Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Moncho enaltece Victorino Cunha

Melo Clemente - 02 de Abril, 2015

Moncho Lopez, aos 23 anos, testemunhou a derrota da selecção espanhola por convincentes 20 pontos

Fotografia: Jornal dos Desportos

O treinador espanhol de basquetebol Moncho Lopez afirmou ser admirador do trabalho desenvolvido pelo antigo seleccionador de Angola, Victorino Cunha, considerando-o um dos grandes mestres da modalidade. O espanhol, novo treinador da Selecção de Angola, revela que desde cedo tem boas impressões do técnico angolano, o qual viu orientar pela primeira vez a selecção nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992.

Na altura coordenador das camadas de formação de um clube profissional no seu país, Moncho Lopez, aos 23 anos, testemunhou a derrota da selecção espanhola por convincentes 20 pontos de diferença (63-83) diante de Angola, tecnicamente dirigida por Victorino Cunha, facto que o marcou e chamou a atenção, referiu em entrevista à Angop em Luanda, onde esteve até ao passado fim de semana, para manter o primeiro contacto directo com as suas novas funções.

Posteriormente, acrescentou, teve a oportunidade de participar, em Luanda, em prelecções do antigo seleccionador, as quais o levaram a conhecer melhor e entender a dimensão das “raízes” basquetebolísticas do técnico tri-campeão africano.   Actual instrutor da Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) e conselheiro no Ministério da Juventude e Desportos, Victorino Cunha sagrou-se por três vezes consecutivas campeão africano com a Selecção Nacional sénior masculina (Afrobasket-1989, em Luanda, Angola), (Afrobasket-1991, no Cairo, Egipto) e (Afrobasket-1993, em Nairobi, Quénia) e em 2011 foi distinguido pela FIBA-África treinador mais titulado do continente, entre os que comandam selecções do seu próprio país.

Mudança
FAB volta a alterar
data da final da Taça


A área técnica da Federação Angolana de Basquetebol voltou a alterar pela terceira vez consecutiva a data da final da Taça de Angola de basquetebol em seniores masculinos, que agora foi remarcada para o dia 18 do mês em curso, em local a indicar pelo organismo que tutela a modalidade, de acordo com um comunicado a que o Jornal dos Desportos teve acesso ontem.

A segunda maior competição do país a nível da bola ao cesto estava inicialmente marcada para o dia 10 do mês em curso mas, posteriormente, foi remarcada para o dia 17.A menos de 48 horas da disputa da segunda mão das meias-finais da Taça de Angola, a área técnica voltou a alterar a data da grande final. Em vez do dia 17, a final realiza-se a 18, em local a indicar pelo órgão reitor da modalidade, de acordo com o comunicado assinado pelo secretário-geral da FAB e director de Marketing e Relações Internacionais, Tony Sofrimento.