Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Petro vence clssico no Rio Seco

Juscelino da Silva - 06 de Outubro, 2018

Jos Antnio volta a brilhar depois de t-lo feito na fase de eliminatria para o Campeonato do Mundo em Tnis

ZT. Uma marca. Um nome. Um jovem. Um basquetebolista. Destemido e determinado, desembarcou ontem no pavilh?o Victorino Cunha para fazer hist?ria. O extremo do Petro de Luanda saiu do Rio Seco, casa dos advers?rios, com o r?tulo de melhor cestinha do jogo com 18 pontos, os mesmos de Eduardo Mingas, o poste do 1? de Agosto. O brilharete de Jos? Ant?nio levou os petrol?feros somarem a primeira vit?ria por 80-70 diante dos militares no Unitel Basket 2018-2019. O jogo foi v?lido para a terceira jornada.
Em partida intensiva, a plateia era a dona da felicidade. Os erros constantes da equipa de Paulo Macedo dividiam os adeptos. Os do Eixo Vi?rio faziam a festa. Na quadra, o grupo de Lazare Adingono fugia cada vez mais no placarde.
Inconformado, o poste Eduardo Mingas procurava \"remar contra a mar?\". Infelizmente, noutro lado estava um muro intranspon?vel. Muito forte a defender e r?pido no contra-ataque, o Petro de Luanda criou muitas dores de cabe?a aos militares.
A jogar em casa, Paulo Macedo corrigiu o sistema defensivo e passou a pressionar mais ? cesta advers?ria. Fruto do avan?o, permitiu equilibrar o jogo. No intervalo maior, o 1? de Agosto tinha uma vantagem de um ponto: 41-40.
No reatamento, os militares procuraram manter a vantagem m?nima, mas Aldimiro Jo?o \"Vander\" frustrava as inten?es dos militares. Um refor?o a preceito para os objectivos de 2018-2019. O poste travou uma luta acesa com Eduardo Mingas.
No terceiro quarto, o Petro de Luanda aproveitou as perdas de bola do 1? de Agosto, associada ? falha na marca??o, para fugir mais uma vez no placard. A press?o defensiva foi determinante na vit?ria parcial.
No ?ltimo quarto, Paulo Macedo recorreu a v?rios descontos de tempo para corrigir os sistemas t?cticos e refrear a avalanche do grupo de Lazare Adingono. N?o surtiu efeitos desejados. A rapaziada cometeu erros atr?s de erros.
A cinco minutos do final da partida, o extremo do Petro de Luanda, TZ (Jos? Ant?nio) abriu o livro e mostrou aos colegas o caminho da vit?ria. Irreverente, atacou a cesta militar e coleccionou 18 pontos. A boa exibi??o de TZ foi acompanhada com a de Rafael Silva e Benvindo Quimbamba. Os dois terminaram com 14 pontos cada um.
No lado militar, Armando Costa e Edson Ndoniema anotaram 11 pontos cada um. O somat?rio da pontua??o foi insuficiente para contrapor a vit?ria do Petro de Luanda. Os pupilos de Lazare Adingono venceram o primeiro cl?ssico dos cl?ssicos da ?poca presente do Unitel Basket.
REAC??O
No final da partida, Paulo Macedo queixou-se do trio de arbitragem liderado por David Manuel e composto tamb?m por Francisco Pacheco e Paulo Luvati.
\"N?o ? normal que o 1? de Agosto marque apenas 70 pontos. Sab?amos que iria acontecer isso. Estivemos mal no jogo; cometemos muitos erros\", justificou.
Paulo Macedo? revelou que tentaram recuperar o resultado, mas n?o conseguiram por uma raz?o: \"Fizemos grande esfor?o para evitar as perdas de bolas e a equipa ressentiu-se. Por outro lado, o nosso advers?rio soube aproveitar bem os nossos erros\".
Conformado com o desaire, o timoneiro militar prometeu \"trabalhar mais\" para equilibrar as pr?ximas partidas contra uma das melhores equipa de ?frica.
No lado petrol?fero, a satisfa??o era contagiante. O treinador adjunto de Lazare Adingono, Benjamim Av?, disse: \"Quero dar os parab?ns aos meus atletas; fizeram um grande jogo. Vamos continuar a trabalhar. Os refor?os come?am a ganhar entrosamento. Acreditamos que podem dar muito mais do que deram hoje\".
Nas outras partidas da jornada, a Universidade Lus?adas derrotou o Interclube por 75-70, enquanto o FC Vila Clotilde vergou a Escola Kuanza por 60-83.
QUARTA JORNADA
No prosseguimento da dupla jornada, o Petro de Luanda recebe hoje, ?s 18h00, a Universidade Lus?ada no pavilh?o anexo n?mero dois da Cidadela Desportiva. A jornada abre ?s 16h00 com o FC Vila Clotilde a receber, nos Bombeiros, o ASA. O Interclube mede for?as com a Marinha de Guerra em casa. A Academia Helmarc defronta a Escola Kuanza no fecho da jornada. O 1? de Agosto folga por imperativo de calend?rio.
Com triunfo de ontem, os pupilos de Lazare Andingono comandam o Unitel Basket 2018-2019 com seis pontos, frutos de tr?s vit?rias em igual n?mero de jogos.

CONTRATA??O
Fortes e Sousa no cockipt do ASA
Agora ? oficial. O Atl?tico Sport Avia??o \"ASA\" chegou a acordo com os internacionais angolanos, Roberto Fortes e Francisco Sousa, ambos sa?dos do? Sport Libolo e Benfica, depois de um per?odo de incertezas. Os dois jogadores j? trabalham com o grupo ?s ordens do treinador angolano Carlos Dinis.
Em declara?es ao Jornal dos Desportos, o timoneiro aviador assegurou que os dois \"contratados\" n?o entram hoje ?s 16h00 na quadra do pavilh?o dos Bombeiros diante do FC Vila Clotilde, para a terceira jornada, por carecerem de licen?a desportiva. Os atletas ainda n?o est?o inscritos na Federa??o Angolana de Basquetebol.
Roberto Fortes e Francisco Sousa juntam-se a Reggie Moore, Teot?nio D? e outros. Carlos Dinis valoriza o \"novo\" grupo de trabalho.
\"O nosso objectivo ? a manuten??o no campeonato. Queremos fazer um Unitel Basket tranquilo. Por essa raz?o, estamos a montar um grupo forte para ombrear em igualdade de circunst?ncias com as outras equipas\", disse.
O desejo de equilibrar os jogos, n?o pressup?e, lutar para ganhar o campeonato nacional.
\"Que fique claro: nunca passou pela nossa mente conquistar o t?tulo. N?o temos or?amento para tal. As pessoas sabem quem s?o os candidatos ao anel\", disse Carlos Dinis.
At? ao momento, o ASA tem um plantel formado por 22 atletas. Uma fonte do clube aviador informou, que parte do grupo vai ser dispensado nos pr?ximos dias. A FAB s? permite a inscri??o de 16 jogadores. Os atletas a serem dispensados devem dar in?cio ? procura de outros clubes.
??? Sa?ram do plantel passado, o base Helmer F?lix para o Interclube,? Aldemiro Jo?o \"Vander\" para o Petro de Luanda. Os aviadores somam uma derrota e uma vit?ria no Unitel Basket 2018-2019. Perderam diante do 1? de Agosto e venceram a Escola Kwanza.????


ESTAT?STICA
Pavilh?o: Victorino Cunha
Assist?ncia: Esgotada
Arbitragem: David Manuel, Francisco Pacheco e Paulo Luvati

PETRO DE LUANDA: Childe Dund?o (3), Joaquim Pedro (0), Rafael Silva (14), Jos? Ant?nio (18), Domingos Bonif?cio (5), Aboubakar Gakou (5), Benvindo Quimbamba (14), Gerson Gon?alves (6), Manda Jo?o (4), Ant?nio Deogracio (3), Aldemiro Jo?o (8).
Treinador: Lazare Andingon

1? DE AGOSTO: Pedro Bastos (6), Mohamed Cisse (5), Edson Ndoniema (11), Armando Costa (11), Jone Pedro (0), F?bio Domingos (0), Wilson Ambr?sio (3), Mutau Fonseca (9), Hermenegildo Santos (0), Islando Manuel (5), Eduardo Mingas (18), Carlos Cabral (2).
Treinador: Paulo Macedo
Marcha do marcador: 17-17, 41-40, 57-61 e 70-80


?