Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro ou Interclube no caminho do 1º de Agosto

Melo Clemente - 09 de Abril, 2013

Pupilos de Paulo Macedo começaram a preparar a última fase do

Fotografia: Santos Pedro

Apesar de faltar uma jornada para o termo da fase de Grupos, a direcção técnica da Federação Angolana de Basquetebol esmera-se na criação de “condições” para o arranque da “Final Four” da XXXV edição do Campeonato Nacional de Basquetebol em seniores masculinos, vulgo BAI Basket, cujo início está aprazado para o dia 26 do mês em curso, com o termo previsto para o dia 21 de Maio próximo.

A fase final do BAI Basket vai ser disputada pelas dez equipas que competiram na fase de Grupos, subdivididas em três séries (A, B e C). Nesta etapa derradeira da maior competição da “bola ao cesto”, as equipas vão disputar entre si no sistema de todos contra todos a quatro voltas, isto nas séries A e B, ao passo que a série C, que será composta apenas por duas equipas, vai ser disputado no sistema de todos contra todos a duas voltas.

Assim sendo, a série A, reservada às equipas que vão discutir o título da XXXV edição do BAI Basket, será formada pelas quatro equipas melhores classificadas do Grupo A, no caso, 1º de Agosto, vencedor do grupo, com 14 pontos, Recreativo do Libolo do Kwanza-Sul, campeão nacional em título, Grupo Desportivo Interclube e Atlético Petróleos de Luanda.

De acordo com os regulamentos da prova, o Clube Central das Forças Armadas Angolanas entra para a série A, com um ponto de bonificação, fruto do primeiro lugar alcançado na fase de Grupos.

Na série B, farão parte o Atlético Sport Aviação (ASA), quinto classificado do Grupo A, e os três primeiros classificados do Grupo B, totalizando quatro colectividades, ao passo que a série C será constituída pelas duas últimas classificadas do Grupo B.

Tal como o 1º de Agosto, o Atlético Sport Aviação (ASA), equipa que até aqui não logrou qualquer vitória na fase de Grupos, entrará igualmente para a série B com um ponto de bonificação.

Entretanto, ao contrário das últimas edições, em que o vencedor do Grupo A acabava por fazer as quatro primeiras partidas da “Final Four” da primeira volta na condição de equipa visitada, na presente temporada, o vencedor vai realizar apenas duas partidas em casa, “viajando” posteriormente para o reduto alheio.

Em caso de empate pontual entre duas ou mais equipas no fim da competição, o desempate será feito pelo maior quociente do número de pontos marcados e pelo número de pontos sofridos, nos jogos entre si realizados na respectiva fase (fase regular).

Na final, em caso de igualdade de pontos entre as duas equipas melhores classificadas da série A, para a decisão do título, a forma de desempate será excepcionalmente encontrada por intermédio de uma finalíssima.

A finalíssima será disputada em casa da equipa melhor classificada na fase de Grupos.


FINAL FOUR
Interclube e Petro no caminho do 1º de Agosto


O Grupo Desportivo Interclube ou o Atlético Petróleos de Luanda poderá ser o primeiro adversário do 1º de Agosto no arranque da “Final Four” da XXXV edição do Campeonato Nacional de Basquetebol em seniores masculinos, cujo início está aprazado para o dia 26 do mês em curso.

Se as duas colectividades não tivessem que disputar mais um jogo e, em função da actual tabela classificativa que coloca Interclube e Atlético Petróleos de Luanda, terceiro e quarto classificado, com 11 e dez pontos, respectivamente, os petrolíferos da capital, liderados pelo camaronês Lazare Adingonou, seriam os adversários da equipa militar, que venceu o Grupo A, com 14 pontos.

Petrolíferos da capital e polícias medem forças na próxima sexta-feira, para a décima e última jornada do Grupo A, folgando o 1º de Agosto por imperativo de calendário.

Em caso de vitória do Interclube, o quarto lugar fica com o Atlético Petróleos de Luanda, devendo, no entanto, defrontar no início da “Final Four” o arqui-rival, 1º de Agosto.

Se acontecer ao contrário, ou seja, se a vitória sorrir para o Atlético Petróleos de Luanda por mais de oito pontos, dado que o Interclube venceu na primeira volta por 104-96, a equipa do Eixo-viário tomará de assalto o terceiro posto, evitando o confronto com o 1º de Agosto no início da prova.
Assim, a formação do Grupo Desportivo Interclube terá a missão de visitar a equipa rubro e negra no dia 26 do mês em curso. M.C


NBA
Griner disponível


A jogadora da Universidade de Baylor, Brittney Griner, afirmou estar disponível para aceitar o desafio lançado há uma semana pelo patrão dos Dallas Mavericks, Mark Cuban, para a escolher no segundo draft da NBA e integrá-la nas Ligas de Verão que a equipa texana vai disputar.

“Se tenho uma oportunidade de ingressar na NBA, por que não aproveitar? O que poderia acontecer? Se não conseguir, pelo menos tentarei. Alguém deve dar o primeiro passo”, disse Griner, de 23 anos.

Nada intimidada pela possibilidade de defrontar nomes como LeBron James ou Dwight Howard, Brittney Griner garante que não tem medo. “Se tiver de enfrentar adversários mais fortes e maiores, assim o farei. Ficarei a saber o que sentem as jogadoras quando chocam contra mim. Mas não mudarei o meu lançamento”, salientou a basquetebolista norte-americana mais mediática do momento.

Para já, o que Brittney Griner tem como certo é o ingresso na WNBA, na próxima temporada                 M.C


Determinação
Clippers voltam a vencer


Os Los Angeles Clippers derrotaram na noite de domingo os Lakers, por 109-95, em mais um jogo da fase regular da NBA, com o pavilhão Staples Center ao rubro (19.768 espectadores).

Chris Paul, Blake Griffin e companhia voltaram a derrotar os LA Lakers no quarto encontro entre ambos (em igual número de partidas) nesta fase regular da Liga norte-americana de basquetebol e são agora os “reis” da cidade de Los Angeles.

Com este triunfo, a equipa de Vinny Del Negro conquistou a Divisão Pacífica, fruto de 51 vitórias e 26 derrotas.
Chris Paul (24 pontos e 12 assistências) liderou o triunfo dos Clippers.

Blake Griffin, com 24 pontos e 12 ressaltos e Jamal Crawford (20 pontos) também rubricaram óptimas exibições.
Do lado dos Lakers (que poderão perder o oitavo lugar, último que dá acesso aos play-off caso os Utah Jazz tenham derrotado na madrugada de ontem os Golden State Warriors) de nada valeram as mãos quentes de Kobe Bryant (25 pontos), Dwight Howard (25 pontos) e Pau Gasol (12 pontos).