Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares e Polcias disputam amanh Taa de Angola

Melo Clemente - 18 de Abril, 2019

Polcias procuram primeiro trofu do seu historial depois de terem arrebatado a Supertaa Wlademiro Romero

Fotografia: Contreiras Pipas | Edies Novembro

A equipa sénior masculina do Grupo Desportivo Interclube quer inscrever, pela primeira vez, o seu nome no ranking da segunda maior competição a nível da " bola ao cesto ", quando defrontar amanhã, sexta-feira, a partir das 18h00, no Pavilhão Arena do Kilamba, a similar do 1º de Agosto, para a decisão da final da Taça de Angola.
Depois de terem deixado nas meias-finais o Atlético Sport Aviação (ASA), os polícias tencionam surpreender amanhã, sexta-feira, o colosso 1º de Agosto, conjunto que ostenta no seu palmarés 14 Taças de Angola, contra 12 do seu maior arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda, equipa que caiu na meia-final diante do Clube Central das Forças Armadas Angolanas (1º de Agosto).
Apesar do ranking favorecer claramente a equipa rubro e negra, os comandados de Alberto de Carvalho " Ginguba " estão com os índices motivacionais em alta, para surpreenderem amanhã, o Clube Central das Forças Armadas Angolanas, conjunto que detém o segundo troféu mais importante a nível doméstico.
O poste Miguel Kiala, dois metros e quatro centímetros de altura, 28 anos de idade, 91kg, falhou ontem a penúltima sessão de treinos, realizada no Pavilhão 28 de Fevereiro, em virtude de estar a contas com paludismo.
Caso não recupere do paludismo, o poste poderá desfalcar amanhã a sua colectividade, que procura conquistar a sua primeira Taça de Angola, depois de, na época transacta, o Grupo Desportivo Interclube ter arrebatado, pela primeira vez, a Supertaça Wlademiro Romero.
Hoje, quinta-feira, os comandados de Alberto de Carvalho "Ginguba " realizam a derradeira sessão de treinos, antes da deslocação ao Pavilhão Arena do Kilamba, palco que vai acolher a final da Taça de Angola.
Transições rápidas defesa ataque, privilegiando sempre a circulação da bola em todas as aéreas de jogo, sem esquecer os mais variados diagramas defensivos, a fim de suplantar o seu opositor, estarão logo mais no centro das atenções.
Mesmo reconhecendo o potencial do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, Alberto de Carvalho "Ginguba " não escondeu o seu desejo de conquistar o segundo maior troféu a nível do calendário da FAB.
"Quem está na final tem toda legitimidade de pensar em ganhar o troféu. Estamos conscientes do potencial da equipa militar. Aliás, o 1º de Agosto tem nada mais, nada menos do que 14 Taça de Angola. Tudo faremos para contrariar o favoritismo do nosso adversário ", augurou Alberto de Carvalho "Ginguba ".
Por seu lado, a equipa rubro e negra tem todo o seu arsenal preparado, para destruir a " esquadra " da Polícia. Paulo Macedo, técnico principal do 1º de Agosto, tem todas as suas unidades em prontidão para o embate de amanhã.
O extremo poste norte-americano, Andre Harris, um dos atletas que esteve em evidência na segunda mão das meias-finais, poderá merecer a confiança do seu treinador, para ocupar um lugar no " cinco inicial ".
Hermenegildo Santos, Emanuel Quezada, Armando Costa e Carlos Cabral vão assumir a condução do jogo ofensivo dos militares, que procuram a décima quinta Taça de Angola. 
O equilíbrio poderá marcar algumas etapas de jogo, a julgar pela qualidade dos dois planteis e, sobretudo, a irreverência dos jovens jogadores comandados por Alberto de Carvalho " Ginguba ".  

Direcção da federação reúne hoje com Madeira
A direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), liderada por Hélder Martins da Cruz " Maneda" , reúne hoje, quinta-feira, a partir das 16h00, numa das salas de reuniões, sita no Complexo da Cidadela Desportiva, em Luanda, com Paulo Alexandre Madeira Rodrigues da Silva, candidato à presidência da Zona VI para a Fiba-Afrique, segundo apurou o Jornal dos Desportos de fonte segura.
De acordo com a nossa fonte, a candidatura do antigo homem forte da Federação Angolana de Basquetebol, ao cargo de presidente da Zona VI para a FIBA-Afrique, vai dominar a reunião desta tarde.
Paulo Alexandre Madeira Rodrigues da Silva aguarda pelo documento de proposta de candidatura, bem como a declaração de voto, dossiers a serem dados pelo organismo que tutela a modalidade no país, a fim de oficializar a sua candidatura à presidência da Zona VI da FIBA-Afrique.
O antigo presidente da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) tem até ao dia 23 do mês em curso, para oficializar, junto do organismo que comanda a modalidade no continente berço da humanidade, a sua candidatura que está a ser aguardada com bastante expectativa.
Com a retirada do moçambicano Aníbal Manave, que vai concorrer ao pleito eleitoral para a presidência da FIBA-Afrique, o angolano Paulo Alexandre Madeira Rodrigues da Silva, actual membro da Comissão para as Federações Nacionais da FIBA-Afrique Zona VI, apresenta-se como um dos fortes candidatos para a assumir a presidência da Zona VI.
Entretanto, a eleição do novo homem forte da Zona VI para a FIBA-Afrique poderá acontecer a 12 de Maio próximo, através de uma reunião da zona, ou no dia 21 de Junho do ano em curso, em Bamako, Mali, em véspera do congresso do organismo que tutela a modalidade no continente africano.
Para a eleição do Board Central ou para algumas das sete zonas da FIBA-Afrique, as candidaturas devem ser apresentadas  ao secretário geral da FIBA-Afrique, Alphonse Bilé, até ao dia 23 do mês em curso.
Paulo Alexandre Madeira Rodrigues da Silva, de 49 anos de idade, conta nesta altura com o apoio de quase todos os países que compõem a Zona VI, nomeadamente, Botswana, Eswatini, antiga Suazilândia, Leshoto, Malawi, Zâmbia, Namíbia, África do Sul, Zimbabwe e Moçambique.     

Palmarés
Militares dominam


A formação do 1º de Agosto lidera o ranking da segunda maior competição a nível da " bola ao cesto ", com 14 troféus arrebatados até aqui, contra 12 do seu arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda. A extinta equipa do Recreativo do Libolo ocupa o terceiro lugar do ranking, com cinco Taças de Angola conquistadas.