Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares suplantam libolenses

Melo Clemente - 26 de Fevereiro, 2014

Militares preparam com cuidado o desafio de sexta-feira ao Recreativo do Libolo

Fotografia: João Gomes

A uma jornada do fim da segunda volta da fase regular da 36.ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, BAI Basket, a formação do Recreativo do Libolo viu-se suplantada pelo 1º de Agosto, que agora detém o melhor ataque, com 1.358 pontos marcados, contra 1.333 dos libolenses.

A equipa rubro-negra, actual campeã nacional, detém igualmente a melhor defesa, com 827 pontos sofridos, contra 978 e 914 do Recreativo do Libolo e do Atlético Petróleos de Luanda respectivamente.

Os petrolíferos da capital, que ascenderam ao terceiro posto, com 25 pontos, anotou até aqui 1.263 pontos.

Apesar de perder para o Clube Central das Forças Armadas Angolanas, quer em termos de pontos marcados e sofridos, o Recreativo do Libolo continua no topo da tabela classificativa da 36.ª edição do BAI Basket, que este fim de semana diz adeus à fase regular da competição.

Libolenses e militares partilham a liderança do BAI Basket, ambos com 31 pontos, mas o representante da vila de Calulo ocupa o primeiro posto, em virtude de ter derrotado na primeira volta o 1º de Agosto.

Depois de ter conseguido durante toda a primeira volta e quase mais de metade do segundo turno da competição conservar todos os recordes (equipa imbatível, melhor marcador, melhor defesa), a formação às ordens de Norberto Alves viu-se ultrapassada na última dupla jornada do final de semana, em que viu quebrado o seu ciclo vitorioso de quinze triunfos consecutivos, diante do Atlético Petróleos de Luanda, com quem perdeu por 83-102.

O Recreativo do Libolo que prepara a deslocação ao reduto do 1º de Agosto, pode melhorar o  ataque e a defesa, dado que tem mais um jogo para realizar no sábado.

Quem também continua a surpreender pela positiva é a Universidade Lusíada, actualmente no quinto lugar, superando inclusive o Atlético Sport Aviação (ASA). Os universitários marcaram até aqui 1.203 pontos e sofreram 1.272.

O Sporting de Benguela, equipa recém-promovida à primeira divisão, continua a realizar uma prova regular e a uma jornada do termo da fase regular ocupa o sexto lugar da tabela classificativa do BAI Basket, com 23 pontos.

Já a formação do Clube Amigos de Viana, grémio que enfrenta muitas dificuldades, desde a falta de verbas à falta de campo para treinar e realizar jogos, continua com o pior registo na prova.

O Clube Amigos de Viana em dezasseis partidas disputadas somou quinze desaires e foi-lhe averbada uma falta de comparência. Marcou 787 pontos e sofreu 1.758.

Na sexta-feira, o destaque vai recair no confronto entre o 1º de Agosto e o Recreativo do Libolo, no Pavilhão Victorino Cunha, a partir das 18h00. A ronda reserva ainda os encontros Vila-Amigos de Viana, Lusíada-Progresso e ASA-Interclube.

Um dia depois, sábado, o BAI Basket faz disputar mais duas partidas, Sporting de Benguela-Petro e Libolo-Amigos.

MUNDIAL
Selecção feminina
conhece adversárias


A Selecção Nacional de basquetebol sénior feminina, campeã africana, conhece no próximo dia 15 de Março as adversárias no Campeonato do Mundo, a ter lugar na Turquia, de 25 de Setembro a 5 de Outubro deste ano.

Contrariamente ao que estava previsto, a data do sorteio da prova realiza-se no dia 15 de Março, em Istambul.

Segundo o director desportivo da Federação Angolana de Basquetebol (FAB), Tony Sofrimento, a data do sorteio foi alterada pelo facto de o órgão reitor da modalidade agendar a realização do seu congresso para o dia 16.

“A Fiba quer aproveitar a presença dos representantes dos vários países no sorteio para o congresso, um dia depois.”

Estão qualificadas para o Mundial as selecções de Angola, Austrália, Bielorrússia, Brasil, Canadá, Cuba, China, República Checa, França, Japão, Coreia, Moçambique, Sérvia, Espanha, Turquia e Estados Unidos da América, actual campeã mundial e olímpica.


AFROBASKET
Secretário da FIBA-ÁFRICA adia visita a Angola


O secretário-geral da FIBA-ÁFRICA, Alphonse Billé, escala o país apenas hoje, ao princípio da tarde, onde a partir de amanhã, começa uma visita de dois dias para inspeccionar as condições infra-estruturais (hotéis e campos), tendo em vista a disputa do Campeonato Africano das Nações de basquetebol em seniores, nas duas classes, provas selectivas para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

A chegada do responsável do organismo que tutela a modalidade a nível do continente africano estava prevista para ontem, mas “devido a razões de calendário”, Alphonse Billé adiou a sua vinda a Angola para hoje, de acordo com Tony Sofrimento, director de Marketing e Relações Internacionais da Federação Angolana de Basquetebol.

"Com este adiamento, vamos refazer o programa de visita da comitiva da FIBA-ÁFRICA. Amanhã, a delegação começa a inspeccionar as condições infra-estruturais para o país acolher os Afrobasket’s em 2015.

O Pavilhão Multiusos do Kilamba, infra-estrutura construída no âmbito da 41ª edição do Campeonato do Mundo de hóquei em patins, vai ser o primeiro a ser vistoriado pela delegação da Fiba-Afrique, informou Tony Sofrimento.

Angola tenciona albergar os dois eventos, de forma a assegurar a qualificação das duas selecções nacionais para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

A Fiba-Afrique tinha deliberado que os Afrobasket´s de 2013 são as últimas provas qualificativas para os campeonatos do Mundo. Angola foi palco dos Afrobasket´s de 1989, 1999 e 2007 em masculinos, enquanto em femininos, caso lhe seja atribuída a organização da prova, vai ser a segunda vez, depois de 1983.
M.C


NBA
Nené Hilário contrai lesão


Peça fundamental do Washington Wizards nos últimos meses, o extremo poste Nené Hilário está fora da temporada regular da National Basketball Association (NBA).

Após deixar o campo com dores no triunfo por 96-83 sobre o Cleveland Cavaliers, o atleta passou por exames e foi diagnosticado com estiramento no ligamento colateral medial do seu joelho esquerdo, ficando afastado dos campos por seis semanas.

Se não houver nenhuma surpresa, Nené não vai regressar à equipa até ao fim da temporada. A expectativa é de que o extremo poste desfalque a equipa da capital dos Estados Unidos nas próximas 26 partidas, podendo participar normalmente nos jogos apenas em caso de classificação para os play-offs da Conferência Leste.

Actualmente a equipa comandado pelo treinador Flip Saunders está na quinta posição, com 50 por cento de aproveitamento (28 vitórias e 28 derrotas).

Contratado pelos Wizards em negociação com o Denver Nuggets em Março de 2012, o atleta não entrou em campo em sete oportunidades nesta temporada e viu a sua equipa  sucumbir em seis delas.

Aos 31 anos, Nené Hilário passa por um dos seus melhores momentos desde que chegou à NBA, em 2002. Esta temporada, o extremo poste acumula médias de 14,2 pontos, 5,8 ressaltos e 30,1 minutos em campo por jogo, sendo um dos destaques da equipa ao lado do base John Wall. No último sábado, marcou 30 pontos na vitória por 94-93 sobre o New Orleans Pelicans.