Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

No nos queriam ver no terceiro lugar

Melo Clemente - 24 de Maio, 2017

Babo justificou a derrota sofrida segunda-feira

Fotografia: Kindala Manuel | Edies Novembro

\"Não nos queriam ver no terceiro lugar...\", foram com estas palavras que técnico português ao serviço do Grupo Desportivo Interclube, Alberto Babo, justificou a derrota sofrida segunda-feira pela sua agremiação (84-96) no derradeiro jogo, frente ao 1º de Agosto no play-off para as classificativas do terceiro lugar da 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BIC Basket, a melhor de três.

Depois de ter vergado a equipa militar, em pleno Pavilhão 28 de Fevereiro, por 88-85, na segunda partida do play-off, a melhor de três, após perder, por expressivos 99-78, a equipa da Polícia apareceu no reduto do seu opositor com o propósito de contrariar ao máximo as pretensões do Clube Central das Forças Armadas Angolanas.

E contra todas as expectativas, os pupilos de Alberto Babo surpreenderam os militares, principalmente, nos dois primeiros períodos, onde venceram por 28-22 e 29-26, respectivamente, perfazendo ao intervalo 48-57, à favor da equipa visitante.

Nos quartos subsequentes o 1º de Agosto assumiu a si o comando das operações, ante um Interclube que pecava na finalização, fruto da maior pressão defensiva exercida pelo s donos da casa.

Os militares venceram no parcial, por 21-12 e 27-15, respectivamente, fixando o resultado final em 96-84.

No final da partida, Alberto Babo atirou-se contra o trio de arbitragem, constituído por Francisco Tandu, Francisco Pacheco e António Samuel.

\"Não nos quiseram ver no terceiro lugar do campeonato nacional. Os árbitros foram tendenciosos para com a minha equipa, principalmente aquele baixinho\", referindo-se ao árbitro António Samuel.

Ainda de acordo com Alberto Babo, os seus jogadores sofreram agressões, ante o olhar impávido e sereno do trio de juízes.

\"Houve uma agressão nítida que o meu jogador sofreu nas barbas dos árbitros e estes nada assinalaram\", lamentou.

Entretanto, apesar do quarto lugar conquistado na 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, competição que caminha para o seu final, o técnico luso mostrou-se orgulhoso com o desempenho da sua rapaziada.

\"Eu estou extremamente orgulhoso com aquilo que os meus jogadores produziram ao longo da época desportiva 2016/2017. É evidente que gostaríamos de estar no pódio mas, infelizmente, não nos deixaram, por isso, temos que continuar a trabalhar para a próxima temporada\".

A onda de lesões que assolou o grupo também foi realçada pelo técnico português.

\"Nós tivemos muitos problemas derivado de lesões. O Paulo Márcio Barros e Abdel Gomes foram uns autênticos heróis, porque terminaram a época com lesões graves e nunca deixaram de ajudar a equipa ao longo da temporada\", finalizou Alberto Babo.