Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro mais perto da final

Melo Clemente - 21 de Maio, 2016

1º de Agosto está em desvantagem no play-off das meias-finais do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos

Fotografia: José Cola

Em desvantagem na eliminatória (1-2), o técnico do 1º de Agosto, Ricard Casas, joga hoje uma cartada decisiva, quando receber a partir das 19h00, no Pavilhão Victorino Cunha, o seu rival, Atlético Petróleos de Luanda para a quarta partida do play-off das meias-finais da 38ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculino, vulgo BIC Basket, a melhor de cinco jogos.

Depois de ter perdido na quinta-feira, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, por 86-96, num prélio inteiramente dominado pelos petrolíferos da capital, o técnico militar vê-se na obrigação de encontrar argumentos técnicos para suplantar esta noite o seu adversário, que tem nesta altura os índices motivacionais em alta.

A pressão está seguramente do lado da equipa rubro - negra, que vai tentar logo mais forçar o quinto jogo, a fim de se encontrar o adversário da formação do Recreativo do Libolo para a final do play -off da 38ª edição do BIC Basket.

Ricard Casas que admitiu os inúmeros erros cometidos na quinta-feira, aproveitou o dia de ontem para fazer correcções, principalmente no capítulo defensivo, onde são visíveis as fragilidades da formação militar.

Ainda desprovido de Johne Pedro, poste, e Mohamed Malick Cissé, ambos por lesão, o espanhol ao serviço da formação do 1ºde Agosto tem utilizado sete a oito jogadores nesta fase da competição, "sacrificando" atletas como Joaquim Gomes "kikas",  capitão da equipa rubro - negra, Francisco Sousa, Mutu Fonseca e Jorge Taty.

Uma eventual derrota hoje, coloca a equipa mais titulada do país e do continente africano, com 17 e 8 troféus respectivamente, fora da corrida ao título da 38ª edição do BIC Basket, pelo que, o 1º de Agosto vai utilizar todo o seu poderio para vencer os actuais campeões nacionais.

Militares e petrolíferos protagonizam esta noite o oitavo clássico da época, isto a nível do Campeonato Nacional- décimo no geral-  onde a formação do Atlético Petróleos de Luanda leva uma vantagem de quatro vitórias, contra três do 1º de Agosto. Na fase final da Taça dos Clubes Africanos, as duas equipas defrontaram-se por duas ocasiões,  registou-se uma vitória para cada conjunto.

Durante a fase regular do "Nacional", as agremiações somaram  uma vitória. Na primeira volta, a equipa do Rio Seco venceu à tangente no seu reduto, por 83-82, ao passo que na segunda volta o triunfo coube aos tricolores, por 85-75.Quanto à fase de Grupos, os militares suplantaram os petrolíferos, por  97-77, e na fase de Qualificação, os pupilos de Lazare Adingono foram mais felizes, ao triunfarem por 94-87.

Nos play-off das meias-finais da 38ª edição do BIC Basket, a melhor de cinco partidas, os militares entraram de forma triunfante e venceram por 102-75, partida disputada no Pavilhão Principal da Cidadela. Ainda na Cidadela, a equipa tricolor igualou a eliminatória, ao derrotar o seu rival, por 113-107.

Na quinta-feira, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, um novo triunfo da equipa do Eixo -viário, desta vez por 96-86.

Entretanto, moralizada com a cambalhota na eliminatória, a formação do Atlético Petróleos de Luanda procura alcançar esta noite mais um triunfo, a fim de assegurar o passe de acesso ao play -off da fase final da prova, a ser jogada a melhor de sete partidas. Ontem, Lazare Adingono aproveitou o dia para rever aspectos que estiveram mal na partida de quinta-feira.

Benjamin Avô, um dos adjuntos da formação petrolífera reconhece que é mais um teste difícil, não esconde a vontade de vencer logo mais, o seu opositor.

"Vamos  melhorar ainda mais a nossa defesa. Acredito que será uma partida difícil para os dois contendores, a equipa que souber explorar mais os erros do adversário chamará a si a vitória", disse.


Artilharia
Emanuel Quezada   
supera Reggie Moore


O base norte-americano ao serviço do Atlético Petróleos de Luanda, Emanuel Quezada, superou o  companheiro de equipa Reggie Moore da lista dos melhores marcadores, lidera agora a artilharia com 71 pontos, contra 67 do internacional angolano.

Com 30 pontos anotados na quinta-feira na vitória frente ao seu rival 1º de Agosto, por 96-86, em pleno Pavilhão Victorino Cunha, isto em 41 minutos e 43 segundos, Quezada ultrapassou Reggie Moore que à entrada da terceira partida do play-off das meias-finais liderava a artilharia, com 44 pontos.

Emanuel Quezada, um dos esteios máximos da equipa tricolor, tem uma média de 23,6  pontos marcados por desafio, seguido do internacional angolano que tem nesta altura uma média de 22,3 pontos por partida.

Reggie Moore terminou a partida com 23 pontos marcados, contra 20 do extremo poste, Leonel Paulo.

Emanuel Quezada, Reggie Moore e Leonel Paulo foram os principais carrascos do Clube Militar.

No 1º de Agosto, dois atletas partilham a lista dos melhores marcadores com 56 pontos marcados, respectivamente, Cedrick Ison e Tariq Kirsksay. Edson Ndoniema e Islando Manuel com 43 e 39 pontos, ocupam as posições imediatas.    
 M.C


NBA
Sixers vencem
lotaria do Draft


A estatística desta vez favoreceu o Philadelphia 76ers, que ganhou nesta terça-feira a lotaria do sorteio do Draft da NBA e tem direito à primeira escolha na selecção, que acontece no próximo dia 23 de Junho, em Nova York.

A última vez que os Sixers ficaram com a primeira escolha do draft ocorreu em 1996, quando a franquia seleccionou o base Allen Iverson.

O alvo dos Sixers no sorteio podia ser o extremo poste australiano Ben Simmons, calouro da LSU na liga universitária e o também 'freshman' Brandon Ingram, de Duke, considerados os melhores jogadores universitários que disponíveis no Draft.

Simmons foi o melhor calouro da temporada ao conseguiu médias de 19 pontos, 11 ressaltos e quatro assistências.

O segundo colocado no sorteio foi o Los Angeles Lakers, seguido pelo Boston Celtics, que tinha os direitos do Brooklyn Nets, a equipa com a terceira pior marca da temporada regular.

Assim, ninguém melhorou as posições na lotaria que define as três primeiras escolhas. As outras equipes são distribuídas na ordem de recrutamento, de maneira inversamente proporcional à posição na campanha regular.

O treinador dos Sixers, Brett Brown, mostrou-se feliz com o resultado do sorteio e disse que  era algo bom para a cidade da Filadélfia.