Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro e Interclube abrem Taa Victorino Cunha

Melo Clemente - 03 de Novembro, 2018

Petrolferos e militares podem disputar amanh a final do torneio que visa homenagear a figura do antigo seleccionador nacional

Fotografia: DR

As formações do Atlético Petróleos de Luanda e do Grupo Desportivo Interclube defrontam-se hoje, a partir das 16h00, no Pavilhão do Codemn, no destaque da primeira jornada da décima edição do torneio Victorino Cunha de basquetebol em seniores masculinos, ao passo que o 1º de Agosto e Grupo Desportivo da Marinha de Guerra encerram a ronda um do quadrangular às 18h00.
Sem Leonel Paulo, extremo poste, e Domingos Bonifácio, base, ambos adoentados, a formação do Eixo-viário vai procurar suplantar esta tarde a equipa adstrita a Polícia Nacional, a fim de assegurar o passe da final da décima edição do torneio Victorino Cunha, competição que visa homenagear a figura do antigo seleccionador  nacional dos hendecacampeões africanos da \"bola ao cesto\".
Apesar destas contrariedades, Lazare Adingono, camaronês ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda, vai procurar montar uma equipa que seja capaz de superar a formação do Grupo Desportivo Interclube, agora sob liderança de Alberto de Carvalho \"Ginguba\", antigo seleccionador nacional.
Moralizados com o apuramento à fase final da Afroleague, os petrolíferos da capital vão procurar esta tarde vergar a formação adstrita a Polícia Nacional, a fim de disputarem amanhã, domingo, a final da décima edição do torneio Victorino Cunha.
O desafio desta tarde entre petrolíferos e polícias é de difícil prognóstico, a julgar pela qualidade dos dois planteis.
Aliás, a partida desta tarde, servirá de ajuste de contas, dado que a formação comandada por Alberto de Carvalho \"Ginguba\" havia vergado para a 41ª edição do   Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo Unitel Basket, a similar do Atlético Petróleos de Luanda.
Childe Dundão e Joaquim Pedro \"Quinzinho\" vão assumir a condução do jogo ofensivo da equipa petrolífera.Entretanto, na formação do Grupo Desportivo Interclube estão igualmente confirmadas duas baixas para o embate desta tarde, nomeadamente, Paulo Barros e Miguel Kiala, respectivamente.
Sem duas das suas principais unidades, Alberto de Carvalho \"Ginguba\" não esconde o desejo de voltar a vergar a sua antiga equipa, a fim de disputar a final da décima edição do torneio Victorino Cunha. O equilíbrio vai seguramente marcar o desafio desta tarde, a julgar pela qualidade dos dois planteis.
Por seu lado, a formação do 1º de Agosto, vencedor da última edição do torneio, terá pela frente a congénere do Grupo Desportivo Marinha de Guerra, num prélio onde o Clube Central das Forças Armadas Angolanas é claramente favorito à conquista da vitória.Com maior ou menor dificuldade, a equipa militar, vencedora do zonal VI, vai assegurar o passe da final que será jogada amanhã, no mesmo recinto a partir das 18h00.    
 Paulo Macedo, técnico principal da formação do 1º de Agosto, vai colocar uma equipa que seja capaz se suplantar com toda naturalidade o seu adversário, que diga-se, tem dificultado a vida das chamadas equipas grandes.