Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Papel higinico motiva Lakers

14 de Dezembro, 2014

Os californianos arrancaram um espectacular triunfo no Texas, por 112-110, em casa dos campeões em título San Antonio Spurs, com Nick Young a garantir a sétima vitória da época com um triplo a 7,4 segundos do final do prolongamento. Resta saber se este efeito vai ser duradouro.

Young, um dos visados por Kobe Bryant nas críticas ao empenho dos companheiros de equipa, acabou por ser também o melhor marcador do jogo, com 29 pontos, seguido de perto pela estrela da equipa: Kobe Bryant que somou 22 pontos (mais cinco ressaltos e nove assistências) e ficou a apenas nove de ultrapassar Michael Jordan como quarto maior cestinha na história da NBA (32.292 contra 32.284).

Jordan Hill, com 14 pontos e dez ressaltos, e Carlos Boozer, com 14 pontos e 13 ressaltos, também estiveram em destaque no triunfo dos Lakers em San Antonio.

A partida ficou marcada com a exibição de Manu Ginobili e Danny Green que desistiam da derrota do Spurs. A escassos segundos do tempo regulamentar, os dois campeões da NBA empurraram o jogo para o prolongamento. O equilíbrio foi total desde o início da partida. Tim Duncan acabou por ser o destaque dos texanos, com 19 pontos, aos quais juntou 18 ressaltos para um impressionante duplo-duplo. Seguiram-se Green, com 19, e Ginobili, 18 pontos.