Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares podem assaltar liderança do BIC Basket

Melo Clemente - 13 de Janeiro, 2015

Pupilos de Paulo Macedo ocupam segunda posição do Campeonato Nacional mas podem chegar esta tarde ao primeiro posto

Fotografia: Jornal dos Desportos

A equipa sénior de basquetebol do 1º de Agosto pode assumir a liderança da edição do BIC Basket, caso vença no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela, o Atlético Sport Aviação (ASA), partida agendada para hoje  às 16h00, referente ao acerto de calendário da referida competição.

Os militares, ocupam actualmente a segunda posição da tabela classificativa do Campeonato Nacional, agora designado BIC Basket, com 16 pontos menos um que o arqui-rival, Atlético Petróleos de Luanda (17), líder incontestável da prova, podem assumir o comando da prova de forma provisória.

A formação rubro e negra que a par do Libolo continuam imbatíveis na primeira volta da fase regular do BIC Basket, vai procurar manter o ciclo de triunfos, com  uma equipa que normalmente dificulta a tarefa das chamadas equipas grandes.

O extremo base Edmir Lucas pode ser uma das opções do técnico Paulo Macedo, para o desafio desta tarde, depois de ter falhado o jogo com o Atlético Petróleos de Luanda, devido a problemas físicos.

Armando Costa, base, pode regressar hoje ao cinco inicial, depois de ter sido substituído por Hermenegildo Santos, na última semana, na vitória sobre o Atlético Petróleos de Luanda, por 102-74.

Reggie Moore já reintegrou o grupo de trabalho e pode ser uma das opções de Paulo Macedo para o desafio desta tarde.
Entretanto, o Atlético Sport Aviação (ASA) realizou ontem a sessão derradeira de treinos, para o embate desta tarde, frente aos militares.
Apesar de reconhecer as potencialidades do seu adversário, Carlos Dinis e pupilos não escondem o desejo de vencer a equipa rubro e negra.

A turma aviadora vai seguramente explorar o seu jogo colectivo para tentar surpreender a equipa militar que está fortemente engajada na conquista do BIC Basket.
O equilíbrio pode prevalecer em algumas etapas da partida, dado a determinação que os pupilos de Carlos Dinis têm demonstrado ao longo da prova.
Aliás, o terceiro lugar que ocupam actualmente na tabela classificação, atesta perfeitamente a regularidade do turma aviadora.

Ainda hoje, para acerto de calendário, o Recreativo do Libolo recebe a partir das 18h00, no Pavilhão Dream Space, em Viana, a formação do Comité Desportivo da Marinha de Guerra.

Apesar da onda de lesões que assolam o grupo, a equipa campeã africana é seguramente favorita na conquista dos dois pontos em disputa.

EQUIPA                   J         V        D         PM-PS        Pts


1º Petro                  09      08      1       849-580         17

2º 1º de Agosto      08      08     0       773-552         16

3º ASA                     08     05    03      630-620          13

4º Progresso           09      03    06      581-703         12

5º Sporting              09      03    06      732-820         12

6º Lusíada               08       02    06      595-722        11

7º Vila                     09       02    07      648-777         11

8º Marinha              08       02    06      510-592         10


9º Interclube          07        03   04       646-573         10

10º Libolo               04        04    00      388-311         08


ACERTO DE CALENDÁRIO
Petrolíferos preparam deslocação ao Dream Space


A formação do Atlético Petróleos de Luanda, projecta deste ontem, a  deslocação ao Pavilhão Dream Space, onde sexta-feira defronta o Recreativo do Libolo, para acerto de calendário da  edição do BIC Basket.

Depois de ter superado de forma brilhante o Recreativo do Libolo, no Pavilhão Palanca Negra Gigante, na província de Malanje, para a final da Supertaça Wlademiro Romero (88-75), Lazare Adingono começou já a ensaiar as estratégias para vencer o seu opositor.

Moralizados com o triunfo na Supertaça, os petrolíferos da capital vão aproveitar os dias que antecedem o novo confronto, para acertar pormenores.
Lazare Adingono acredita que os seus pupilos vão evoluir ainda mais, para atacar a parte final da primeira volta do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, agora designado BIC Basket.

Entretanto, os petrolíferos da capital podem perder hoje de forma provisória a liderança do BIC Basket, para o arqui-rival, 1º de Agosto, que esta tarde defronta o Atlético Sport Aviação (ASA).

O BIC Basket é liderado pelo Atlético Petróleos de Luanda, com 17 pontos, contra 16 do 1º de Agosto, em segundo lugar.
Recreativo do Libolo ocupa nesta altura a cauda da tabela classificativa, com oito pontos, fruto de quatro vitórias.
M.C  

NBA
Washington Wizards
perde com Atlanta Hawks


A ronda de domingo da NBA esteve longe de ser boa para o Washington Wizards. Mesmo com uma boa actuação do brasileiro Nenê, a equipa da capital foi presa fácil e levou uma verdadeira “surra” do Atlanta Hawks, por 120-89. O poste terminou com 14 pontos e seis ressaltos.

Os Wizards sofreram com o forte jogo colectivo da equipa da Geórgia. Nada menos do que oito dos 12 atletas que entraram em quadra pelos Hawks marcaram mais de dez pontos. O cestinha foi Kyle Korver, que marcou 19 pontos.

A vitória colocou a franquia de Atlanta como a segunda melhor da época. São 29 resultados positivos e apenas oito derrotas, desempenho abaixo apenas do Golden State Warriors, que perdeu três a menos.

Já os Wizards também estão bem no ano e venceram 25 dos 37 jogos que disputou até o momento.

SEM LEBRON JAMES
CLAVELAND PERDEM


A vida de David Blatt no Cleveland Cavaliers começa a ficar cada dia mais difícil. Com uma super equipa de estrelas, o técnico ainda não fez o elenco engrenar e acumulou mais uma derrota no último domingo, desta vez com o Sacramento Kings, por 103-84.
Pressionado, o treinador já tem o seu pedido de demissão  fortemente especulada em Cleveland. Para piorar, a equipa perdeu oito dos últimos nove jogos e está com 19 vitórias e 19 resultados negativos na temporada.

Sem LeBron James, que ainda se recupera de lesões no joelho e nas costas, os Cavs até tiveram grandes actuações de Kevin Love (25 pontos e dez ressaltos) e Kyrie Irving (21 pontos e sete assistências). Pelos Kings o melhor foi DeMarcus Cousins, com 26 pontos e 13 ressaltos.