Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro supera concorrentes

Melo Clemente - 10 de Maio, 2015

Equipa do Eixo-viário já conquistou um troféu na presente época desportiva à semelhança do Recreativo do Libolo

Fotografia: Paulo Mulaza

Depois de ocupar o quarto lugar da fase de grupos, o Atlético Petróleos de Luanda transfigurou-se na fase de qualificação da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos (BIC Basket), e assegurou o primeiro lugar, superando os seus principais concorrentes, designadamente, 1º de Agosto e Recreativo do Libolo.Sem qualquer objectivo traçado na presente época desportiva, no que aos títulos diz respeito, em face da reestruturação financeira a que o clube foi submetido, a formação do Atlético Petróleos de Luanda conquistou já a Supertaça Wlademiro  Romero e apresenta-se como um potencial vencedor da edição 37 do BIC Basket, a julgar pela excelente campanha que realizou na fase de qualificação.

Em quatro partidas disputadas durante a fase de qualificação, os petrolíferos de capital somaram igual número de triunfos, ocupando o primeiro lugar da tabela classificativa com oito pintos.Depois de ter sido praticamente vulgarizado pelos seus mais directos adversários na luto do ceptro nacional na fase de grupos, nomeadamente, 1º de Agosto e Recreativo do Libolo, a equipa do eixo-viário impôs-se na fase de qualificação, aumentando deste modo a expectativa relativamente ao vencedor da competição.

Das chamadas equipas grandes, a formação petrolífera foi a mais concretizadora, com 380 pontos marcados, o que representa uma média de 95 pontos por cada desafio. Se no ataque os pupilos de Lazare Adingono estiveram irrepreensíveis, o mesmo já não se pode dizer da defesa, onde sofreram 339 pontos (84,75), sendo por isso, a pior defesa.O Recreativo do Libolo teve o segundo melhor ataque, com 354 pontos marcados, obtendo uma média 88,5 por cada desafio, seguido da formação do Clube Central das Forças Armadas Angolanas que anotou 342 pontos, terminando com uma média de 85,5 pontos por jogo.

Entretanto, a equipa militar superou os seus principais concorrentes no capítulo defensivo. A equipa rubro e negra sofreu 322 pontos (80,5), sendo por isso, a melhor defesa. O Recreativo do Libolo, actual campeão nacional e africano, sofreu na fase de qualificação 335 pontos (83,75). Já a formação do Atlético Sport Aviação (ASA), de Carlos Dinis, que afastou o Grupo Desportivo das meias-finais, marcou 324 pontos (81 média) e sofreu 358, o que representa uma média de 89, 5 pontos por cada encontro.Atlético Petróleos de Luanda e 1º de Agosto terminaram com oitos pontos cada, mas, os petrolíferos superam os militares no confronto directo. O Libolo terminou em terceiro lugar, com seis pontos, contra cinco do ASA. O Interclube ocupou a cauda da tabela classificativa da fase de qualificação.

INTERCLUBE
FALHA OBJECTIVO

Contra todas as expectativas, a formação do Grupo Desportivo Interclube ficou afastada das meias-finais do Campeonato Nacional. Em quatro partidas disputadas na fase de qualificação a equipa adstrita à Polícia Nacional somou igual número de derrotas, cifras que ditaram a sentença dos pupilos do técnico português Alberto Babo.O Interclube vai agora lutar para as classificativas do quinto ao décimo lugar da prova. As quatro equipas classificadas para as meias-finais da 37ª edição do BIC Basket vão receber do órgão reitor da modalidade um milhão de kwanzas cada.

Meias-finais
FAB define datas


A área técnica da Federação Angolana de Basquetebol faz disputar nos dia 19, 21, 23, 26 e 28 do mês em curso, as meias-finais dos play-offs da 37ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores masculinos (BIC Basket).Quatro equipas estão apuradas para as meias-finais dos play-offs. Trata-se das formações do Atlético Petróleos de Luanda, vencedor da fase de qualificação, 1º de Agosto, Recreativo do Libolo e Atlético Sport Aviação (ASA).

Os play-offs da 37ª edição do BIC Basket vão ser jogados a melhor de cinco partidas, ao passo que a final será jogada a melhor de sete.Os petrolíferos da capital que fizeram o pleno durante a fase de qualificação vão medir forças com sempre aguerrida formação do Atlético Sport Aviação (ASA), de Carlos Dinis, ao passo que 1º de Agosto defrontar o Recreativo do Libolo, actual campeão nacional e africano.A FAB realiza na quarta-feira, o sorteio para o emparceiramento das equipas que vão lutar para as classificativas do quinto ao décimo lugar, partidas que também serão disputadas nos dias 19, 21, 23, 26 e 28 do mês em curso. De acordo ainda com o comunicado, a final da 37ª edição do BIC Basket a ser jogada a melhor de sete, será disputada nos dias 2, 4, 6, 9, 11, 13 e 16 de Junho. Já as classificativas do terceiro lugar está marcado para os dias 2, 4 e 6 do mesmo mês.  

Castigo
José Moniz recorre ao Conselho Jurisdicional



O vice-presidente para o basquetebol do 1º de Agosto, José Moniz Silva, recorreu na sexta-feira última ao Conselho Jurisdicional da Federação Angolana de Basquetebol (FAB) da suspensão de 30 dias imposta pelo órgão que tutela a modalidade no país.O homem forte para o basquetebol do 1º de Agosto foi castigado pela FAB, face as declarações que proferiu à comunicação social, após o jogo entre o 1º de Agosto e Recreativo do Libolo (86-82) partida referente à terceira jornada da fase de qualificação dos play-offs, tendo sugerido inclusive a importação de juízes.

No recurso apresentado ao Conselho Jurisdicional de Federação angolana da modalidade, José Moniz Silva refere no ponto dois designado vício da inexistência jurídica "é certo que o artigo 13 do Regulamento de Disciplina da FAB, diz no seu número um que as infracções disciplinares praticadas dentro e fora do complexo desportivo por elementos inscritos no boletim de jogo ou que tenham acento no banco das equipas serão punidos sumariamente, sem necessidade de realização de processo disciplinar e com base no relatório dos juízes, desde que este reúna elementos claramente indiciadores da sua prática".

O alegado vitima da decisão disciplinar recorreu pois "diversas ilegalidades foram cometidas, como se de um castigo se tratasse pelos comentários feitos, violando um direito conquistado pela democracia, o direito a ter opinião".Ainda de acordo com o recurso, importa analisar com cuidado o Comunicado Oficial da FAB, pois este enferma de diversas ilegalidades, entre elas, vícios graves de procedimentos como: Não terem permitido que o vice-presidente do Clube Desportivo 1º de Agosto pudesse se defender, por um lado, por outro, o facto da decisão ter sido tomado pelo director da prova que não teria competências para tal, usurpando o poder ao praticar um acto da competência de outro órgão, no caso, o Conselho de Disciplina.

Feminino
Poste americana
reforça 1º de Agosto


Lindsay Corine Taylor, poste, dois metros três centímetros de alutra, americana de nacionalidade, é o novo reforço da formação sénior feminina de basquetebol do 1º de Agosto para a temporada 2015/2016, segundo apurou o Jornal dos Dseportos junto de uma fonte próxima da direcção do clube militar.A atleta que completa 34 anos a 20 do mês em curso, assinou um contrato válido por duas temporadas.

Na WNBA representou as cores dosHouston Comets, Phoenix Mercury, Seattle Storm e Washington Mystics.  Taylor tem ainda passagem pelas ligas polaca e chinesa. Entretanto, a província de Luanda vai acolher de 10 a 20 de Junho próximo a 30ª e 24ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores femininos e a Taça de Angola. A reunião técnica acontece no dia 9 de Junho, um dia antes do início da 30ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol em seniores femininos.