Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro e Inter acertam contas

Melo Clemente - 26 de Março, 2016

Petrolíferos da capital querem corrigir o desaire sofrido na última terça-feira referente a segunda mão dos quartos-de-final da Taça

Fotografia: José Cola

As formações do Atlético Petróleos de Luanda e do Grupo Desportivo Interclube  protagonizam  hoje mais um duelo interessante, a partir das 18h00 no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, desafio a contar para a conclusão da primeira jornada do Grupo A da 38ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino (BIC Basket), aberta ontem.

Num espaço de três dias, petrolíferos e polícias voltam a  medir forças, desta vez para o encerramento da jornada número um do Grupo A do BIC Basket, competição que entra na sua fase intermédia.

Depois da derrota sofrida na  terça-feira, por 83-102, desafio que contou para a segunda mão dos quartos -de -finais da 32ª edição da Taça de Angola, a equipa do Eixo -viário vai procurar evitar novo desaire, que a acontecer seria o segundo na competição.

As esperanças  voltam a estar depositadas em Emanuel Quezada, Jason Cain, Leonel Paulo, Reggie Moore e Domingos Bonifácio, quinteto que tem sido letal na presente época desportiva.

Se em relação aos internacionais angolanos, Leonel Paulo, Reggie Moore e Domingos Bonifácio continuam a manter a performance, o mesmo não  pode dizer-se da dupla americana (Quezada e Cain) que tem estado a alternar  as más com boas exibições, facto que tem contribuído para alguns desaires do campeão nacional em título, que soma na prova  quatro derrotas.

Das quatro primeiras equipas classificadas da fase regular da 38ª edição do Campeonato Nacional da "bola ao cesto", 1º de Agosto, Recreativo do Libolo, Atlético Petróleos de Luanda e Grupo Desportivo Interclube, estas duas últimas foram as que mais derrotas averbaram:com quatro e cinco desaires, respectivamente. Apesar do  valor do  adversário, o técnico camaronês Lazare Adingono não esconde o desejo de vencer a equipa adstrita à Polícia Nacional, a fim de somar os primeiros dois pontos da fase de Grupos. Entretanto, a formação do Grupo Desportivo Interclube moralizado com o triunfo de terça-feira 102-83, resultado que foi insuficiente para transitar para as meias-finais da Taça de Angola, vai tentar repetir a proeza esta noite.Apesar de ter rejuvenescido o plantel, a turma da Polícia tem conseguido equilibrar jogos com as chamadas equipas grandes.

Alberto Bab, técnico  português ao serviço do Interclube,  alerta à sua rapaziada no sentido conter a emoção, dando lugar a determinação e concentração durante os 48 minutos.

Gerson Domingos, Paulo Márcio Barros e Alexandre Jungo têm estado em grande destaque no plantel comandado por Alberto Babo. O trio vai ter seguramente a confiança do técnico para o cinco inicial.

O equilíbrio  marca algumas etapas da partida, a julgar pelo potencial dos dois conjuntos, com sinal mais, para os actuais campeões nacionais.Os militares lideram o Grupo A agora com três pontos.