Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro e 1 de Agosto garantem prontido

Juscelino da Silva - 30 de Setembro, 2019

Fotografia: Jos Cola | Edies Novembro

Quem vai levar o troféu da época 2019/2020? A pergunta não se cala nos balneários das principais candidatas ao título. No lado petrolífero, as emoções de campeão nacional estão contidas, depois de se conhecer o adversário de estreia. O chefe de departamento para o basquetebol, João de Carvalho, garantiu a prontidão da equipa treinada por Lazare Adingono para atacar todas as competições.
"Na qualidade de detentor do título nacional, o Petro de Luanda não tem outro objectivo senão o de vencer todos os jogos, independentemente, dos adversários inscritos. Os nossos objectivos estão bem traçados para está época desportiva", garantiu.João de Carvalho sustenta que "o clube respeita todos os adversários" e "está pronta para disputar bem a Supertaça".
"Temos um plantel bom que nos dá a consistência para a época e o nosso grupo respira de boa saúde", apregoou.Com a mesma motivação estão os militares. O Director para o basquetebol do 1º de Agosto, Joaquim Gomes "Kikas", reiterou que "o plantel está melhor reforçado com as chegadas dos postes Teotónio Dó e o norte-americano Jamar Samuels". Esse último deve desembarcar em Luanda nos próximos dias.
"Estamos a trabalhar há muito tempo e de forma intensa com vista a nova época desportiva. Em todas as frentes, só temos um objectivo: conquistar o título", disse.O responsável desvalorizou as recomendações deixadas pela Federação Angolana de Basquetebol no encontro com os clubes. Kikas Gomes afirmou que "foi um falso alarme da FAB" sobre a restauração dos balneários do pavilhão Victorino Cunha.
"O nosso pavilhão teve uma intervenção técnica que se consubstanciou na restauração geral e os balneários não ficaram alheios das obras", esclareceu.Recorda-se que o recinto beneficiou de obras de restauração com incidência na colocação de um novo piso, calhas novas no tecto, novas lâmpadas no interior e no exterior, as tabelas e os aros mereceram a restauração, manutenção dos placardes electrónicos e pintura geral.


ÉPOCA 2019/2020
Jogos aliciantes na estreia


A 42ª edição do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol começa no dia 18 de Outubro revestido de jogos aliciantes. O campeão nacional, Petro de Luanda, vai defrontar a Marinha de Guerra com olhos no retrovisor. As dificuldades enfrentadas no ano passado ainda fazem morada na memória de Lazare Adingono e pupilos. A expectativa gira à volta da qualidade da surpresa que cada uma das agremiações pode oferecer aos amantes da bola ao cesto.
Não menos importante, os vice-campeões nacionais recebem os aviadores "moribundos". Em função da diferença competitiva, o director para o basquetebol do 1º de Agosto, Joaquim Gomes "Kikas" assegurou que "o sorteio foi positivo". A vitória sobre o ASA é inquestionável e moraliza os atletas e a equipa técnica liderada por Paulo Macedo.
A Universidade Lusíada, com um pouco de pressão, vai estrear-se com a vitória sobre o Clube de Formação Desportiva Kwanza. Os estudantes de Manuel Silva "Gi" estão reforçados com as contratações do extremo Atntónio Deográcio e o extremo-poste Manda João, ambos saídos do Petro de Luanda. Os dois mais novos estudantes levam a experiência dos campeões nacionais ao grupo apostado na melhoria de classificação anterior.
Do outro lado da quadra está uma equipa amadora e formada por jovens.
O CFDK está na competição com o objectivo de dar rodagem competitiva aos atletas com idades inferiores a 23 anos de idade e os resultados são objectivos secundários.Não menos importante jogo do dia é o que vai opor o FC Vila Clotilde ao Interclube. A equipa do bairro Maculusso está reforçada com jovens saídos dos escalões de formação e uma vitória sobre os polícias constitui a maior surpresa do campeonato.O Interclube reforçou a cavalaria com a contratação de jogadores de peso como Reggie Moore, Roberto Fortes, Ludgero Galiza, Glofate Buimba, Josiney Joaquim e Ricardo Ucuamba, que levam ao Rocha Pinto "outra maneira de abordar o basquetebol". A vitória sobre o Vila Coltilde é incontestável.
Os amantes do basquetebol deixam de assistir, a partir da presente época, aos jogos no pavilhão anexo número dois da Cidadela Desportiva. A Direcção Técnica da Federação Angolana de Basquetebol interditou o recinto para os jogos oficiais por apresentar um piso impraticável. A decisão deixou cair em terra as pretensões de clubes com fraco rendimento financeiro que o indicaram para os seus jogos em "casa".
Estão autorizados a receber os jogos oficiais da presente época os pavilhões principal da Cidadela Desportiva, Victorino Cunha, Dream Space e 28 de Fevereiro. Nenhuma equipa indigitou o Arena do Kilamba.
A 42ª edição do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol vai ser disputada pelo Petro de Luanda, 1º de Agosto, Marinha de Guerra, Atlético Sport Aviação (ASA), Interclube, Universidade Lusíada, FCVila Clotilde e CF Desportiva Kwanza. Todas as equipas são da província de Luanda.  A Taça de Angola vai ser disputada em Fevereiro de 2020.