Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro obrigado a ganhar

Melo Clemente - 23 de Maio, 2017

Tricolores vêem-se obrigados a vencer esta noite o Recreativo do Libolo

Fotografia: Jornal dos Desportos

Com dois desaires somados, a formação do Atlético Petróleos de Luanda vai procurar alcançar a sua primeira vitória, quando receber hoje, a partir das 19h00, no Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, a similar do Recreativo do Libolo, na terceira partida do play-off da final da 39ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos, vulgo BIC Basket, a melhor de sete.

Depois de perder as duas primeiras partidas (97-96 e 87-85), jogos disputados no Pavilhão do  Dream Space, em Viana, a equipa tricolor vê-se \"obrigada\" a vergar esta noite o grémio da vila de Calulo, sob pena de ver cada vez mais distanciado o sonho de arrebatar o seu décimo terceiro troféu doméstico.

A falta de concentração, aliada a \"inexperiência\" de alguns jogadores, contribuiu em certa medida para as duas derrotas consecutivas sofridas pelo Atlético Petróleos de Luanda, que viu as vitórias a fugirem bem na ponta final de cada desafio.

Tal como na primeira partida, sábado, os petrolíferos da capital voltaram a falhar nos momentos cruciais da partida, tendo o inevitável Olímpio Cipriano convertido um lançamento dos seis metros e setenta e cinco, a um segundo do fim do jogo.

Com o histórico a desfavorecer completamente a equipa do Eixo-viário, que soma já oito derrotas na presente época desportiva, em igual número de partidas, os comandados de Lazare Adingono vão aproveitar o factor casa, para começar a diminuir o fosso que existe.

Aliás, nas duas partidas disputadas nesta fase final do play-off, os petrolíferos da capital conseguiram ombrear de igual para igual com a forte equipa do Recreativo do Libolo que persegue o seu terceiro troféu a nível do BIC Basket.

Os resultados apertados (97-96 e 87-85), atesta perfeitamente a qualidade de jogo dos tricolores, que melhorou significativamente nesta ponta final da temporada desportiva 2016/2017.

Ontem, Lazare Adingono e pupilos ensaiaram as estratégias para suplantar hoje, a forte equipa do Recreativo do Libolo que continua a evidenciar classe na fase derradeira do BIC Basket.

Sem Edmir Lucas, que provavelmente já não vai jogar na presente época desportiva, os internacionais angolanos, Leonel Paulo e Reggie Moore, ambos extremos postes, estão algo limitados, isto no capítulo físico mais, constituem opções para o embate desta noite de capital importância para o Atlético Petróleos de Luanda.

Entretanto, o Recreativo do Libolo que está moralizado com os dois triunfos obtidos no seu reduto, vem com o propósito de contrariar ao máximo o favoritismo caseiro do seu opositor que vai jogar o tudo ou nada.

A experiência das suas principais unidades, com realce para Olímpio Cipriano, Eduardo Mingas, Milton Barros, Jackel Foster, Andre Harris entre outros, acabou, sem margens de dúvidas, por ser decisiva nas duas vitórias alcançadas até aqui pela formação do Recreativo do Libolo.

O técnico espanhol ao serviço do Libolo está consciente das dificuldades que vão encontrar no prélio de mais logo, por isso, aconselha a sua rapaziada a entrar com os índices de concentração em alta.

\"Teremos de entrar concentrados para o jogo. A partida de mais logo será mais uma vez difícil, à semelhança do que aconteceu nas duas primeiras partidas. Nós teremos que estar bastante concentrado se quisermos manter o ciclo de vitórias\", reconheceu Hugo López.        

O equilíbrio vai seguramente marcar o prélio de mais logo, a julgar pela qualidade de jogo que as duas equipas estão a proporcionar aos amantes da modalidade.

O Pavilhão Principal da Cidadela pode registar esta noite uma moldura humana considerável.


NBA
Celtics vencem
no último décimo


O Boston Celtics conseguiu uma vitória improvável, dramática e tensa na noite de domingo, em Cleveland, casa dos actuais campeões da NBA. No quarto jogo da série final da Conferência Leste, os Celtics arrancaram uma vitória por 111-108 no último lance do confronto, restando apenas 0.1 segundo.A série segue em vantagem dos Cavaliers, 3-1, mas o quinto jogo da melhor de sete está confirmado para quinta-feira, dessa vez em Boston.

Kyrie Irving, do Cleveland Cavaliers, foi o cestinha do jogo com 29 pontos e ainda se destacou com sete assistências. Pelo lado da equipa vencedora, Marcus Smart anotou 27 pontos e também fechou com sete assistências. LeBron James não esteve bem e terminou com apenas 11 pontos.

Mas, o heróis da noite foi Avery Bradley, que na última jogada, recebeu a bola da linha de três pontos e chutou. A bola ainda quicou duas vezes no aro antes de escorregar pela rede e dar a vitória ao Boston Celtics. Antes dele, Jerebko também foi fundamental ao acertar a sua quarta tentativa de trás da linha dos três pontos.

Liderados por uma grande actuação da dupla Kyrie Irving e Kevin Love, que foram para o intervalo com um total de 39 pontos, os Cavaliers foram arrasadores desde o começo. Frente a um Boston apático e abatido pelo desfalque da estrela Isaiah Thomas, os donos da casa passaram tranquilamente pelo primeiro tempo, vencendo o quarto inicial por 35-24 e o segundo por 31-26. O que ninguém mais esperava, no entanto, aconteceu. No segundo tempo, o Boston Celtics acordou e, com uma atitude mais agressiva, se impôs sobre os actuais campeões. O terceiro quarto terminou com a parcial de 32- 21 para os visitantes, que, assim, entraram no jogo novamente.

Os últimos 12 minutos foram eletrizantes, com as duas equipas se alternando na liderança do placar a cada ataque. As defesas eram facilmente batidas e o clima era de tensão, com o ginásio todo de pé. Apesar de toda a pressão pela necessidade de vencer e por estar longe de casa, o Boston Celtis foi cirúrgico nos lances decisivos e, com uma boal de três de Avery Bradley no último segundo, fechou o parcial em 29-21, e chegou a vitória por 111-108.

THOMAS FALHA TEMPORADA
Isaiah Thomas está fora do restante da temporada. Depois de o base participar das duas derrotas do Boston Celtics, contra o Cleveland Cavaliers, pela final da conferência lesta da NBA, o clube confirmou que o jogador teve agravada uma lesão no quadril e será poupado.

Em declaração publicada no site oficial da franquia, o director médico da equipa, Dr. Brian McKeon, apontou que Isiah já havia participado dos jogos 1 e 2 contra os Cavs no sacrifício. No entanto, ele revelou que seria irresponsabilidade seguir permitindo que o camisa 4 jogasse.

“Isaiah tem trabalhado incessantemente para tratar da distância desde que sentiu pela primeira vez”, apontou Brian.