em que o conjunto do Maculusso foi superior e poderia alcançar um resultado histórico, com uma diferença maior. A formação orientada por Carlos Dinis pode apenas queixar-se do facto de terem subestimado o adversário na primeira parte. Na jornada a seguir voltaram a perder (63-80), desta vez diante do Recreativo do Libolo, que possui um plantel superior e é candidato ao título.

O 1º de Agosto, por sua vez, segue o caminho inverso, em dois jogos alcançou igual número de vitórias e reparte a liderança da prova com o Libolo (4 pontos cada). Venceu, com muitas dificuldades, o Interclube na ronda inaugural por 79-87 e voltou a somar dois pontos na segunda jornada, fruto da vitória sobre o Progresso do Sambizanga por 127-68.