Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro joga com ASA

22 de Janeiro, 2016

Petro de Luanda procura a terceira vitória na competição diante da frágil equipa do Atlético Sport Aviação

Fotografia: José Soares

Petro de Luanda defronta hoje, às 18h30, no pavilhão Anexo à Cidadela Desportiva, o Atlético Sport Aviação (ASA) em partida da quinta jornada do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol. O quinto classificado da tabela geral busca a terceira vitória na prova, depois de vencer a Universidade Lusíada (81-68) e Progresso Sambizanga (109-63).

Os campeões nacionais são favoritos do jogo, tendo em conta a elevada qualidade do seu plantel, em que se destaca Emanuel Quezada, MVP do BIC Basket'2014/2015 e da Taça de Clubes Campeões Africanos. Outros nomes dão prestígio à agremiação tricolor. São os casos de Domingos Bonifácio, Leonel Paulo, Regie Moore, Jason Cain e Gelson Gonçalves, que assessorados pelo técnico Lazare Adingono, elevam a qualidade competitiva da equipa.

Do outro lado da quadra está o ASA, um clube que busca reencontrar-se em função da remodelação feita na sua estrutura principal. A equipa do aeroporto internacional de Luanda é integrada por jovens atletas, saídos das escolas de formação, e alguns veteranos dispensados pelos principais clubes.

Com menor ou maior dificuldade, Petro de Luanda vai ganhar o jogo. O Adversário é o lanterna da competição nacional com quatro derrotas, resultantes de igual número de jornadas.

O verdadeiro teste do Petro de Luanda na competição acontece amanhã. Os campeões nacionais vão defrontar o Recreativo de Libolo, finalista vencido, a partir das 18h30, no Dream Spacem, em Viana. O jogo é uma reedição da última final da Taça de Clubes Campeões Africanos.

O jogo tem como motivação o ajuste de contas. O Libolo é o segundo classificado da tabela geral com sete pontos e vai procurar aproximar-se ao líder da competição, o 1º de Agosto. Para o efeito, Norberto Alves preparou um conjunto para inverter a situação desfavorável que tem perante o adversário nos últimos confrontos. A equipa de Calulo baqueou diante da do Eixo-viário em duas finais: a do BIC Basket e da Taça de Clubes Campeões Africanos

Lazare Adingono e comandados tencionam manter o ritmo de vitórias, mas vão ter pela frente um Libolo que necessita de se reerguer do “desaire” ante o 1º de Agosto, na jornada anterior por 84-95. Carlos Morais, Braúlio Morais, Valdelício Joaquim, Eduardo Mingas, Milton Barros e Olímpio Cipriano estão com as mãos quentes para "incendiar" o petróleo do Eixo-viário.

Noutras partidas da dupla ronda, o 1º de Agosto vai consolidar a liderança. Em quatro jornadas tem igual número de vitórias. Os militares defrontam Vila Clotilde e a Marinha de Guerra, adversários inferiores.