Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Moncho denuncia presso sobre Slvio e Yanick

Melo Clemente - 17 de Julho, 2015

Moncho Lpez, mostrou-se indignado com a postura dos representantes (empresrios) de Yanick Moreira e Slvio Sousa

Fotografia: Jornal dos Desportos

O seleccionador nacional de basquetebol em seniores masculinos, Moncho López, mostrou-se ontem indignado com a postura dos representantes (empresários) de Yanick Moreira e Sílvio Sousa, pelo facto destes estarem a colocar entraves para que os  atletas possam integrar os trabalhos da Selecção Nacional, que projecta a 28ª edição do Campeonato Africano das Nações da Tunísia, prova a decorrer de 19 a 30 de Agosto do ano em curso.
A revelação foi feita ontem, ao Jornal dos Desportos, pelo técnico espanhol, quando reagia à lesão do base Domingos Bonifácio, que em princípio deve ficar parado por um período de sete dias, devido a pequena fissura no maxilar.

"O Yanick Moreira está a ser orientado pelo seu empresário para não se incorporar ainda nos trabalhos da selecção nacional. Fico muito desiludido com a falta de respeito que algumas pessoas americanas têm pelo trabalho desenvolvido nos outros países", desabafou o técnico espanhol que tem a missão de conquistar o título de campeão africano e, consequentemente, o apuramento aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Brasil, em 2016.

Moncho López lamentou, por outro lado, que interesses particulares estejam a sobrepor-se a uma Nação, tendo reiterado a importância do jovem jogador na Selecção Nacional.

"O atleta é muito importante nesta selecção, e é triste que os interesses particulares de um empresário ponham em causa um grande objectivo desportivo do povo angolano. Queremos ser pacientes e transmitir ao Yanick Moreira a nossa compreensão, mas acho que é muito importante salvaguardar a imagem da selecção de Angola e defender os interesses do país. Eu vejo assim as coisas", disse.

Questionado sobre Sílvio Sousa, outro atleta que milita numa das universidades americanas, Moncho López fez saber que a situação não difere da de Yanick Moreira.

“A situação do Sílvio não dista muito do que acontece com o Yanick. O Sílvio tem ainda umas responsabilidades académicas, mas também fomos informados das pressões do treinador americano sobre o atleta para ficar a treinar em Agosto nos Estados Unidos da América, como é possível?”, indagou o seleccionador nacional, que considera falta de ética dos americanos.

A finalizar, Moncho López inocentou os atletas, porque no seu entender, se dependesse deles já estariam com a selecção.

"Sem pôr em causa os jogadores, por que não há duvidas do seu compromisso com a selecção, acho importante todos nós, federação, técnicos, comunicação social,  mostrarmos a nossa indignação com os entraves que se estão a colocar aos jogadores".

Dos 15 atletas convocados para o Afrobasket, apenas 13  estão a disposição do técnico. Trata-se: Armando Costa, Hermenegildo Santos, Braúlio Morais, Domingos Bonifácio, Carlos Morais, Edson Ndoniema, Edmir Lucas, Mohamed Cissé, Roberto Fortes, Yanick Moreira, Sílvio Sousa, Eduardo Mingas e Reggie Moore.