Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ninguém segura o Libolo

Melo Clemente - 11 de Março, 2017

Equipa do Recreativo do Libolo continua de pedra e cal na liderança do BIC Basket agora com 40 pontos

Fotografia: Paulo Mulaza

Numa grande noite de Olímpio Cipriano e do Eduardo Mingas, ambos internacionais angolanos, a formação do Recreativo do Libolo alcançou a sua vigésima vitória na presente época desportiva, ao derrotar ontem, a similar do 1º de Agosto, por 86-100, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, na partida de maior cartaz da primeira volta do Grupo A da 39ª edição do Campeonato Nacional de Basquetbol em seniores masculino, vulgo BIC Basket.

Os atletas acima referenciados totalizaram 48 pontos, repartidos em 28 para o extremo base, Olímpio Cipriano, e 20 para o poste, Eduardo Mingas.

Com um cinco constituído por Emanuel Quezada, Bráulio Morais, Felizardo Ambrósio  “Miller”, Islando Manuel e Mutu Fonseca, a formação militar assumiu o comando das operações nos minutos iniciais do quarto inicial, tendo a equipa caseira feito um parcial de 8-0, quando restavam oito minutos e 41 segundos para o termo  do primeiro período. Aliás, com seis derrotas averbadas na presente época desportiva, frente aos libolenses, não se poderia esperar outra postura dos actuais campeões nacionais.

 Com uma defesa organizada e um ataque eficiente, onde era privilegiado a circulação da bola em todas as áreas de jogo, os militares conseguiram uma vantagem de 14 pontos no primeiro período (33-19).

Os forasteiros começaram a reagir quando restavam apenas quatro minutos para se jogar no primeiro período.

Nesta etapa, o internacional angolano, Felizardo Ambrósio \"Miller\", destacava-se entre os demais companheiros. No quarto inicial contabilizava 10 pontos, contra seis do seu colega, Hermenegildo Santos, MVP (Jogador Mais Valioso) da última edição do BIC Basket. No segundo quarto, os actuais vice-campeões africanos em seis minutos conseguiram anularam a vantagem de 14 pontos da equipa caseira, tendo se adiantado na liderança do marcador (35-39), quando restavam cinco minutos para o intervalo maior. Eduardo Mingas e Olímpico Cipriano foram os principais responsáveis pela recuperação da formação da vila de Calulo.

Incompreensivelmente, a equipa caseira apareceu algo apática, fundamentalmente, nos minutos iniciais do segundo período, altura em que os visitantes aproveitaram e fizeram um parcial 15-26, tendo o resultado se fixado em 48-45, ao cabo dos primeiros 24 minutos.

Com uma defesa consistente e uma ataque demolidor, os actuais vice-campeões nacionais voltaram a superiorizar-se no terceiro quarto, conseguindo um parcial de 27-20, para a tristeza da claque militar, que a dada altura deixou de puxar pela sua equipa, devido o domínio a absoluto dos visitantes. Os militares perdiam por quatro pontos de diferença (68-72).

 Sem ajuda da sua massa adepta que atirou a talha ao tapete, os militares vira-se impotentes de travar o ciclo vitorioso do Libolo, que agora soma 40 pontos na liderança da tabela classificativa do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculuno, contra 35 do Petro e 1º de Agosto nas posições imediatas. O libolo venceu no parcial, por 28-18.

 Quezada terminou a partida  com apenas 10 pontos, contra 17 e 16 de Hermenegildo Santos e Bráulio Morais. Mingas foi o rei dos ressaltos, com 13, contra oito do Mutu Fonseca, do 1º de Agosto.

 Libolo conseguiu 44 por cento nos lançamentos a longa distância, contra 28 por cento do seu opositor.

A dupla de arbitragem constituída por Francisco Tandu e Mbunga Pedro esteve em bom plano. As emoções da “bola ao cesto” regressam às quadras na proxima sexta-feira.


Ficha técnica

 Pavilhão Victorino Cunha
Comissário: Nuno Teixeira
 Arbitragem: Mbunga Pedro e Francisco Tandu
1 de Agosto: Armando Costa ( 1), Bráulio Morais ( 16), Johne Pedro (4 ), Vladimir Ricardino (0 ), Felizardo Ambrósio ( 17), Joaquim Gomes \"Kikas\" (1 ), Mutu Fonseca ( 8), Emanuel Quezada (10), Tarcio Domingos (0), Hermenegildo Santos (17 ), Islando Manuel (10 ), Mohamed Malick Cisse ( 2).
Treinador:
Ricard Casas
Libolo: Francisco Sousa (0 ), Olímpio Cipriano (28 ), Andre Harris (13 ), Elmer Félix ( 4), Jakel Fistet ( 15), ANTÓNIO Deogracio (0 ), Valdelicio Joaquim (8 ), Jorge Tati (0 ), Eduardo Mingas ( 20), Joseney Joaquim (0), Benvindo Kimbamba ( 2), Milton Barros (10 ).
Treinador: Hugo Lopez
 Marcha do marcador: 33-19, 48-45, 68-72, 86-100


Frente ao Petro
Interclube alcança primeira vitória


A equipa do Grupo Deportivo Interclube alcançou a sua primeira vitória na fase de grupos, ao derrotar ontem, o Atlético Petróleos de Luanda, por escassos dois pontos de diferença (70-72), em pleno Pavilhão Principal Principal da Cidadela Desportivo, em desafio referente a quarta jornada da primeira volta do Grupo A da 39ª edição do BIC Basket.

 Depois de ter consentido três derrotas consecutivas, a equipa adstrita a Polícia Nacional, orientado tecnicamente pelo português Alberto Babo, entrou para quadra bastante determinada, a fim de contrariar o favoritismo da formação tricolor.

 Depois de terem sido dominados nos quartos anteriores, os pupilos de Alberto Babo acordaram no último período, tendo anulado uma vantagem de 12 pontos da equipa visitada, para o desconforto dos adeptos do Atlético Petróleos de Luanda que estiveram ontem no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, em número considerável.

 O jovem Fidel Cabita, com 14 pontos, foi o melhor marcador do Grupo Desportivo Interclube, seguido pelo seu companheiro de equipa André Migeul André, com 11.

No Atlético Petróleos de Luanda, Domingos Bonifácio e Gerson Gonçalves marcaram 14 pontos cada.

 Entretanto, apesar da vitória, Alberto Babo não deixou de criticar a sua rapaziada, pelas inúmeras perdas de bola, tendo destacado igualmente a determinação dos seus jogadores.

 Já Lazare Adindono, técnico principal da equipa tricolor, felicitou o Interclube pela vitória.

 A ronda quatro do Grupo A ficou marcada com a não realizado do prélio entre as formações do Progresso Associação do Sambizanga e Clube Desportivo da Marinha de Guerra, por falta de energia no Pavilhão Anexo número dois da Cidadela Desportiva.

Ainda ontem, para o Grupo B, o Futebol Clube Vila Clotilde bateu o Atlético Sport Aviação (ASA), por 60-58.   

                         
NBA
Westbrook iguala
 recorde histórico


Mesmo com Russell Westbrook a fazer uma temporada histórica na NBA, o Oklahoma City Thunder encontra algumas dificuldades na competição. Na noite de  quinta-feira, contudo, contra um dos adversários mais complicados, o San Antonio Spurs, a equipa apresentou um óptimo desempenho, tanto ofensivo quanto defensivo, e saiu da quadra com uma bela vitória em casa, por 102- 92, encerrou uma sequência de triunfos da franquia texana.

Ovacionado pelos adeptos no Chesapeake Arena, o camisa 0 conquistou o seu 31ª triplo-duplo, e igualou o feito de Wilt Chamberlain numa só temporada. Westbrook, agora, fica atrás apenas de Óscar “Big O” Robertson, com 41.

Anotou o seu primeiro triplo-duplo, na carreira contra o San Antonio, Westbrook agora só não conseguiu dois dígitos, em três estatísticas, contra duas equipas da NBA: o Chicago Bulls e o Charlotte Hornets. Os 23 pontos, 13 ressaltos e 13 assistências também foram importantes para o base manter a média na temporada.

Vítimas da forte marcação do Thunder na partida, os Spurs ficaram à frente do placar durante poucos minutos, do primeiro ao quarto. O sistema defensivo da equipa da casa funcionou bem, e forçou 14 perdas de bola da equipa de San Antonio, que pressionada, acertou apenas 41.7 por cento dos seus arremessos de quadra.

O Oklahoma venceu os dois primeiros períodos, e foi para o intervalo com nove pontos de vantagem. A equipa manteve a folga de pelo menos cinco pontos, até o apito final da partida, chegou a um pico de 20 pontos de tranquilidade, no último quarto.

Além de Westbrook, outros quatro jogadores pontuaram acima dos dez pontos. Victor Oladipo, no seu segundo jogo, após pausa por lesão, saiu da quadra com 20 tentos, quatro assistências e três ressaltos, enquanto Enes Kanter anotou um duplo-duplo de 14 pontos e 10 ressaltos. Doug McDermott e Steven Adams ainda contribuíram com mais 11 pontos cada. No San Antonio, os principais marcadores foram o extremo Kawhi Leonard (19), o poste Pau Gasol (18), que saiu do banco de reservas, e o poste titular LaMarcus Aldridge (17).

Com o resultado, o Thunder subiu para a sexta posição da Conferência Oeste, com 36 vitórias e 29 derrotas. O San Antonio (50 triunfos e 14 derrotas) não viu a sua vice-liderança ser ameaçada, mas também perdeu a chance de aproximar-se ainda mais do líder Golden State Warriors.

Relação da  ronda: Cleveland Cavaliers 101 x 106 Detroit Pistons,Los Angeles Clippers 114 x 98 Memphis Grizzlies, San Antonio Spurs 92 s 102 Oklahoma City Thunder, Philadelphia 76ers 108 x 114 Portland Trail Blazers, Los Angeles Lakers 122 x 110 Phoenix Suns.

Apesar do feito, o jovem jogador preferiu destacar o desempenho colectivo da sua agremiação que continua na senda das vitórias.