Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Paulo Macedo da frias aos hendeca-campees

Melo Clemente - 11 de Setembro, 2013

Pupilas de Anbal Moreira tm dados sinais de melhorias no estgio facto que tem deixado satisfeita a equipa tcnica nacional

Fotografia: Jos Soares

A pouco menos de três dias para o encerramento da etapa derradeira do estágio pré-competitivo que efectua em Espanha, a Selecção Nacional sénior feminina de basquetebol continua a limar as últimas arestas e logo, a partir das 18h00, volta a medir forças com a formação do Rivas da primeira liga, naquele que vai ser oitavo amistoso, tendo em vista o Campeonato Africano das Nações (Afrobasket), prova a decorrer de 20 a 29 do mês em curso em Maputo, Moçambique.

Com o aproximar da data do arranque do Campeonato Africano das Nações, competição selectiva ao Campeonato do Mundo de 2014, a disputar-se na Turquia, o seleccionador nacional, Aníbal Moreira, vai fazendo as últimas correcções, a fim de formar um grupo coeso capaz de lutar pela revalidação do anel continental.
Os aspectos defensivos continuam a merecer a atenção especial da equipa técnica, apesar de se ter registado algumas melhorias. O teste de mais logo, vai permitir o seleccionador nacional fazer mais algumas correcções quer de ordem técnica, quer de ordem táctica, antes de deixar o Reino de Espanha com destino a Luanda, de onde partirá para o palco da competição (Maputo).

Os testes efectuados até aqui pela Selecção Nacional têm deixado satisfeito a dupla técnica Aníbal Moreira e Eliza Pires, técnicos que pretendem repetir a proeza de 2011, quando arrebataram pela primeira vez o título de campeã africana para o país.Entretanto, a fase de jogos de controlo do combinado nacional encerra esta sexta-feira, quando defrontar os Estudiantes, equipa que milita igualmente na primeira liga espanhola.

A Selecção Nacional está inserida no Grupo B da fase preliminar do Campeonato Africano das Nações, ao lado das selecções de Cabo Verde, Mali, Camarões, Quénia e Nigéria, esta última com quem se estreia, a 20 do mês em curso. No Grupo A estão as selecções de Moçambique, país anfitrião, Senegal, Costa do Marfim, Egipto, Argélia e Zimbabwe.

O seleccionador Nacional Aníbal Moreira trabalha com as seguintes atletas: Catarina Camufal, Mereciana Fernandes, Astride Vicente, Nguendula Filipe, Nadir Manuel, Sónia Guadalupe, Fineza Eusébio, Nacissela Maurício, Ana Gonçalves, Luísa Tomás, Clarisse Mpaka, Whitney Miguel; Felizarda Jorge e Artemies Afonso.

HOMENAGEM
Malange presta tributo aos campeões


A Selecção Nacional sénior masculina de basquetebol segue viagem amanhã, para a província de Malange, onde será recebida pelo governador daquela parcela do território nacional, Norberto dos Santos “Kota Kanawa”, em face da recente conquista da 27ª edição do Campeonato Africano das Nações, vulgo Afrobasket, competição disputada na Costa do Marfim.

Depois de ter sido tributada pelas populações de Luanda e Uíge, amanhã, vai ser a vez da população da palanca Negra Gigantes prestar o seu carinho à Selecção Nacional que em 2014 vai disputar o Campeonato do Mundo de Espanha, naquele que será a sua sétima presença numa competição do género.

O seleccionador nacional, Paulo Macedo, considerou reconfortante as palavras de apreço que o seu grupo tem recebido dos mais variados extractos da sociedade, pela conquista do 11º título africano para o país.

Para além de serem recebidos pelo governador Norberto dos Santos “Kota Kanawa”, os hendeca campeões africanos vão visitar alguns locais turísticos da terra da palanca Negra Gigante, segundo apurou o Jornal dos Desportos. Sagraram-se hendeca campeões africanos os seguintes atletas: Armando Costa, Carlos Almeida, Joaquim Gomes “Kikas”, Reggie Moore, Hermenegildo Santos, Milton Barros, Eduardo Mingas, Olímpio Cipriano, Valdelício Joaquim, Carlos Morais, Felizardo Ambrósio “Miller” e Leonel Paulo.                  M.C


AFROBASKET
Macedónia cai na primeira fase


A Macedónia, quarta classificada na última edição, foi a principal vítima da última jornada da primeira fase do Eurobasket'2013, que decorre na Eslovénia. Os macedónios, em dificuldades desde o arranque da prova, viram as suas últimas esperanças ruírem, ao perderem com a Letónia por 76-66, num encontro em que Bo McCalebb, melhor anotador da prova até ao momento, foi bem anulado pelos letões, terminando o jogo com apenas oito pontos.Três grandes nações do basquetebol europeu, a Turquia, vice-campeã mundial em 2010, a Rússia, medalha de bronze nos Jogos de 2012, ambas eliminadas no domingo, e a Macedónia ficaram assim pelo caminho.Outra equipa apontada como favorita à partida e que esteve perto de ser eliminada foi a Lituânia, que perdeu com a Bósnia por 78-72, mas conseguiu conservar a diferença de pontos que a manteve em prova, enquanto os bósnios falharam o objectivo.

CONVITE
Denis Rodman planeia
treinar Coreia do Norte

Dennis Rodman afirmou, na última segunda-feira, no regresso da sua viagem à Coreia do Norte, que planeia treinar a selecção de basquetebol norte-coreana, levar ex-jogadores da NBA a Pyongyang, escrever um livro com Kim Jong-un e entrevistá-lo na televisão.

"Vou construir uma ponte com a Coreia do Norte", disse Rodman, numa conferência de imprensa, em Nova Iorque, durante a qual voltou a defender o seu "amigo" Kim Jong-un, apesar das críticas da comunidade internacional contra o repressivo regime norte-coreano.

"Ele (Kim Jong-un) disse-me: Podes treinar a nossa selecção durante os próximos três anos para que possa competir nos Jogos Olímpicos? Eu disse 'tudo bem'", revelou o extravagante ex-jogador da NBA. Além disso, assegurou ter acertado com o líder norte-coreano a disputa de um jogo particular, em Pyongyang, em que participariam outras antigas estrelas da NBA e os melhores jogadores de basquetebol norte-coreanos. O jogo, segundo o ex-basquetebolista, está marcado para 8 de Janeiro, dia do aniversário de Kim Jong-un, que lhe prometeu que "95 mil pessoas irão assistir à partida no estádio".

Os Brooklyn Nets homenageiam Jason Kidd

Os Brooklyn Nets vão homenagear Jason Kidd, actual treinador e antigo jogador da equipa quando estava sedeada em New Jersey, retirando o número cinco, que nunca mais pode ser usado por outro jogador. A cerimónia de imortalização do número deve ter lugar no dia 17 deste mês, frente aos Miami Heat. Kidd é o sexto jogador a ter o número retirado depois de ter sido um dos maiores responsáveis da melhor fase dos Nets na NBA, entre 2002 e 2008: nesta altura a equipa chegou duas vezes consecutivas às finais, tendo sido derrotada pelos Los Angeles Lakers (2002) e San Antonio Spurs (2003). Kidd ia conquistar um título da NBA, mas nos Dallas Mavericks em 2011.