Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Namibe recebe jogos da Supertaça

Melo Clemente - 10 de Novembro, 2013

Militares e petrolíferos lutam pelo primeiro troféu da temporada basquetebolística

Fotografia: Jornal dos Desportos

Ontem, os namibenses testemunharam no Pavilhão Welwitschia Mirabilis o desfile das duas actuais melhores equipas de basquetebol no sector feminino, Grupo Desportivo Interclube e 1º de Agosto, ao passo que o clássico dos clássicos no sector masculino tem lugar esta noite, desafio que está a ser bastante aguardado pelos amantes da modalidade da “bola ao cesto”.

Desde as primeiras horas de ontem em terras namibenses, a formação do 1º de Agosto que na presente temporada perdeu já duas importantes provas, Torneio Victorino Cunha e zonal VI de apuramento à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos, aposta seriamente na reconquista do troféu, competição que abre a época desportiva nacional 2013/2014.

Paulo Macedo, técnico que cumpre o seu segundo mandato ao serviço do Clube Central das Forças Armadas Angolanas, ssumiu em declarações ao Jornal dos Desportos o desejo de vergar o arqui-rival, apesar de reconhecer as dificuldades que vão encontrar durante os 48 minutos de jogo.

“A nós não nos resta outra saída senão vencer a Supertaça Wlademiro Romero, porque começámos mal este ano, perdendo duas importantes provas. Refiro-me ao Torneio Victorino Cunha e Zonal da Zâmbia”, desabafou Paulo Macedo.

Os militares vão aproveitar a coesão do seu plantel para vencer o adversário que continua a debater-se com vários problemas nos mais variados sectores.

Edson N´doneima e Mutu Fonseca, dois atletas que reforçaram a equipa militar na presente temporada, estão totalmente reintegrados e fazem parte dos 12 eleitos para o embate desta noite.

Lazare Adingono mantém no Petro discurso vitorioso apesar das limitações do seu plantel. O técnico petrolífero vai aproveitar o desafio desta noite para limpar a pálida imagem deixada no zonal VI de apuramento à fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos, onde ocupou o modesto quarto lugar.

Apesar do mau momento que os petrolíferos da capital estão a atravessar neste início de época, a partida de mais logo apresenta-se difícil para os dois contendores.

O Pavilhão Welwitschia Mirabilis vai registar hoje uma enchente, dado que estão em campo duas das melhores equipas da actualidade.