Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares e polícias na final

Melo Clemente em Malanje - 04 de Setembro, 2016

Clube Central das Forças Armadas Angolanas passearam classe ontem diante da turma aviadora na jornada inagural do torneio da FESA

Fotografia: Mota Ambrósio

A formação do 1º de Agosto derrotou ontem, no Pavilhão Palanca Negra Gigante, em Malanje, a similar do Atlético Sport Avição (ASA), por 56-77, em partida a contar para a primeira jornada da XIX edição do torneio da FESA, prova que visa assinalar os 20 anos da Fundação Eduardo dos Santos.

Sem os seus principais jogadores, que ainda cumprem as merecidas férias, com realce para Joaquim Gomes “Kikas”, Felizardo Ambrósio “Miller”, Armando Costa, Tariq Kirksay, Jorge Taty, entre outros, a formação militar que não conta igualmente com o seu técnico principal, o espanhol Ricard Casas, sentiu imensas dificuldades para vergar os aviadores, fundamentalmente, no quarto período, onde a turma do aeroporto impôs um rigoroso empate a 16 pontos.

Liderados por Edson Ndoniema, Islando Manuel, Mutu Fonseca e Hermenegildo Santos, este último, considerado MVP (Jogador Mais Valioso) da XXXVIII edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BIC Basket, o Clube Central das Forças Armadas Angolanas melhorou significaticamente a sua defesa, tendo conseguido um parcial de 20-16, ao cabo dos primeiros 24 minutos, fixando o resultado em 36-32, ao intervalo maior, a favor dos actuais campeões nacionais em título.

Sem ritmo competitivo, em face das equipas estarem ainda a preparar o início da época desportiva 2016/2017, foi a equipa do Rio Seco que se superiorizou-se completamente no terceiro quarto, ao conseguir um parcial de 25-6, ante uma equipa que se mostrou bastante presa nos seus movimentos, quer ofensivos, quer defensivos.

Apoiados pelos seus adeptos, que diga-se, estiveram em número considerável, os militares sempre mantiveram o comando das operações, ante uma equipa que a semalhança da turma militar, esteve desfaldo do seu treinador principal, Carlos António Dinis.
O internacional angolano, Hermenegildo Santos, proporcionou alguns momentos de espectáculo, com as suas penetrações que terminavam sempre em bandeja alta.

Com a vitória consumada e, consequentemente, a presença na final garantida, os pupilos de Garcia Domingos, antigo internacional angolano, limitaram-se a gerir o placar até ao apito final, ante a incapacidade de reação do Atlético Sport Aviação (ASA), que apresentou algumas caras novas.

Entretanto, Sebastião Kicuame, do Atlético Sport Aviação (ASA), foi o melhor marcador da partida com 15 pontos, seguido do seu companheiro de equipa, Garcia Destino, com 11 pontos anotados.

Do lado militar, o base Carlos Cabral, ex-Atlético Sport Aviação (ASA), com 12 pontos, foi o melhor marcador da turma do Rio Seco, seguido de Islando Manuel e Mutu Fonsecan, ambos com 11 pontos. Fonseca e Islando Manuel, este último conhecido nas lídes da “bola ao cesto” como “Papa Ngulo”, foram os mais valorizados, com 15 e 13 de valorização respectivamente. Mutu Fonseca e Islando Manuel foram ainda os reis dos ressaltos, com 11 e 10 ressaltos respectivamente.

Ainda ontem, para a primeira jornada do quadrangular, o Atlético Petróleos de Luanda e Grupo Desportivo Interclube se defrontaram mas, até ao fecho da nossa edição era desconhecido o resultado final. A final acontece esta noite (18h00).


BAIXA
Mohamed Malick Cissé continua sob observação


O exremo base, Mohamed Malick Cissé, atleta que se lessiou com alguma gravidade no torneio da perna direita a meia da temporada transacta contonua sob observação da equipa média do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

Apesar de integrar o plantel da formação militar, que disputa na cidade da Palanca Negra Gigante, o XIX torneio da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), Mohamed Malick Cissé falhou ontem a primeira jornada do quadrangular, inserido nos 20 daquela organização filantropica.

Depois de ter sido uma das peças chaves do 1º de Agosto, fundamentalmente, na fase regular da XXXVIII edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, Mohamed Malick Cissé falhou a ponta final da prova, por conta da maldita lesão.

O jovem atleta já faz trabalhos com bola, e pode ser uma das apostas do técnico Gracia Domingos, para a final de mais logo, desafio marcado para as 18h00, no Pavilhão Palanca Negra Gigante, em Malanje, infra-estrutura cosntruída no âmbito da realização em Angola da 41ª edição do Campeonato do Mundo de hóquei em patins, isto em 2013.

Entretanto, a disputa da XIX edição do torneio da FESA vai igualmente marcar o regresso da modalidade na terra da Palanca Negra Gigante. M.C


FICHA TÉCNICA
Pavilhão:
Palanca Negra
Comissário: José Carlos
Arbitragem:  Claúdio Anderson e Claúdio Bunzo
1º de Agosto: Carlos Cabral (12 ), Edson Ndoniema (8 ), Sílvio Canga (3 ), Waldemar Gonçalves (6 ), Màrio Oliveira (4 ), Hermenegildo Santos (5 ), Edmilson Miranda (0 ), Joaquim Nunda (5 ), Edson Hilukilwa ( 5), Islando Manuel (11 ), Mutu Fonseca (11), José Fula (7 ).
Treinador: Garcia Dominos
ASA: Simão Lutonda (2 ), Escórcio António ( 8), Júlio Gerónimo (0 ), Garcia Destino (11 ), Sebastião Kicuame (15 ), Cristiano Gomes ( 9), Romalho Lemos (02 ), António Neto (4 ), Bruno Balanga (4 ), João da Silva (0 ), Yubi Major (5).
Treinador: Cesaltino Reis
Marcha do marcador: 16-16, 36-32, 61-38, 76-56


Declarações dos técnicos

Garcia Domingos
 (1º de Agosto

 “Ganhamos bem”

Garcia Domingos, técnico que orienta a equipa principal do 1º de Agosto, mostrou-se satisfeito com a vitória conseguida pelos seus pupilos na ronda inaugural do torneio da FESA.

“Estamos no inínico de época e é normal que as equipas aprsentem ainda alguns problemas, quer do ponto de vista ofensivo, quer do ponto de vista defensivo. Felizmenete, conseguimos sair vitoriosos na primeira jornada agora vamos aguardar pela partida da final. Vamos tudo fazer no sentido de vencermos este torneio, porque o 1º de Agosto em qualquer competição onde entre é sempre para vencer”, disse.


Cesaltino Reis
(ASA)

“Fizemos o nosso melhor”

 Conformado com a derrota da sua equipa, Cesaltino Reis, um dos adjuntos de Carlos Antóno Dinis, no camonado técnico do Atlético Sport Avição (ASA), por 56-77, na primeira jornada da XIX edição do torneio da FESA, afirmou que vão procurar fazer melhor no desafio para a atribuição do terceiro lugar.

“Os meus jogadores deram o seu melhor, mas pela frente tivemos um adversário que é tão somente o actual campeão nacional em título. Creio que a vitória não sofre qualquer contestação. Vamos trabalhar no sentido de aparecemos melhor na partida de amanhã (hoje).